CARACTERIZAÇÃO FENOLÓGICA DA COBERTURA VEGETAL DO OESTE DA BAHIA A PARTIR DE SÉRIES TEMPORAIS DE EVI DO SENSOR MODIS

Conteúdo do artigo principal

Elane Fiuza Borges
Edson Eyji Sano

Resumo

Esta pesquisa objetivou caracterizar a fenologia da cobertura vegetal do Oeste da Bahia por meio de métricas fenológicas derivadas de séries temporais de índice de vegetação realçado (EVI) do sensor Moderate Resolution Imaging Spectroradiometer (Modis) do período de 2000-2011. As séries temporais foram processadas no programa Timesat para extrair as métricas fenológicas de taxas de rebrota, senescência, produtividade total e sazonal, valores de mínimo e máximo, comprimento e amplitude alcançados em cada estação climática. Posteriormente realizaram-se as tabulações cruzadas entre as métricas fenológicas obtidas das seguintes classes de cobertura vegetal natural e antrópica da área de estudo: formação campestre, formação savânica, floresta estacional e agropecuária. Resultados desse estudo permitiram evidenciar as adaptações vegetativas relacionadas ao periodismo da vegetação no Oeste da Bahia. Observou-se grande heterogeneidade na representação das métricas fenólogicas, pois a vegetação do Cerrado apresenta elevada diversidade em termos de estrutura (composto por um mosaico de formações campestre, savânica e florestal), além de apresentar forte influência da sazonalidade climática. Essas características refletem-se em acentuadas diferenças em termos de índice de área foliar, densidade e distribuição espacial de indivíduos e teor de água nas folhas, entre outros parâmetros. Portanto, os distintos padrões das métricas encontrados nesse estudo estão relacionados às características naturais e adaptativas ao ambiente de cada fitofisionomia presente na área de estudo. No caso da agropecuária (principalmente culturas agrícolas de sequeiro e pastagens cultivadas), as métricas também apresentaram elevada heterogeneidade, por causa da diversidade em termos de tipo de cultura (por exemplo, soja, milho, algodão e milheto) e manejo de solos e planta (por exemplo, plantio direto e plantio convencional).

Downloads

Não há dados estatísticos.

Métricas

Carregando Métricas ...

Detalhes do artigo

Como Citar
BORGES, E. F.; SANO, E. E. CARACTERIZAÇÃO FENOLÓGICA DA COBERTURA VEGETAL DO OESTE DA BAHIA A PARTIR DE SÉRIES TEMPORAIS DE EVI DO SENSOR MODIS. Revista Brasileira de Cartografia, [S. l.], v. 66, n. 6, 2014. DOI: 10.14393/rbcv66n6-44712. Disponível em: https://seer.ufu.br/index.php/revistabrasileiracartografia/article/view/44712. Acesso em: 3 dez. 2022.
Seção
Artigos

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)