Um estudo de caso sobre os tipos de erros orais de alunos novatos de língua inglesa LE

Autores

  • Thatiany Goularth Carneiro Excellent Global
  • Marcia Regina Pawlas Carazzai Universidade Estadual do Centro Oeste

DOI:

https://doi.org/10.14393/DL3-v2n1a2008-3

Palavras-chave:

Língua inglesa, Tipos de erros, Ensino, Aprendizagem

Resumo

O presente artigo reporta os resultados de um estudo que investigou os tipos de erros orais que seis aprendizes de língua inglesa mais cometiam. Para tal, foram gravadas em áudio e transcritas dez aulas de uma turma composta por seis alunos de nível Novice High, em uma escola de idiomas no interior do estado do Paraná. Os resultados indicaram que, dos 154 erros identificados, os que mais apareceram foram os Intralinguais, totalizando 141 erros. Os erros Interlinguais apareceram quatorze vezes e os erros ambíguos foram os que menos surgiram - somente uma vez. Finalmente, os erros induzidos apareceram quatro vezes durante as aulas, o que indica que, talvez a professora deva tomar mais cuidado com o modo de apresentar a língua estrangeira aos seus alunos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Thatiany Goularth Carneiro, Excellent Global

Graduada em Letras-Inglês pela Universidade Estadual do Centro-Oeste

Marcia Regina Pawlas Carazzai, Universidade Estadual do Centro Oeste

Mestre em Letras-Inglês e Literaturas Correspondentes pela Universidade Federal de Santa Catarina e professora do Departamento de Letras da Universidade Estadual do Centro-Oeste.

Downloads

Publicado

31.01.2011

Como Citar

CARNEIRO, T. G.; CARAZZAI, M. R. P. Um estudo de caso sobre os tipos de erros orais de alunos novatos de língua inglesa LE. Domínios de Lingu@gem, Uberlândia, v. 2, n. 1, 2011. DOI: 10.14393/DL3-v2n1a2008-3. Disponível em: https://seer.ufu.br/index.php/dominiosdelinguagem/article/view/11474. Acesso em: 17 abr. 2024.