Professores e a relação entre hábito da leitura e eficiência na recepção e produção de textos

Autores

  • Adriana Cristina Cristianini UNIBAN

DOI:

https://doi.org/10.14393/DL1-v1n1a2007-10

Palavras-chave:

Linguística textual, Recepção e Produção de Textos, Formação de professores

Resumo

Valendo-se de uma pesquisa com docentes inseridos em um programa especial de formação universitária que resultou em dissertação de mestrado, pôde-se observar que a capacidade de recepção e produção de textos se desenvolve somente com o exercício constante dessas práticas. A seleção das partes essenciais, a captação da macroestrutura, o uso da argumentação, os elementos coesivos, o emprego das metarregras, todos os processos são conseqüências do grau de experiência desenvolvida pelo leitor/autor do texto. Este trabalho apresenta algumas das observações feitas no decorrer da pesquisa e, para resultar em algum tipo de utilidade, deve ser divulgada, principalmente àqueles que foram objeto de estudo e a seus pares.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Adriana Cristina Cristianini, UNIBAN

Professora universitária, mestre em Comunicação e Letras pela Universidade Presbiteriana Mackenzie, doutoranda em Semiótica e Lingüística Geral pela Universidade de São Paulo.

Downloads

Publicado

28-01-2011

Como Citar

CRISTIANINI, A. C. Professores e a relação entre hábito da leitura e eficiência na recepção e produção de textos. Domínios de Lingu@gem, [S. l.], v. 1, n. 1, 2011. DOI: 10.14393/DL1-v1n1a2007-10. Disponível em: https://seer.ufu.br/index.php/dominiosdelinguagem/article/view/11402. Acesso em: 24 set. 2022.