Levantamento de unidades lexicais especializadas relativas à cura, em tratados medicinais do Brasil colonial

Autores

DOI:

https://doi.org/10.14393/DL47-v15n3a2021-7

Palavras-chave:

Vocabulário, Unidade lexical especializada, Cura

Resumo

Objetiva-se apresentar neste artigo um levantamento do léxico temático relativo ao domínio da cura das enfermidades que acometiam a população, no Brasil colonial, à luz da concepção de ‘termo’ da Teoria Comunicativa da Terminologia. Primeiramente, faz-se uso de um glossário já existente em uma obra do período, a fim de recolher as unidades referentes ao domínio escolhido. Em seguida, buscam-se suas definições oferecidas em três dicionários do mesmo período, e extraem-se os contextos de três documentos do século XVIII, selecionados no Banco de Dados do Dicionário Histórico do Português do Brasil - séculos XVI, XVII e XVIII. Por meio da comparação entre os contextos e as definições, nota-se que, embora os lexicógrafos tenham-se utilizado de marcas linguísticas em seus verbetes, o contexto de uso, seria suficiente para que se reconhecessem tais unidades como termos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Carolina Domladovac Silva, UNESP/ FCLAr

Aluna do Curso de Doutorado no Programa de Linguística e Língua Portuguesa, UNESP. Bolsista da CAPES.

Clotilde de Almeida Azevedo Murakawa

Professora Assistente Doutora do Departamento de Linguística, Literatura e Letras Clássicas, UNESP/Araraquara.

Referências

BARROS, L. A. Curso básico de Terminologia. São Paulo: EDUSP, 2004.

BERGENHOLTZ, H.; TARP, S. LSP Lexicography or Terminography? The lexicographer’s point of view. In: FUERTES-OLIVERA, P. A. (org). Specialised Dictionaries for learners. Berlin: De Gruyter, 2010. p. 27-37.

BIDERMAN, M. T. C. Glossário. Alfa, São Paulo, 28 (supl.), p. 135-144, 1984.

BIDERMAN, M. T. C.; MURAKAWA, C. de A. A. (coord.). Banco de dados do Dicionário Histórico do Português do Brasil – séculos XVI, XVII e XVIII. Araraquara: Laboratório de Lexicografia/FCLAr, acesso restrito. Disponível em: https://corpus-one.fclar.unesp.br/philologic/. Acesso em: 03 jun. 2020.

BIDERMAN, M. T. C.; MURAKAWA, C. de A. A. (org.). Dicionário Histórico do Português do Brasil – séculos XVI, XVII e XVIII. Araraquara: Laboratório de Lexicografia/FCLAr. Não publicado.

BLUTEAU, R. Vocabulario portuguez & latino: aulico, anatomico, architectonico... Coimbra: Collegio das Artes da Companhia de Jesus, 1712-1728. Disponível em: http://dicionarios.bbm.usp.br/pt-br/dicionario/edicao/1. Acesso em: 03 jun. 2020.

CABRÉ, M. T. La terminología: representación y comunicación. Barcelona: IULA/UPF, 1999. DOI https://doi.org/10.1075/tlrp.1

FERREIRA, L. G. Erário mineral. FURTADO, J. F. (org.). Belo Horizonte: Fundação João Pinheiro, Centro de Estudos Históricos e Culturais (Coleção Mineiriana); Rio de Janeiro: Fundação Oswaldo Cruz, 2002. DOI: https://doi.org/10.7476/9788575412404. Disponível em: http://books.scielo.org/id/ypf34. Acesso em: 03 jun. 2020.

FERREIRA, L. G. Erário Mineral. Lisboa Occidental: Officina de Miguel Rodrigues, 1735.

FURTADO, J. F. Barbeiros, cirurgiões e médicos na Minas colonial. Revista do Arquivo Público Mineiro, Belo Horizonte, v. 41, p. 90-105, jul./dez. 2005. Disponível em: http://www.siaapm.cultura.mg.gov.br/modules/rapm/brtacervo.php?cid=951&op=1. Acesso em: 03 jun. 2020.

HENRIQUES, F. da F. Âncora Medicinal: para conservar a vida com saúde. Lisboa Oriental: Officina Augustiniana, 1731. Disponível em: https://books.google.com.br/books/about/Ancora_medicinal_para_conservar_a_vida_c.html?id=5j3nBk-eYgkC&printsec=frontcover&source=kp_read_button&redir_esc=y#v=onepage&q&f=false. Acesso em: 03 jun. 2020.

HENRIQUEZ, F. da F. Âncora Medicinal: para conservar a vida com saúde. Texto modernizado por Manoel Mourivaldo Santiago Almeida, Sílvio de Almeida Toledo Neto e Heitor Megale. Cotia, SP: Ateliê Editorial, 2004.

MENDES, J. A. Governos de mineiros: mui necessário, para os que vivem distantes de professores seis, oito, dez e mais léguas, padecendo por esta causa os seus domésticos e escravos queixas, que pela dilação dos remédios se fazem incuráveis, e as mais das vezes mortais. FILGUEIRAS, C. A. L. (org.). Belo Horizonte: Secretaria de Estado de Cultura de Minas Gerais, Arquivo Público Mineiro (tesouros do arquivo), 2012. Disponível em: https://fliphtml5.com/hdyki/gpci/basic. Acesso em: 03 jun. 2020.

MENDES, J. A. Governo de mineiros: mui necessário, para os que vivem distantes de professores seis, oito, dez e mais léguas, padecendo por esta causa os seus domésticos e escravos queixas, que pela dilação dos remédios se fazem incuráveis, e as mais das vezes mortais. Lisboa: Oficina de Antonio Rodrigues Galhardo, 1770.

MIRANDA, J. C. de. Prodigiosa Lagoa descuberta nas Congonhas das Minas do Sabará, que tem curado a varias pessoas dos achaques, que nesta Relação se expõem. Lisboa: Officina de Miguel Manescal da Costa, 1749. Disponível em: https://digital.bbm.usp.br/handle/bbm/7232. Acesso em: 03 jun. 2020.

MURAKAWA, C. de A. A. Vocabulário das enfermidades em documento do Brasil Colonial: o relato de Prodigiosa Lagoa (1749). In: MURAKAWA, C. de A. A.; NADIN, O. L. (org.). Terminologia: uma ciência interdisciplinar. Série Trilhas Linguísticas, n. 22. São Paulo: Cultura Acadêmica Editora, 2013. p. 83-101.

MURAKAWA, C. de A. A. Terminologia e marcas terminológicas na Lexicografia Portuguesa de Setecentos: D. Raphael Bluteau e António de Morais Silva. In: MARQUES, M. A.; KOLLER, E. (org.). Ciências da Linguagem: 30 anos de investigação e ensino. Braga: Centro de Estudos Humanísticos, Universidade do Minho, 2005. p. 217-230.

SCHIERHOLZ, S. Lexicografia de Especialidade e Terminografia. In: ISQUERDO, A. N.; SEABRA, M. C. T. C. de (org.). As ciências do léxico: Lexicologia, Lexicografia, Terminologia, v. 6, Campo Grande: EdUFMS, 2012. p. 371-396.

SILVA, A. de M. Grande Dicionário da Língua Portuguesa (1755/1824). Lisboa: Confluência, 1949.

SILVA, A. de M. Diccionario da lingua portugueza. Lisboa: Typographia Lacerdina, 1789. Disponível em: http://dicionarios.bbm.usp.br/pt-br/dicionario/edicao/2. Acesso em: 03 jun. 2020.

Downloads

Publicado

13.08.2021

Como Citar

DOMLADOVAC SILVA, C.; MURAKAWA, C. de A. A. Levantamento de unidades lexicais especializadas relativas à cura, em tratados medicinais do Brasil colonial. Domínios de Lingu@gem, Uberlândia, v. 15, n. 3, p. 814–834, 2021. DOI: 10.14393/DL47-v15n3a2021-7. Disponível em: https://seer.ufu.br/index.php/dominiosdelinguagem/article/view/52296. Acesso em: 12 abr. 2024.