AVERIGUAÇÃO DA NBR 13133 JUNTO AOS PADRÕES DE EXATIDÃO CARTOGRÁFICA PARA FINS DE LEVANTAMENTOS TOPOGRÁFICOS ALTIMÉTRICOS: ESTUDO DE CASO EM ÁREA NO MUNICÍPIO DE NOVA PRATA DO IGUAÇU-PR

Conteúdo do artigo principal

Carlos Henrique Sopchaki
Juliano Sartori Langaro
Mayara Soares de Sousa
Tony Vinicius Moreira Sampaio

Resumo

Os levantamentos topográficos têm sido utilizados, por diversas áreas do conhecimento, para representar o relevo terrestre em escala de detalhe, através da geração de Modelos Digitais do Terreno (MDT). Os levantamentos topográficos no Brasil são normatizados por norma especíï¬ca, da Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT). O objetivo deste artigo foi o de averiguar se as densidades mínimas de pontos estipuladas pela ABNT estão adequadas para a escala de levantamento desejada. Assim, foi efetuado um levantamento topográfico em uma área de cerca de 2 ha no município de Nova Prata do Iguaçu-PR contendo 605 pontos cotados e em função dele foram gerados três pares de MDT, sendo cada par constituído por modelos com mesmo n amostral, porém com diferentes arranjos amostrais. Os MDT gerados foram comparados (entre pares) e os resultados demonstraram que, para um terreno com aproximadamente 25% de declividade, a densidade mínima de pontos estabelecida pela ABNT está subdimensionada e que, mesmo modelos contendo 4 vezes a quantidade mínima de pontos estabelecida pela ABNT não se enquadrariam sequer na Classe C dos Padrões de Exatidão Cartográï¬ca (PEC).

Downloads

Não há dados estatísticos.

Métricas

Carregando Métricas ...

Detalhes do artigo

Como Citar
SOPCHAKI, C. H.; LANGARO, J. S.; SOUSA, M. S. de; SAMPAIO, T. V. M. AVERIGUAÇÃO DA NBR 13133 JUNTO AOS PADRÕES DE EXATIDÃO CARTOGRÁFICA PARA FINS DE LEVANTAMENTOS TOPOGRÁFICOS ALTIMÉTRICOS: ESTUDO DE CASO EM ÁREA NO MUNICÍPIO DE NOVA PRATA DO IGUAÇU-PR. Revista Brasileira de Cartografia, [S. l.], v. 68, n. 3, 2016. Disponível em: https://seer.ufu.br/index.php/revistabrasileiracartografia/article/view/44407. Acesso em: 22 maio. 2022.
Seção
Artigos
Biografia do Autor

Carlos Henrique Sopchaki, Universidade Federal do Paraná

Doutor em Geografia - UFPR, Mestre em Geografia - UFPR, Especialista em Análise Ambiental - UFPR, Bacharel e Licenciado em Geografia - UFPR.

Juliano Sartori Langaro, INMETRO

Graduado em Sistemas de Informação, Especialista em Teleinformática e Redes de Computadores, Especialista em Análise Ambiental.

Mayara Soares de Sousa, Universidade Federal do Paraná

Geógrafa - Mestranda em Geografia - UFPR

Tony Vinicius Moreira Sampaio, Universidade Federal do Paraná

Professor Doutor do Departamento de Geografia - UFPR