Uma análise da aplicação de sistemas de memórias na tradução de textos jurídicos: o caso das procurações

Autores

  • Erika Nogueira de Andrade Stupiello Universidade Estadual Paulista - Unesp - Campus de São José do Rio Preto/Professora Assistente Doutora
  • Sophie Helena Bannister Mestranda (Humboldt- Universität zu Berlin)

DOI:

https://doi.org/10.14393/LL63-v32n1a2016-5

Palavras-chave:

sistemas de memórias de tradução, procuração, formação de tradutores

Resumo

Este trabalho é parte de um projeto de pesquisa mais amplo que tem por meta investigar os possíveis efeitos da adoção dos sistemas de memórias de tradução na prática do tradutor em formação. De modo específico, o objetivo é analisar o emprego de um sistema de memória (Wordfast Classic) na tradução (inglês/português) de um texto de teor jurídico (procuração) realizada por estudantes do penúltimo ano de graduação em tradução. Com base em um estudo teórico sobre a concepção e o uso de sistemas de memórias em tradução, avaliou-se um total de dezoito traduções, sendo metade delas realizadas com essa ferramenta e a outra metade sem essa tecnologia. Os resultados indicam um maior índice de semelhança entre as traduções realizadas com o sistema Wordfast. Apesar da pequena escala deste estudo, concluímos que tal fato pode ser resultante do trabalho controlado e delimitado pela ferramenta utilizada pelo tradutor.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Erika Nogueira de Andrade Stupiello, Universidade Estadual Paulista - Unesp - Campus de São José do Rio Preto/Professora Assistente Doutora

Professora de Prática de Tradução e Tecnologias de Tradução junto ao Departamento de Letras Modernas da Unesp de São José do Rio Preto. 

Pesquisadora e professora do programa de Pós-graduação em Estudos Linguísticos da Unesp de São José do Rio Preto. Área de concentração: Estudos da Tradução.

Sophie Helena Bannister, Mestranda (Humboldt- Universität zu Berlin)

Tradutora autônoma (inglês/português/espanhol)
Mestranda em Estudos Britânicos na Humboldt- Universität zu Berlin

Downloads

Publicado

2016-08-21

Como Citar

STUPIELLO, E. N. de A.; BANNISTER, S. H. Uma análise da aplicação de sistemas de memórias na tradução de textos jurídicos: o caso das procurações. Letras & Letras, Uberlândia, v. 32, n. 1, p. 91–108, 2016. DOI: 10.14393/LL63-v32n1a2016-5. Disponível em: https://seer.ufu.br/index.php/letraseletras/article/view/33061. Acesso em: 19 maio. 2024.