As práticas orais na escola: recomendações do livro didático do 1º ano do ensino fundamental

Autores

  • Tatiane Henrique Sousa-Machado Universidade Paranaense - UNIPAR

DOI:

https://doi.org/10.14393/DL13-v7n1a2013-12

Palavras-chave:

Oralidade. Letramento, Livro didático, Ensino Fundamental.

Resumo

Este estudo, de natureza qualitativa e interpretativa, tem como objetivo analisar o tratamento da oralidade nas propostas apresentadas no livro didático "Hoje é dia de Português" de Samira Campedelli, Editora Positivo (1º ano). Objetiva-se assim, discutir a oralidade como objeto de ensino; comparar as práticas às recomendações dos Parâmetros Curriculares e Diretrizes Curriculares. Desse modo, destaca-se que por mais que o manual de utilização do livro didático apresente pressupostos teóricos pautados em documentos oficiais, quando o olhar se volta às atividades propostas a oralidade é negligenciada, uma vez que os gêneros indicados nesse manual não são contemplados nas unidades. Além disso, impera a voz do docente por meio da oralização, cabendo ao aluno somente "conversar" sobre o texto lido. Pesquisas como essa, demonstram a importância da capacitação docente, para que munido do livro didático proponha outras atividades de alfabetização e ampliação dos graus de letramento do aluno.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Tatiane Henrique Sousa-Machado, Universidade Paranaense - UNIPAR

Docente da Língua Portuguesa e Linguagem Jurídica na Universidade Paranaense - UNIPAR

Mestranda  do Programa de Mestrado e Doutorado da Universidade Estadual de Maringá - UEM. contato.tatiane@unipar.br

Downloads

Publicado

30-06-2013

Como Citar

SOUSA-MACHADO, T. H. As práticas orais na escola: recomendações do livro didático do 1º ano do ensino fundamental. Domínios de Lingu@gem, [S. l.], v. 7, n. 1, p. 224–244, 2013. DOI: 10.14393/DL13-v7n1a2013-12. Disponível em: https://seer.ufu.br/index.php/dominiosdelinguagem/article/view/21663. Acesso em: 16 maio. 2022.