Descrição de eventos de letramento no primeiro ano de um curso de graduação

plágio, paráfrase e ensino de escrita acadêmica

Autores

  • Marcia Sipavicius Seide Universidade Estadual do Oeste do Paraná

DOI:

https://doi.org/10.14393/DL33-v12n1a2018-3

Palavras-chave:

Linguística Aplicada, Letramentos acadêmicos, Eventos de letramento, Plágio, Paráfrase

Resumo

Este estudo de caso descreve eventos de letramentos ocorridos ao longo de uma disciplina de primeiro ano de um curso de Licenciatura em Letras. Os eventos abrangem os que foram promovidos por iniciativa do professor da disciplina e os criados como resposta às necessidades de aprendizagem dos alunos. Entre essas, destacou-se a de superar o uso do plágio como estratégia de escrita. Fundamentam o estudo a concepção de ensino centrada nas necessidades dos alunos e a abordagem de ensino de escrita acadêmica baseada nos letramentos acadêmicos (LEA; STREET, 1998). Os dados foram gerados por recolha e análise de textos acadêmicos. Eles mostram que a intervenção pedagógica docente resultou na diminuição quantitativa e/ou quantitativa de plágio e no aumento de habilidades de paráfrase e de citação e sugere que o atendimento das necessidades dos alunos deve ser priorizado independente da abordagem de ensino de escrita adotada.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Marcia Sipavicius Seide, Universidade Estadual do Oeste do Paraná

Docente do Programa de Pós-Graduação em Letras da Unioeste  e do Colegiado do Curso de Letras do Campus de Marechal Cândido Rondon.Membro efetivo do GT da ANPOLL Lexicologia, lexicografia e terminologia.Doutora em Língua Portuguesa e Filologia pela Universidade de São Paulo.

Referências

ARÉAN-GARCIA, N. Trajetória da constelação sufixal:- imo, - ista, -ístico (a) e ística – desde a origem grega às línguas modernas. Estudos Linguísticos, 42 (1), p. 442-454, jan-abr.2013. Disponível em: https://revistas.gel.org.br/estudos-linguisticos/article/viewFile/979/565. Acesso em: 29 ago 2016.

BRETAG, T. Implementing plagiarism policy in the internationalized university, 2005. Disponível em: https://www.researchgate.net/publication/228675234. Acesso em: 10 ago 2016.

CAMARGOS, D. UFMG cassa diploma de doutorado de professora por plágio. Disponível em: https://www.em.com.br/app/noticia/gerais/2015/10/27/interna_gerais,701989/ufmg-cassa-diploma-de-doutorado-de-professora-por-plagio.shtml. Acesso em 10 out. 2016.

CARLINO,P. Enseñar a escribir en todas las materias: como hacerlo en la universidad. In: Seminario Internacional de Inauguración Subsede Cátedra UNESCO. Lectura y escritura: nuevos desafíos, 2002. Mendoza, Argentina: Facultad de Educación Nacional de Cuyo, Mendoza, 6 de abril de 2002, p. 1-6.

CAVALCANTI, M. C. Um olhar metateórico e metametodológico em pesquisa em Linguística Aplicada: implicações éticas e políticas. In: MOITA-LOPES (org.) Por uma Linguística Aplicada Indisciplinar. São Paulo: Ed. Parábola. 2006. p. 231-252.

COPATTI, C.; MOREIRA, D. O. A formação estética para a construção do sensível na docência universitária. In: FÁVERO, A. A.; TONIETO, C.; ODY L. C. (orgs.). Docência Universitária: pressupostos teóricos e perspectivas didáticas. Campinas: Mercado de Letras, 2015, p. 121-147.

COSTA VAL, M. G. Redação e textualidade. São Paulo: Martins Fontes, 1993.

COUGHLIN, P. Plágio em Cinco Universidades de Moçambique: Amplitude, Técnicas de Detecção e Medidas de Controlo. Cadernos IESE, Maputo, Moçambique no.15, 2015. Disponível em: http://www.iese.ac.mz. Acesso em: 10 ago 2016.

DE MICHELI, A.; IGLESIA, P. Writing to learn biology in the framework of a didactic-curricular change in the first year program at an argentine university. In: THAISS, C. et. al. (orgs.) Writing Programs Worldwide. The WAC Clearinghouse South Carolina, USA, 2012, p. 35-42.

DEMO, P. Pesquisa: princípio científico e educativo. 14. ed. São Paulo: Cortez, 2011, 120p.

IVANIČ, R. Discourses of writing and learning to write. Language and education. v. 18, n. 3, p. 220-245, março, 2004. Disponível em: http://www.tandfonline.com/toc/rlae20/18/3?nav=tocList. Acesso em: 06 fev 2017.

LEA, M.; M.; STREET, B. V. Student Writing in Higher Education: an academic literacies approach. Studies in Higher Education, vol.23, no.2, p.175-172. Acesso em: 10 jan 2017. http://dx.doi.org/10.1080/03075079812331380364

LEWIS, M. The Lexical Approach. The State of ELT and a Way Forward. Londres: Language Teaching Publications, 1993, 330p.

MASSINI-CAGLIARI, G. Adaptação fonológica de nomes próprios de origem estrangeira: comparação entre Português Arcaico e Português Brasileiro. Estudos Linguísticos, São Paulo, 40 (20), p. 795-807, mai-ago 2011. Disponível em: https://revistas.gel.org.br/estudos-linguisticos/article/download/.../883. Acesso em: 29 ago 2016.

MCGOWAN, U. Plagiarism detection and prevention: are we putting the cart before the horse? Higher Education In a Changing World, p. 287-293. 2005. Disp. em https://www.researchgate.net/publication/228339483_Plagiarism_detection_and_prevention_Are_we_putting_the_cart_before_the_horse.Acesso em: 29 ago 2016.

Downloads

Publicado

29-03-2018

Como Citar

SIPAVICIUS SEIDE, M. Descrição de eventos de letramento no primeiro ano de um curso de graduação: plágio, paráfrase e ensino de escrita acadêmica . Domínios de Lingu@gem, [S. l.], v. 12, n. 1, p. 67–91, 2018. DOI: 10.14393/DL33-v12n1a2018-3. Disponível em: https://seer.ufu.br/index.php/dominiosdelinguagem/article/view/38511. Acesso em: 6 jul. 2022.