Uma proposta de vocabulário bilíngue inglês/português para o Turismo de Negócios e Eventos direcionada pelo corpus: da teoria à prática

Autores

  • Danila Alves Carvalho Universidade Federal de Uberlândia

DOI:

https://doi.org/10.14393/DLE-v9n5a2015-22

Resumo

Resumo: Este artigo tem o objetivo de evidenciar as etapas de construção de um vocabulário bilíngue direcionado pelo corpus. Mas antes mesmo de demonstrar esta sequência de etapas metodológicas, vamos abordar, ainda que rapidamente, as bases teóricas que orientam a produção desta obra terminológica, como: a Teoria Comunicativa da Terminologia de Cabré (1995); a tipologia das obras lexicais e definição de campo de Barbosa (2007); os estudos de Krieger e Finatto (2010) sobre Terminologia; a tese de Fromm (2009) que trabalha a construção de vocabulários eletrônicos para aprendizes de tradução e os pressupostos teóricos da Linguística de Corpus de Parodi (2008) e Teixeira (2008). Depois de realizada uma breve compreensão teórica, as etapas metodológicas são descritas, e são elas: a criação da árvore de domínio do turismo - esta elaborada a partir da realidade brasileira e de base motivacional; a Linguística de Corpus enquanto metodologia para a coleta e tratamento de dados via suíte WordSmith Tools, e a inserção de dados nas fichas terminológicas da plataforma Votec, que trabalha com a gestão terminológica online e também é fonte de inspiração deste trabalho (http://www.pos.voteconline.com.br/; FROMM, 2007 ), para a construção das definições. Assim, acreditamos que estas informações possam ajudar os iniciantes em Terminologia com foco em construção vocabulários, além de contribuir com estudos científicos relacionados à área.

Palavras-chave: Vocabulário Bilíngue. Linguística de Corpus. Turismo de Negócios e Eventos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

28-08-2015

Como Citar

CARVALHO, D. A. Uma proposta de vocabulário bilíngue inglês/português para o Turismo de Negócios e Eventos direcionada pelo corpus: da teoria à prática. Domínios de Lingu@gem, [S. l.], v. 9, n. 5, p. 424–442, 2015. DOI: 10.14393/DLE-v9n5a2015-22. Disponível em: https://seer.ufu.br/index.php/dominiosdelinguagem/article/view/30273. Acesso em: 6 jul. 2022.

Edição

Seção

Artigos