Temáticas da Inquisição no teatro de Dias Gomes

Um olhar sobre a peça "O Santo Inquérito"

Autores

DOI:

https://doi.org/10.14393/LL63-v36n2-2020-1

Palavras-chave:

Dias Gomes, O Santo Inquérito, Inquisição, Brasil Colonial, Heresia

Resumo

A peça de teatro O Santo Inquérito, escrita por Dias Gomes, aborda acerca das questões que envolvem tanto o tempo ficcional da trama, o qual se situa no Brasil Colônia, quanto o tempo da enunciação, momento de efervescência política devido à presença dos militares no poder. Essas duas temporalidades são reveladoras do processo de perseguição  por que os indivíduos, sobretudo os inferiorizados, passaram. Por meio da alegoria, esse dramaturgo baiano alcança a invisibilidade diante dos censores e tece uma tragédia de resistência ao totalitarismo. O objetivo deste artigo é analisar como se estabelece as temáticas da Inquisição no texto de Gomes além de refletir sobre a prática da heresia durante o período colonial.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Ediluce Batista Silveira, Universidade Federal de Uberlândia

Possui doutorado em Estudos Literários pela Universidade Federal de Uberlândia - UFU. Professora de Língua Portuguesa e Literatura na Escola Estadual Messias Pedreiro e na rede particular (Colégio Gabarito). Tem experiência na área de Letras, com ênfase em Teoria Literária. Participa do LEJ/UFU - Laboratório de Estudos Judaico. Suas pesquisas, atualmente, estão ligadas ao judaísmo, à Inquisição, às questões que envolvem a mulher e ao teatro brasileiro e estrangeiro. Além disso, interessa-se pela história das bruxas no imaginário literário.

Referências

BETHENCOURT, Francisco. História das Inquisições: Portugal, Espanha e Itália – séculos XV-XIX. São Paulo: Companhia das Letras, 2000.

CARNEIRO, Maria Luiza Tucci. Livros proibidos, ideias malditas. São Paulo: Ateliê Editorial, 2002.

DELUMEAU, Jean. História do medo no Ocidente 1300-1800: uma cidade sitiada. Trad. Maria Lúcia Machado. São Paulo: Companhia das Letras, 2009.

EYMERICH, Nicolau. Manual dos Inquisidores. Trad. Maria José Lopes da Silva. Rio de Janeiro: Rosa dos Tempos, Fundação Universidade de Brasília, 1993.

GOMES, Dias. O Santo Inquérito. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 2009.

HOLANDA, Sérgio Buarque de. Visões do paraíso: os motivos edênicos no descobrimento e colonização do Brasil. 6. ed. São Paulo: Brasiliense, 1994.

MOTT, Luiz. Bahia: inquisição e sociedade [online]. Salvador: EDUFBA, 2010. DOI: https://doi.org/10.7476/9788523208905

NIETZSCHE, F. A origem da tragédia. São Paulo: Editora Moraes, 1984.

NOGUEIRA, Carlos Roberto F. Nogueira. O Diabo no imaginário cristão. São Paulo: Editora Ática, 1986.

NOVINSKY, Anita. A inquisição. 7. ed. São Paulo: Brasiliense, 1990.

SACRAMENTO, Igor Pinto. Dias Gomes com opinião: o individual e o coletivo na consolidação da dramaturgia nacional-popular. Revista Baleia na Rede: estudos em artes e sociedade, São Paulo, v. 9, n. 1, p. 92-114, 2012. DOI: https://doi.org/10.36311/1808-8473.2012.v1n9.2837

SOUZA, Laura de Mello. O Diabo e a Terra de Santa Cruz. São Paulo: Companhia das Letras, 1987.

TORRES, Marie-Hélène Catherine. O Satanismo. In: TORRES, Marie-Hélène Catherine. Cruz e Souza e Baudelaire: satanismo poético. Florianópolis: Editora EDFSC, 1998. p. 33-59.

TUAN, Yi-Fu. Paisagens do medo. Trad. Lívia de Oliveira. São Paulo: Editora UNESP, 2005.

VAINFAS, Ronaldo. Trópico dos pecados: moral, sexualidade e Inquisição no Brasil. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 1997.

Downloads

Publicado

2020-12-31

Como Citar

SILVEIRA, E. B. Temáticas da Inquisição no teatro de Dias Gomes: Um olhar sobre a peça "O Santo Inquérito". Letras & Letras, [S. l.], v. 36, n. 2, p. 1–19, 2020. DOI: 10.14393/LL63-v36n2-2020-1. Disponível em: https://seer.ufu.br/index.php/letraseletras/article/view/51834. Acesso em: 7 dez. 2022.