Discursos sobre o território de Itueta frente à realocação compulsória: análise discursiva da produção literária de um ituetense

Autores

  • Thiago Martins Santos Universidade Vale do Rio Doce
  • Nádia Dolores Fernandes Biavati Universidade Federal de São João del-Rei

DOI:

https://doi.org/10.14393/LL64-v31n1a2015-8

Palavras-chave:

Território, Realocação, Discursos.

Resumo

Baseados no referencial da Análise de Discurso Crítica, analisamos as representações de Itueta presentes numa coletânea de três produções poéticas elaboradas por um ituetense, procurando compreender o modo como os discursos nos textos em questão contribuem para constituir Itueta como território antes, durante e depois da sua total destruição decorrente da construção da Usina Hidrelétrica de Aimorés, que fez surgir a 'nova' Itueta. Apresentamos análises variadas sobre como a história da cidade é retratada e relacionada às representações discursivas e à memória do sujeito poético, conferindo a ela a categoria de território.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Thiago Martins Santos, Universidade Vale do Rio Doce

Mestre em Gestão Integrada do Território (GIT/UNIVALE). Professor da Universidade Vale do Rio Doce (UNIVALE).

Nádia Dolores Fernandes Biavati, Universidade Federal de São João del-Rei

Doutora em Linguística (POSLIN/FALE/UFMG). Professora da Universidade Federal de São João del-Rei (UFSJ) e integrante do Programa de Mestrado em Letras (PROMEL/UFSJ). Atuou como professora do Programa de Mestrado em Gestão Integrada do Território (GIT/UNIVALE).

Downloads

Publicado

2015-07-10

Como Citar

SANTOS, T. M.; BIAVATI, N. D. F. Discursos sobre o território de Itueta frente à realocação compulsória: análise discursiva da produção literária de um ituetense. Letras & Letras, [S. l.], v. 31, n. 1, p. 109–123, 2015. DOI: 10.14393/LL64-v31n1a2015-8. Disponível em: https://seer.ufu.br/index.php/letraseletras/article/view/28934. Acesso em: 14 ago. 2022.