O imaginário sobre a importância da língua inglesa na escola pública

Autores

  • Giovani Forgiarini Aiub UFRGS

DOI:

https://doi.org/10.14393/DL5-v3n1a2009-6

Palavras-chave:

Imaginário, Língua Inglesa, Análise do Discurso

Resumo

A aprendizagem de línguas estrangeiras em escolas da rede pública, em especial a língua inglesa, se caracteriza principalmente pela sua alta taxa de insucesso. Além disso, o ensino destas outras línguas, como vem sendo concebido nos dias de hoje, tem uma base estritamente linguística, supondo a língua homogênea e transparente, e o sujeito como centrado, idealizado e dono de seu dizer. Este trabalho, filiado à  Teoria da Análise do Discurso de vertente francesa, busca saber quais são os discursos que circulam sobre a importância de ensinar e de aprender inglês neste contexto, busca saber qual o imaginário do professor e do aluno sobre a relevância da língua inglesa. Busca saber também qual imagem que eles têm sobre este referente. Para tanto, foram questionados professores e alunos do ensino fundamental e médio que já tenham passado pela experiência de (tentar) ensinar e (tentar) aprender esta outra língua.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Giovani Forgiarini Aiub, UFRGS

Graduado em Letras (2007), licenciatura em Português-Inglês pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS) e mestre em Letras (2010) pelo PPGLet/UFRGS na área de Estudos da Linguagem na especialidade Teorias do Texto e do Discurso tendo sido bolsista CAPES durante o período do mestrado.

Downloads

Publicado

02.02.2011

Como Citar

AIUB, G. F. O imaginário sobre a importância da língua inglesa na escola pública. Domínios de Lingu@gem, Uberlândia, v. 3, n. 1, p. 135–163, 2011. DOI: 10.14393/DL5-v3n1a2009-6. Disponível em: https://seer.ufu.br/index.php/dominiosdelinguagem/article/view/11500. Acesso em: 24 fev. 2024.