Glossário de manuscritos goianos setecentistas: critérios de elaboração

Autores

  • Vanessa Regina Duarte Xavier USP

Palavras-chave:

Glossário de Manuscritos Goianos Setecentistas, Dicionário, Vocabulário, Macroestrutura, Microestrutura.

Resumo

O texto tem como finalidade apresentar questões relativas à elaboração de um Glossário de Manuscritos Goianos Setecentistas. Para tanto, esboça, inicialmente, algumas distinções e semelhanças entre o glossário, o dicionário e o vocabulário, à esteira de Camara Jr. (2009), Coelho (2008), Haensch et al (1982) etc., a fim de evidenciar a concepção de glossário que norteou a formulação do modelo aqui proposto. A seguir, tematiza a composição do glossário, abordando a organização e a finalidade de cada elemento que constitui a sua macro e microestrutura (CASARES, 1992; DUBOIS e DUBOIS, 1971; HAENSCH et al, 1982). Compõem o glossário os substantivos, adjetivos e verbos inventariados em setenta e três fólios do “Livro para servir no registro do caminho novo de Parati – Thomé Ignácio da Costa Mascarenhas (1724-1762)”. Tais itens foram consultados em dicionários da época, a saber, Bluteau (1712-1728) e Moraes Silva (1813), e em um atual, Ferreira (2004), dos quais extraímos as acepções mais adequadas aos contextos de uso do corpus. A importância da elaboração deste glossário é a possibilidade de elucidar os significados dos itens lexicais, com base no emprego destes no corpus, de modo a favorecer a sua compreensão.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Vanessa Regina Duarte Xavier, USP

Doutoranda em Filologia e Língua Portuguesa pela USP e bolsista FAPESP.

Downloads

Publicado

21-11-2011

Como Citar

XAVIER, V. R. D. Glossário de manuscritos goianos setecentistas: critérios de elaboração. Domínios de Lingu@gem, [S. l.], v. 5, n. 2, p. 108–120, 2011. Disponível em: https://seer.ufu.br/index.php/dominiosdelinguagem/article/view/13681. Acesso em: 21 maio. 2022.

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)