Questionando a funcionalidade das traduções do Chico Bento para o inglês

Autores

  • Michelle de Abreu Aio UFSC
  • Elisângela Liberatti

DOI:

https://doi.org/10.14393/DL11-v5n3a2011-4

Palavras-chave:

Histórias em Quadrinhos, Chico Bento, Tradução, Variação Linguística, Funcionalismo Nordiano.

Resumo

As Histórias em Quadrinhos (HQs) de Chico Bento, da autoria de Maurício de Souza, representam o suposto típico caipira brasileiro, sendo que as figuras e as falas dos personagens são uma tentativa de representação do cenário caipira dessas histórias. As HQs de Maurício de Souza são traduzidas para 50 idiomas diferentes e publicadas em mais de 120 países, mas, quando se trata de HQs do Chico Bento, o panorama é outro: existem apenas três traduções publicadas em língua inglesa, talvez pelo fato de o texto do Chico Bento ser carregado de variações linguísticas do português brasileiro não padrão e apresentar fatores culturalmente marcados. Dentro desse contexto, o presente artigo propõe uma análise funcionalista de alguns quadros de três HQs do Chico Bento traduzidos para o inglês, à luz da proposta de Nord (1991), a fim de analisar se as escolhas tradutórias são pertinentes ao propósito a que foram atribuídas.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Michelle de Abreu Aio, UFSC

Mestranda do Programa de Pós-Graduação em Estudos da Tradução

Elisângela Liberatti

Mestranda do Programa de Pós-Graduação em Estudos da Tradução

Downloads

Publicado

09.04.2012

Como Citar

AIO, M. de A.; LIBERATTI, E. Questionando a funcionalidade das traduções do Chico Bento para o inglês. Domínios de Lingu@gem, Uberlândia, v. 5, n. 3, p. 38–51, 2012. DOI: 10.14393/DL11-v5n3a2011-4. Disponível em: https://seer.ufu.br/index.php/dominiosdelinguagem/article/view/13567. Acesso em: 1 mar. 2024.

Edição

Seção

Artigos