MODELO DE INCERTEZA PARA SONDADORES DE FEIXE SIMPLES

Conteúdo do artigo principal

Ítalo Oliveira Ferreira
Dalto Domingos Rodrigues
Arthur Ayres Neto
Cristina Sameiro Monteiro

Resumo

A determinação do relevo submerso é tarefa árdua, porém necessária em diversas áreas do conhecimento. Independentemente dos processos e instrumentos utilizados no levantamento hidrográfico, as observações de posição e profundidade conterão incertezas. Este artigo objetiva realizar uma análise teórica dos principais fatores que compõem o modelo de incertezas de uma sondagem batimétrica através de sistemas de feixe simples, apresentando, ao final, uma aplicação prática da metodologia proposta para o sistema monofeixe montado a bordo da embarcação EAM-01 do Departamento de Engenharia Civil da Universidade Federal de Viçosa. Os resultados mostraram que a metodologia apresentada pode ser utilizada para avaliar, a priori, se o sistema de sondagem é capaz de atingir as exigências do projeto. Com a aplicação prática da metodologia pode-se constatar que o sistema monofeixe montado a bordo da embarcação cumpre os requisitos da Norma para Execução de Levantamentos Hidrográficos da Marinha do Brasil (NORMAM-25).

Palavras chaves: Batimetria, levantamento hidrográfico, modelo de incertezas, medição de profundidade.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Métricas

Carregando Métricas ...

Detalhes do artigo

Como Citar
FERREIRA, Ítalo O.; RODRIGUES, D. D.; NETO, A. A.; MONTEIRO, C. S. MODELO DE INCERTEZA PARA SONDADORES DE FEIXE SIMPLES. Revista Brasileira de Cartografia, [S. l.], v. 68, n. 5, 2016. Disponível em: https://seer.ufu.br/index.php/revistabrasileiracartografia/article/view/44421. Acesso em: 12 ago. 2022.
Seção
Artigos

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)

1 2 > >>