Imigração chinesa em São Paulo e o seu português falado

Autores

  • Meng Yin Bi Universidade de São Paulo

DOI:

https://doi.org/10.14393/DLesp-v8n3a2014-10

Palavras-chave:

Português falado dos imigrantes chineses, aquisição da língua, interação cultural

Resumo

Com o desenvolvimento da comunicação e da sociedade, os movimentos migratórios estão cada vez mais dinâmicos no mundo. Os chineses, especialmente os do litoral da China, já tinham costume de emigração. A expansão das políticas de migração faz o Brasil um dos destinos mais populares dos chineses. Para os imigrantes velhos, o maior problema enfrentado é sempre a dificuldade da aquisição da língua, neste caso é português. Depois de alguns anos no Brasil, eles não têm grande problema na comunicação no dia-a-dia. Os estudos do Fishman sobre as etapas de processo a monolíngue mostram que este processo se realiza dentro de três gerações (1966.1988). Também há quatro passos de bilinguismo a monolinguismo (TARALLO e ALKMIN, 1987, p.67). A maioria dos imigrantes chineses que moram em São Paulo é da primeira ou segunda geração. Quer dizer a língua deles está no processo de transição. A forma de entrevista foi adotada para aprender o português falado dos chineses em São Paulo.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Meng Yin Bi, Universidade de São Paulo

Bolsista do CNPq, mestrado no curso de Filologia e Língua Portuguesa da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da USP

Downloads

Publicado

17-09-2014

Como Citar

BI, M. Y. Imigração chinesa em São Paulo e o seu português falado. Domínios de Lingu@gem, [S. l.], v. 8, n. 3, p. 166–187, 2014. DOI: 10.14393/DLesp-v8n3a2014-10. Disponível em: https://seer.ufu.br/index.php/dominiosdelinguagem/article/view/26409. Acesso em: 6 jul. 2022.