Semântica Cultural e Diversidade Linguística Regional

Estudos sobre o léxico de Campo do Meio, Sul de Minas Gerais

Autores

DOI:

https://doi.org/10.14393/DL49-v16n1a2022-9

Palavras-chave:

Semântica de Contextos e Cenários (SCC), Topônimos, Tradições orais, Expressões idiomáticas

Resumo

Este artigo apresenta uma análise cultural do falar de uma das cidades do sul do estado de Minas Gerais, Campo do Meio. Informações sobre topônimos, tradições orais e expressões idiomáticas foram coletadas entre os falantes do munícipio a fim de demonstrar as peculiaridades linguísticas desse povo interiorano. Para isto, foi utilizado como referencial teórico a Semântica de Contextos e Cenários (SCC), concepção de semântica que toma como base a ideia de que uma língua natural é um sistema socializado e culturalmente determinado de representação de mundos e seus eventos. A pesquisa, realizada em etapas, culminou nos seguintes procedimentos: coleta de material bibliográfico, seleção de materiais, entrevistas e transcrição de dados.  Buscamos demonstrar um trabalho sobre estudos linguísticos de caráter cultural e resgatar um pouco da cultura de um povo, perdida dia após dia.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Geraldo José Rodrigues Liska, Universidade Federal de Alfenas

Doutor com residencia pós-doutoral em Estudos Linguísticos pela UFMG.

Breno Oliveira Correia, Universidade Federal de Alfenas

Mestrando em Educação pela Universidade Federal de Alfenas.

Referências

BAGNO, M. Preconceito Linguístico. 48ª e 49ª edição. São Paulo: Edições Loyola, 1999.

BAUMAN, Z. Amor Líquido: sobre a fragilidade dos laços humanos. Rio de Janeiro: Zahar, 2004. p. 75-88.

BOSI, E. Memória e Sociedade – Lembranças de Velhos. 7. ed. São Paulo: Companhia das Letras, 1999.

BRASIL. Lei de diretrizes e bases da educação (1996). Lei nº 9.394, de 20 de dezembro de 1996, que estabelece as diretrizes e bases da educação nacional. Brasília: Câmara dos Deputados, 2015.

CAMPOS, L. C. M.; DIAS, A. B. C. Campo do Meio: memórias, identidades e heranças da terra. Belo Horizonte, MG: Tamoio Editora Gráfica Ltda., 2010.

CARVALHO, A. P. M. A. de. Língua e Identidade cultural: o estudo da toponímia local na escola. Ouro Branco: UFMG, 2012. 13p.

FERRAREZI Jr., C.; BASSO, R. Semântica, semânticas: uma introdução. São Paulo, SP: Editora Contexto, 2013.

FERRAREZI Jr., C. A pesquisa em Semântica de Contextos e Cenários: princípios e aspectos metodológicos. Campinas, SP: Mercado de Letras, 2018.

FERRAREZI Jr., C. Introdução à Semântica de Contextos e Cenários: de La langue à la vie. Campinas, SP: Mercado de Letras, 2010.

FERREIRA, A. B. de H. Dicionário da língua portuguesa. 5. ed. Curitiba: Positivo, 2010. 2222 p.

FERREIRA, M. de M., FERNANDES, T. M.; ALBERTI, V. (org.) História oral: desafios para o século XXI. Rio de Janeiro: Editora Fiocruz/Casa de Oswaldo Cruz / CPDOC - Fundação Getúlio Vargas, 2000, p. 01-45.

GOVERNO DE MINAS GERAIS. Prefeitura Municipal de Campo do Meio. Disponível em: http://www.campodomeio.mg.gov.br. Acesso em: 25 de agosto de 2018.

SOUZA, M. E. S. de. Os Personagens do Tempo – Uma análise dos sujeitos histórico e ideológico do homem velho. (Dissertação de Mestrado). Guajará-Mirim, RO: Universidade Federal de Rondônia, 2004.

Downloads

Publicado

06-01-2022

Como Citar

RODRIGUES LISKA, G. J.; CORREIA, B. O. Semântica Cultural e Diversidade Linguística Regional: Estudos sobre o léxico de Campo do Meio, Sul de Minas Gerais. Domínios de Lingu@gem, [S. l.], v. 16, n. 1, p. 230–254, 2022. DOI: 10.14393/DL49-v16n1a2022-9. Disponível em: https://seer.ufu.br/index.php/dominiosdelinguagem/article/view/61515. Acesso em: 16 ago. 2022.

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)