O funcionamento discursivo de "máscara" no jornal Sineta/CPERS

Autores

  • Luciane Botelho Martins UCPel- Pelotas

DOI:

https://doi.org/10.14393/DL17-v9n1a2015-14

Palavras-chave:

Discurso, Posição-sujeito, Ideologia

Resumo

Este artigo reflete sobre o discurso produzido pelo CPERS-Sindicato, materializado no jornal Sineta em dois momentos distintos. Busco, então, examinar o processo discursivo nesses periódicos, e para isso parto da análise de enunciados e imagens que compõem as capas, onde constam os vocábulos "desmascara" e "máscara". Assim, tendo como perspectiva a Análise do Discurso pecheutiana, busco verificar se esse sindicato assume posições-sujeito diferentes quando produz discursos sobre governos administrados por partidos ideologicamente divergentes, neste caso PSDB (representado por Yeda Crusius) e PT (representado pelo então governador Tarso Genro). 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Luciane Botelho Martins, UCPel- Pelotas

Professora de anos iniciais (municipal e estadual). Graduada em Letras Português-Inglês. Especialista em Pedagogia Gestora - UNIVEST. Especialista em Linguística e Ensino - FURG. Mestranda do Curso de Linguística Aplicada - UCPel e membro do LEAD/UCPel (Laboratório de Estudos em Análise do Discurso)

Downloads

Publicado

15-07-2015

Como Citar

MARTINS, L. B. O funcionamento discursivo de "máscara" no jornal Sineta/CPERS. Domínios de Lingu@gem, [S. l.], v. 9, n. 1, p. 268–284, 2015. DOI: 10.14393/DL17-v9n1a2015-14. Disponível em: https://seer.ufu.br/index.php/dominiosdelinguagem/article/view/28638. Acesso em: 10 ago. 2022.