Estratégias sintáticas no português falado: construções adverbiais na conversação

Autores

  • Ana Maria Lima Universidade Federal de Pernambuco

Palavras-chave:

Língua Portuguesa, Sintaxe, Conversação, Construções Adverbiais

Resumo

Um rápido levantamento bibliográfico sobre questões sintáticas evidencia que a grande maioria dos trabalhos publicados toma como objeto de análise a língua escrita, sendo poucos os estudos que põem em exame fenômenos sintáticos tendo como base um corpus de língua falada, e menos ainda do português falado. Visando contribuir para a diminuição dessa lacuna, este trabalho pretende apresentar uma síntese dos resultados de pesquisa sobre o funcionamento textual e discursivo das construções adverbiais no português brasileiro falado, mais especificamente na conversação face a face. A fim de atingir os objetivos a que se propõe, este estudo fundamenta-se em alguns pressupostos funcionalistas, tomando como princípio geral o de que a gramática é "sensível às pressões do uso" (NEVES, 1997), o que significa dizer que o falante organiza gramaticalmente suas expressões linguísticas com base não apenas no conhecimento que tem acerca do sistema de sua língua, mas, principalmente, nos propósitos comunicativos que almeja alcançar na interação verbal. A análise aqui empreendida corrobora a hipótese de que a opção pelo emprego de uma construção adverbial, pelo falante, visa atender a seus propósitos comunicativos, propósitos esses que só emergem no curso da conversação.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Ana Maria Lima, Universidade Federal de Pernambuco

Professora Adjunto do Depto. de Letras da Universidade Federal de Pernambuco. Concluiu o Doutorado em Linguística e Língua Portuguesa, na UNESP, Campus de Araraquara, em 2002.

Downloads

Publicado

20-12-2013

Como Citar

LIMA, A. M. Estratégias sintáticas no português falado: construções adverbiais na conversação. Domínios de Lingu@gem, [S. l.], v. 7, n. 2, p. 257–288, 2013. Disponível em: https://seer.ufu.br/index.php/dominiosdelinguagem/article/view/23508. Acesso em: 8 ago. 2022.