Resistência e pertencimento

Representações do Judaísmo em K., de Bernardo Kucinski

Autores

DOI:

https://doi.org/10.14393/LL63-v36n2-2020-8

Palavras-chave:

Judaísmo, Literatura brasileira contemporânea, Ditadura civil-militar brasileira, Literatura judaica, Bernardo Kucinski

Resumo

No romance K. Relato de uma Busca (2014), Bernardo Kucinski conta a história de K., um imigrante judeu cuja filha foi “desaparecida” durante a ditadura civil-militar no Brasil (1964-1985), traçando uma linha tênue entre verdade e ficção. Através da análise de aspectos literários da obra, este artigo aborda suas representações do povo judeu e do judaísmo, ressaltando a interseção entre resistência e pertencimento, especialmente em um contexto autoritário. No romance, resistência, além de aparecer como parte fundamental da história dos judeus, estabelece uma conexão entre as personagens do romance e o legado cultural e histórico de uma comunidade judaica global. Nesse sentido, levanta-se o questionamento de como um senso de pertencimento a essa comunidade impacta a busca do pai por sua filha na narrativa de Kucinski.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Joyce Fernandes, Brown University

Doutoranda em Estudos Portugueses e Brasileiros (Brown University).

Referências

“Comissão da Verdade do Estado de São Paulo ‘Rubens Paiva’.” Testemunhos: Biografia de Ana Rosa Kucinski. Disponível em: www.youtube.com/watch?v=K4si7aWmBbY. Acesso em: 11 fev. 2018.

ANDERSON, Benedict. Imagined communities: reflections on the origin and spread of nationalism. Lugar: Verso, 2006.

FOUCAULT, Michel. The history of sexuality. Volume I: An Introduction. Trad. Robert Hurley. New York: Pantheon Books, 1978.

GROSSBERG, Lawrence. Identity and Cultural Studies: Is That All There Is? In: HALL, Stuart; DU GAY, Paul. Questions of cultural identity. London: Sage Publications, 1990. p. 87-107. DOI: https://doi.org/10.4135/9781446221907.n6

HALL, Stuart; DU GAY, Paul. Questions of Cultural Identity. London: Sage Publications, 1990.

KUCINSKI, Bernardo. K. Relato de uma busca. São Paulo: Cosac Naify, 2013.

LESSER, Jeffrey. (Re)creating ethnicity: Middle Eastern immigrations to Brazil. The Americas, Cambridge, v. 53, n. 1, p. 45-65, jul. 1996. DOI: https://doi.org/10.2307/1007473

RICOEUR, Paul. Memory, history, forgetting. In: OLICK, Jeffrey K.; VINITZKY-SEROUSSI, Vered; LEVY, Daniel. The collective memory reader. London: Oxford University Press, 2011. p. 475-480.

ROM, Michael. Dare to fight, dare to Win: Brazilian Jews in the armed struggle against military rule. In: ROM, Michael. Brazilian Belonging: Jewish Politics in Cold War Brazil, 1945-1985. Dissertação (Doutorado em História) – Yale, 2018.

SCHNEIDER, Nina; ATENCIO, Rebecca J. Reckoning with dictatorship in Brazil: the double-edged role of artistic-cultural production. Latin American Perspectives, Sage Journals, p. 1–17, 2016. DOI: 10.1177/0094582X16647715

TRUZZI, Oswaldo. The right place at the right time: Syrians and Lebanese in Brazil and the United States, A comparative approach. Journal of American Ethnic History, Illinois, v. 16, n. 2, p. 3-34, 1997.

WOODWARD, Kathryn. Identidade e diferença: uma introdução teórica e conceitual. In: HALL, S.; SILVA, T. T. da; WOODWARD, K. (Org.). Identidade e diferença: a perspectiva dos estudos culturais. Rio de Janeiro: Editora Vozes, 2005. p. 7-72.

YUVAL-DAVIS, Nira. Belonging and the politics of belonging. Patterns of Prejudice, London, v. 40, n. 3, p. 197-214, 5 Aug. 2006. DOI: 10.1080/00313220600769331

ZEPP, Susanne. An early self: Jewish belonging in romance literature, 1499-1627. Trad. Insa Kummer. California: Stanford University Press, 2014. DOI: https://doi.org/10.2307/j.ctvqr1fbw

Downloads

Publicado

2020-12-31

Como Citar

FERNANDES, J. Resistência e pertencimento: Representações do Judaísmo em K., de Bernardo Kucinski. Letras & Letras, [S. l.], v. 36, n. 2, p. 148–161, 2020. DOI: 10.14393/LL63-v36n2-2020-8. Disponível em: https://seer.ufu.br/index.php/letraseletras/article/view/51300. Acesso em: 7 ago. 2022.