A prática de análise linguística no livro didático: uma perspectiva em construção

Autores

  • Francieli Heineck Universidade Federal da Fronteira Sul - UFFS
  • Francieli Matzenbacher Pinton Universidade Federal da Fronteira Sul - UFFS

DOI:

https://doi.org/10.14393/DL15-v8n1a2014-25

Palavras-chave:

Linguística Aplicada

Resumo

Levando em consideração que o livro didático é, formalmente, um dos materiais estruturadores dos conhecimentos transmitidos nas escolas, este artigo tem como objetivo analisar de que forma o ensino de gramática se efetiva nos livros didáticos, em específico no livro do 6º ano da coleção Português: linguagens (2012). O corpus de análise compreende nove seções intituladas "língua em foco". Nestas seções são abordadas as classes de palavras, dentre elas o substantivo, o adjetivo, o artigo, o numeral, o pronome e o verbo. As seções foram analisadas com foco nos contrastes entre ensino de gramática normativa e prática de análise linguística (MENDONÇA, 2006). Os resultados sinalizam que, embora o ensino reflexivo da língua seja apontado como um dos pontos fortes do livro, segundo o Guia de livros didáticos de Língua Portuguesa, esse ensino, em certa medida, não se efetiva nas seções analisadas, já que há a prevalência da prescrição em detrimento da reflexão.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

30-06-2014

Como Citar

HEINECK, F.; PINTON, F. M. A prática de análise linguística no livro didático: uma perspectiva em construção. Domínios de Lingu@gem, [S. l.], v. 8, n. 1, p. 439–458, 2014. DOI: 10.14393/DL15-v8n1a2014-25. Disponível em: https://seer.ufu.br/index.php/dominiosdelinguagem/article/view/24875. Acesso em: 29 maio. 2022.

Artigos Semelhantes

1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 > >> 

Você também pode iniciar uma pesquisa avançada por similaridade para este artigo.