A expressividade dos estrangeirismos na poesia de Carlos Drummond de Andrade

Autores

  • Elis de Almeida Cardoso FFLCH/USP

DOI:

https://doi.org/10.14393/DL1-v1n1a2007-3

Palavras-chave:

Estrangeirismos, Estilística, Carlos Drummond de Andrade

Resumo

Na obra poética drummondiana percebe-se que o autor utiliza vocábulos procedentes das mais variadas línguas. O objetivo é mostrar que, na grande maioria das vezes, os estrangeirismos são utilizados como um recurso estilístico. Ou o poeta pretende dar a seu texto autenticidade, ao se referir a pessoas de outras nacionalidades e a outros países, ou escolhe a palavra estrangeira por ela ser mais expressiva do que a vernácula.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Elis de Almeida Cardoso, FFLCH/USP

Downloads

Publicado

18.01.2011

Como Citar

CARDOSO, E. de A. A expressividade dos estrangeirismos na poesia de Carlos Drummond de Andrade. Domínios de Lingu@gem, Uberlândia, v. 1, n. 1, 2011. DOI: 10.14393/DL1-v1n1a2007-3. Disponível em: https://seer.ufu.br/index.php/dominiosdelinguagem/article/view/11393. Acesso em: 29 fev. 2024.