Uma proposta para a origem do morfema relativo "que"

Autores

  • Marilza de Oliveira FFLCH/USP

DOI:

https://doi.org/10.14393/DL1-v1n1a2007-8

Palavras-chave:

Gramática Histórica, Morfema relativo 'que', Latim clássico

Resumo

Busco traçar o percurso da evolução da estratégia de relativização portuguesa visando a identificar o trigger estrutural que levou à formação do morfema invariável que. Começo com a revisão das gramáticas históricas. Apoiando-me na proposta da estrutura da periferia esquerda da sentença (Rizzi 1995), procedo à análise descritiva das relativas em texto do latim vulgar (Peregrinatio Aetheriae) e em textos vazados no latim-português.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

21.01.2011

Como Citar

OLIVEIRA, M. de. Uma proposta para a origem do morfema relativo "que". Domínios de Lingu@gem, Uberlândia, v. 1, n. 1, 2011. DOI: 10.14393/DL1-v1n1a2007-8. Disponível em: https://seer.ufu.br/index.php/dominiosdelinguagem/article/view/11400. Acesso em: 5 mar. 2024.