Variáveis facilitadoras na produção de palavras: dados de fala de crianças com Transtorno Fonológico

Autores

  • Letícia Pacheco Ribas Universidade Federal de Ciências da Saúde de Porto Alegre
  • Bruna Santos Sant'Anna Universidade Federal de Ciências da Saúde de Porto Alegre
  • Kariny Zencke da Silva Universidade Federal de Ciências da Saúde de Porto Alegre

DOI:

https://doi.org/10.14393/DLE-v9n5a2015-15

Palavras-chave:

Transtorno Fonológico, fonoaudiologia, GoldVarb-X.

Resumo

As crianças, durante o desenvolvimento da linguagem, precisam de um determinado tempo para a estabilidade de todo o sistema fonológico. No entanto, existe uma parcela da população infantil que não adquire todos os fonemas da língua materna no período esperado, caracterizando um quadro de alterações fonológicas sem uma causa conhecida. Este artigo examina a variabilidade de produção de cada consoante do português brasileiro nos dados de fala de crianças com Transtorno Fonológico, sendo delineado um panorama dessas ocorrências a partir de um grupo de variáveis linguísticas e extralinguísticas consideradas para o tratamento estatístico dos dados. Os resultados obtidos mostram que existem alvos em determinados contextos que favorecem a produção correta das palavras pelas crianças, o que facilita a proposição de diretrizes terapêuticas na clínica fonoaudiológica.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Letícia Pacheco Ribas, Universidade Federal de Ciências da Saúde de Porto Alegre

Professora Adjunto do Departamento de Fonoaudiologia/UFCSPA

Downloads

Publicado

28-08-2015

Como Citar

RIBAS, L. P.; SANT’ANNA, B. S.; DA SILVA, K. Z. Variáveis facilitadoras na produção de palavras: dados de fala de crianças com Transtorno Fonológico. Domínios de Lingu@gem, [S. l.], v. 9, n. 5, p. 288–308, 2015. DOI: 10.14393/DLE-v9n5a2015-15. Disponível em: https://seer.ufu.br/index.php/dominiosdelinguagem/article/view/29245. Acesso em: 13 ago. 2022.

Edição

Seção

Artigos

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)