Sucessão e gestão na atividade leiteira familiar

relato de experiência da Agropecuária Zambiasi no município de Coqueiros do Sul- RS

Autores

DOI:

https://doi.org/10.14393/RCT153713

Resumo

A produção de leite tem sido um dos principais pilares de sustentação das famílias no meio rural. Contudo, a falta de gestão e de sucessão familiar têm sido temas recorrentes no debate sobre os entraves ao fortalecimento da agricultura familiar, principalmente na atividade leiteira. Neste contexto, este trabalho teve como objetivo sistematizar e relatar a experiência de uma família de produtores de leite. O estudo foi realizado em uma propriedade rural, a Agropecuária Zambiasi, localizada no município de Coqueiros do Sul, na região Norte do estado do Rio Grande do Sul. Para coleta das informações, foi realizada entrevista com a família, utilizado um roteiro semiestruturado, desenvolvido na disciplina de Gestão da Propriedade Rural, do Curso de Mestrado Profissional em Desenvolvimento Rural da Universidade de Cruz Alta. Pode-se dizer que, a gestão compartilhada, o controle dos indicadores zootécnicos e econômicos o incentivo ao estudo dos sucessores e a remuneração pelo seu trabalho, têm garantido a sustentabilidade da Agropecuária Zambiasi.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Larissa de Souza Zambias, Universidade de Cruz Alta

Discente do Mestrado Profissional em Desenvolvimento Rural da Universidade de Cruz Alta.

Claudia Maria Prudêncio de Mera, Universidade de Cruz Alta

Universidade de Cruz Alta, Cruz Alta, RS, Brasil.

Lucas Carvalho Siqueira, Universidade de Cruz Alta

Possui graduação(2004) e mestrado (2007) e doutorado (2011) em Medicina Veterinária pela Universidade Federal de Santa Maria. Professor Titular da Universidade de Cruz Alta, RS.

Downloads

Publicado

22-12-2020

Como Citar

ZAMBIAS, L. de S.; MERA, C. M. P. de; SIQUEIRA, L. C. Sucessão e gestão na atividade leiteira familiar: relato de experiência da Agropecuária Zambiasi no município de Coqueiros do Sul- RS. Revista Campo-Território, Uberlândia, v. 15, n. 37 Ago., p. 01–10, 2020. DOI: 10.14393/RCT153713. Disponível em: https://seer.ufu.br/index.php/campoterritorio/article/view/53459. Acesso em: 25 jul. 2024.

Edição

Seção

Relato de experiência