Benedicta Stahl Sodré e sua proposta de alfabetização rápida:

em foco a Cartilha Sodré

Autores

DOI:

https://doi.org/10.14393/OT2024v26.n.1.72977

Palavras-chave:

Benedicta Stahl Sodré, Cartilha Sodré, Século XX, História da Alfabetização

Resumo

 

Este artigo objetiva apresentar os decursos históricos alusivos aos períodos de criação, circulação e adoção do livro Cartilha Sodré (1939/1940), escrito por Benedicta Stahl Sodré. A problemática fundamenta-se no prestígio e reconhecimento que caracterizou e ainda qualifica essa cartilha, destinada ao ensino da leitura e da escrita inicial de crianças brasileiras nas primeiras décadas do século XX. A autora, nascida no interior do estado de São Paulo, normalista, professora e filha de imigrantes alemães, produziu outros materiais didáticos concomitantemente à cartilha, como livros de leitura, no entanto, a cartilha foi selecionada como foco desta escrita científica, considerando sua popularidade e renome. Como precaução metodológica, utilizou-se indícios registrados na própria cartilha e na imprensa periódica. O prestígio da Cartilha Sodré, a posição ocupada em investigações acadêmicas no campo da alfabetização e o protagonismo na imprensa periódica é uma inquietação pertinente para a historiografia educacional. Do mesmo modo, compreende-se impressos pedagógicos e seus usos escolares como fontes substanciais para os estudos na história da alfabetização e na história da educação. Conclui-se que a cartilha atendia as necessidades sociais, políticas e econômicas de uma época. Ademais, entende-se a produção intelectual supracitada como denunciante da vida de uma mulher alfabetizadora.

 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

ALMEIDA, Jane Soares de. Mulheres na Educação: missão, vocação e destino? A feminização do magistério ao longo do século XX. In: SAVIANI, Dermeval et al. (org.).O Legado Educacional do Século XX no Brasil. Campinas, SP: Autores Associados, 2014.

BITTENCOURT, Circe Maria Fernandes. Livro didático e conhecimento histórico: uma história do saber escolar. Tese (Doutorado em História), Departamento de História, Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas, USP, São Paulo, 1993. Disponível em: https://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/8/8138/tde-28062019-175122/pt-br.php. Acesso em: 08 jun. 2024.

CAPEL, Heloisa Selma Fernandes.; DIAS, Ana Raquel Costa. Estudos Culturais e História da Educação: trajetórias e confluências. Revista Aedos, Porto Alegre, v. 8, n. 18, p. 7–25, 2016. Disponível em: https://seer.ufrgs.br/index.php/aedos/article/view/64315. Acesso em: 08 jun. 2024.

CARDOSO, Cancionila Janzkovski.; AMÂNCIO, Lázara Nanci de Barros. Cartilhas na historiografia da alfabetização: fontes, evidências e produções no Brasil. In: SANTOS, Sônia Maria dos. ROCHA, Juliano Guerra. (orgs.). História da alfabetização e suas fontes. Uberlândia: EDUFU, 2018.

CHARTIER, Roger. (org.). A história ou a leitura do tempo. Belo Horizonte: Autêntica, 2009.

CORREIO PAULISTANO. Instrucção Publica. São Paulo, nº 23783, 08 fev. 1930, p.11. Disponível em: https://bndigital.bn.gov.br/hemeroteca-digital/. Acesso em: 08 jun. 2024.

CORREIO PAULISTANO. Notícias do interior: S. Carlos. São Paulo, no 23730, 07 dez. 1929. Disponível em: https://bndigital.bn.gov.br/hemeroteca-digital/. Acesso em: 08 jun. 2024.

CORREIO PAULISTANO. Provimento de escolas. Resultado do concurso do mez de dezembro ultimo. São Paulo, nº 20302, 09 jan. 1920, p. 06. Disponível em: https://bndigital.bn.gov.br/hemeroteca-digital/. Acesso em: 08 jun. 2024.

DIAS, Ana Raquel Costa. Biografias de Mulheres na História da Educação: Benedicta Stahl Sodré, Branca Alves de Lima e Iracema Furtado Soares de Meireles (Século XX). 2023. 391 f. Tese (Doutorado em Educação), Faculdade de Educação da Universidade Federal de Goiás, Goiânia, 2023. Disponível em: http://repositorio.bc.ufg.br/tede/handle/tede/13184. Acesso em: 08 jun. 2024.

DIAS, Ana Raquel Costa. Passeando pelos Arredores: o Ensino de História para crianças no livro Goiaz Coração do Brasil (1934). 2018. 169 f. Dissertação (Mestrado em Educação), Faculdade de Educação da Universidade Federal de Goiás, Goiânia, 2018. Disponível em: http://repositorio.bc.ufg.br/tede/handle/tede/8631. Acesso em: 08 jun. 2024.

GIÁCOMO, Márcia Scarpari De. Escola Normal de Piracicaba (1913-1945): Patrimônio Estético-Cultural. 2016. 176 f. Dissertação (Mestrado em Educação), Instituto de Biociências, Universidade Estadual Paulista “Júlio de Mesquita Filho”, Rio Claro - São Paulo, 2016. Disponível em: http://hdl.handle.net/11449/144385. Acesso em: 08 jun. 2024.

JORNAL DE NOTÍCIAS. 1º Centenário do Ensino Normal de São Paulo. São Paulo, nº 136, 24 set. 1946, p. 02. Disponível em: https://bndigital.bn.gov.br/hemeroteca-digital/. Acesso em: 08 jun. 2024.

LEPICK, Vanessa; CUNHA, Tânia Rezende Silvestre; MORAES, Andréia Demétrio Jorge. A história da cartilha como objeto da cultura material escolar: um percurso metodológico. In: SANTOS, Sônia Maria dos; ROCHA, Juliano Guerra. (orgs.). História da Alfabetização e suas fontes. Uberlândia: EDUFU, 2018.

LIMA E FONSECA, Thais Nívia de. O livro didático de História: lugar de memória e formador de identidades. In: SIMPÓSIO NACIONAL DE HISTÓRIA,1999, Florianópolis. História: fronteiras. Anais [...]. São Paulo: Humanitas , FFLCH-USP/ANPUH, 1999. Disponível em: https://anpuh.org.br/index.php/documentos/anais/category-items/1-anais-simposios-anpuh/21-snh20?start=20. Acesso em: 08 jun. 2024.

MELO, Clarice Nascimento de. Escola mista nos primeiros anos da República: das Escolas Isoladas aos Grupos Escolares (Pará/Brasil, 1890-1901). Cadernos de Educação, v. 20, nº 05, p.-1-15, 2021. DOI: https://doi.org/10.14393/che-v20-2021-5.

MENDES, Elieth Sodré Terence. Benedicta Stahl Sodré: Mulher Protestante na Educação Brasileira. 2007. 163 f. Dissertação (Mestrado em Ciências da Religião) – Universidade Presbiteriana Mackenzie, São Paulo, 2007. Disponível em: http://dspace.mackenzie.br/handle/10899/25663. Acesso em: 08 jun. 2024.

MORTATTI, Maria do Rosario. Cartilha de alfabetização e cultura escolar: um pacto secular. In: MORTATTI, Maria do Rosario. Métodos de alfabetização no Brasil: uma história concisa. São Paulo: Editora UNESP, 2019.

MORTATTI, Maria Rosário Longo. História dos métodos de alfabetização no Brasil. Alfabetização e Letramento em debate. MEC, 2006.

MOTIN, Mara Francieli. Coleção Sodré: entre fórmulas editorais e indícios de um modelo escolar (1950- 1970). In: XIII Congresso Nacional de Educação - EDUCERE, 2017, Curitiba/PR. Anais [...] Curitiba: Editora Universitária Champagnat, 2017. Disponível em: https://eventum.pucpr.br/educere/outras3. Acesso em: 08 jun. 2024.

NETTO, Samuel Pfromm. Dicionário de Piracicabanos. São Paulo: PNA, 2013.

NOVA ESCOLA. Cartilha: Campeã nas salas de alfabetização, ela se transforma com o construtivismo. São Paulo, ano XI, no 97, out. 1996, p.08.

O ESTADO DE SÃO PAULO. Falecimentos. São Paulo, 29 ago. 1972, p. 19. Disponível em: https://www.estadao.com.br/acervo/. Acesso em: 08 jun. 2024.

PREFEITURA MUNICIPAL DE SÃO CARLOS. Decreto nº 116, de 20 de dezembro de 1976. Oficializa o nome de Benedicta Stahl Sodré para via pública da cidade de São Carlos município do estado de São Paulo. São Carlos, SP, 1976. Disponível em: http://servico.saocarlos.sp.gov.br/consultaleis/index.php. Acesso em: 08 jun. 2024.

PREFEITURA MUNICIPAL DE SÃO CARLOS. Lei nº 16.824, de 21 de outubro de 2013. Institui os prêmios “Professor João Jorge Marmorato” e “Professora Benedicta Stahl Sodré” respectivamente ao “Professor do Ano” e “Professor Emérito do Ano” ao professorado do município de São Carlos. São Carlos, SP, 2013. Disponível em: http://servico.saocarlos.sp.gov.br/consultaleis/index.php. Acesso em: 08 jun. 2024.

REPÚBLICA DOS ESTADOS UNIDOS DO BRAZIL. ESTADO DE SÃO PAULO. Juizo de Paz de Ribeirão Bonito. Registro de Nascimento: Guilhermina Stahl Justificante. Benedicta Stahl Justificada. Registro em: 3 jun. 1908.

REPÚBLICA FEDERATIVA DO BRASIL. MUNICÍPIO DE SÃO CARLOS. ESTADO DE SÃO PAULO. Cartório do Registro Civil de Pessoas Naturaes de São Carlos. 1o Sub Distrito. Guia de Sepultamento: Registro de Óbito. Registro em: 23 ago. 1972.

SÁ, Elisabeth Figueiredo de. Gustavo Fernando Kuhlmann: um bandeirante na cruzada da instrução (1910-1930). Revista de Educação Pública, v. 18, n. 38, p. 567–584, 2012. DOI: 10.29286/rep.v18i38.399.

SÃO PAULO (Estado). Directoria Geral da Instrucção Pública por ordem do Governo do Estado. Annuario do Ensino do Estado de São Paulo. São Paulo: Typ. Siqueira, Salles & Cia., 1910-1911. Disponível em: https://bndigital.bn.gov.br/hemeroteca-digital/. Acesso em: 08 jun. 2024.

SODRÉ, Benedicta Stahl. Cartilha Sodré. 42ª edição. São Paulo: Editora Nacional, 1945.

SODRÉ, Benedicta Stahl. Primeiras Lições Úteis. 39ª edição. São Paulo: Editora Nacional, 1949.

SODRÉ, Benedicta Stahl. Terceiro Livro Sodré. São Paulo: Companhia Editora Nacional,

SODRÉ Benedicta Stahl. Segundo Livro Sodré. 186ª edição. São Paulo: Companhia Editora

Nacional, 1957.

SODRÉ, Benedicta Stahl. Quarto Livro Sodré. 29ª edição. São Paulo: Editora Nacional, 1958.

SODRÉ, Benedicta Stahl. Cartilha Sodré. Com orientação para o seu emprego. Remodelada

por Isis Sodré Vergamini. 254ª edição. São Paulo: Editora Nacional, 1979.

SODRÉ, Benedicta Stahl. Cartilha Sodré. 66ª edição. São Paulo: Editora Nacional, s/d.

SOUZA, Rosa Fátima de. Lições da Escola Primária. In: SAVIANI, Dermeval.; et. al. (org.). O Legado Educacional do Século XX no Brasil. Campinas, SP: Autores Associados, 2014.

VIEIRA, Cesar Romero Amaral. Entre a memória e o arquivo: Colégio Piracicabano 1881-1935. In: 9a Mostra Acadêmica UNIMEP: Ambiente e Sustentabilidade. Anais [...] Piracicaba, nov. 2011. Disponível em: https://www.unimep.br/phpg/mostraacademic a/anais/11mostra/7/502.pdf. Acesso em: 08 jun. 2024.

Downloads

Publicado

2024-06-12

Como Citar

COSTA DIAS, A. R. Benedicta Stahl Sodré e sua proposta de alfabetização rápida: : em foco a Cartilha Sodré. Olhares & Trilhas, [S. l.], v. 26, n. 1, p. 1–17, 2024. DOI: 10.14393/OT2024v26.n.1.72977. Disponível em: https://seer.ufu.br/index.php/olharesetrilhas/article/view/72977. Acesso em: 12 jul. 2024.