VARIAÇÕES DO PARÂMETRO BIOFÍSICO FAPAR AO LONGO DO ANO E SUA UTILIZAÇÃO NA INDICAÇÃO DA ATIVIDADE FOTOSSINTÉTICA

Conteúdo do artigo principal

Luciana Mara Temponi de Oliveira
Gutemberg Borges França

Resumo

A FAPAR é definida como a fração da radiação solar disponível para o processo fotossintético absorvida pela copa dos vegetais verdes e, portanto, um parâmetro biofísico que pode ser utilizado como indicador da atividade da vegetação. O objetivo deste trabalho foi o de observar e avaliar as variações da FAPAR média ao longo do ano e sua possível utilização na compreensão do comportamento da cobertura vegetal do país, indicando áreas de maior atividade fotossintética e captura de CO2. Para tanto, utilizou-se uma série temporal de FAPAR derivada do NDVI proveniente do AVHRR, a qual foi obtida e analisada em relação ao próprio NDVI, bem como seu comportamento ao longo do ano como indicador da atividade da vegetação no país. Os resultados mostraram uma maior variação nas respostas deste parâmetro do que os apresentados pelo NDVI. Os maiores valores contínuos foram observados nas regiões mais densamente vegetadas e os menores nas regiões onde há maior influência da seca na vegetação (Nordeste e Centro-oeste). Constatou-se também que no mês de março a atividade geral pelo país é média e que a vegetação no norte da Amazônia é a que apresenta por mais tempo altos valores, onde é maior a captura de carbono. Acredita-se que em melhores resoluções, onde se possa controlar a homogeneidade da cobertura vegetal, este parâmetro possa ser utilizado como estimador de produtividade.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Métricas

Carregando Métricas ...

Detalhes do artigo

Como Citar
OLIVEIRA, L. M. T. de; FRANÇA, G. B. VARIAÇÕES DO PARÂMETRO BIOFÍSICO FAPAR AO LONGO DO ANO E SUA UTILIZAÇÃO NA INDICAÇÃO DA ATIVIDADE FOTOSSINTÉTICA. Revista Brasileira de Cartografia, [S. l.], v. 63, 2011. Disponível em: https://seer.ufu.br/index.php/revistabrasileiracartografia/article/view/43770. Acesso em: 17 maio. 2022.
Seção
Artigos
Biografia do Autor

Luciana Mara Temponi de Oliveira, IBGE - Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística

Diretoria de Geociências/Coordenação de Recursos Naturais e Estudos Ambientais

Gutemberg Borges França, UFRJ - Universidade Federal do Rio de Janeiro

Instituto de Geociências/Departamento de Meteorologia