Os "novos mapas políticos e culturais" e a pedagogia do conflito

Autores

  • Maria Clarisse Vieira

DOI:

https://doi.org/10.14393/REVEDFIL.v12n24a1998-851

Palavras-chave:

pedagogia do conflito, política educacional, currículo

Resumo

Resumo: Analisa algumas dimensões da política educacional adotada recentemente no Brasil pela "nova direita" e da necessidade de uma linguagem da possibilidade, que viabilize o exercício e discurso da contra-hegemonia. A partir da pedagogia do conflito, discute um projeto educativo emancipatório desenvolvido por Boaventura Santos, ao propor que os conflitos entre a aplicação técnica e edificante da ciência entre o conhecimento como regulação e como emancipação e o conflito entre o imperialismo cultural e o multiculturalismo sejam o eixo do processo ensino-aprendizagem. 

Palavras-chave: pedagogia do conflito; política educacional; currículo.

 

Abstract: It analyzes some dimensions of the educational politics adopted in Brazil by "new right" and of the need of a language of the possibility, that makes possible the exercise and speech of the against-hegemony. Starting from the pedagogy of the conflict, it discusses an emancipator educational project developed by Boaventura Santos, that proposes that the conflicts among the techinical and edifying application of the science, among the knowledge as regulations and as emancipation, and the conflict between the cultural imperialism and the multiculturalism are the axis of the process teaching-learning.

Key words: pedagogy of the conflict; educational politics; curriculum.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Maria Clarisse Vieira

Aluna do Programa de Mestrado em Educação da Universidade Federal de Uberlândia.

Referências

APPLE, Michael. Conhecimento oficial. Petropólis: Vozes, 1997.

GIROUX, Henry & MCLAREN, Peter. "A formação do professor como esfera contra-pública: a pedagogia radical como uma forma de política cultural". In: SILVA, Tomás, MOREIRA, Antonio F. (Orgs). Currículo, cultura e sociedade. São Paulo: Cortez, 1994.

SACRISTÁN, José G. "Conhecimento crítico e felicidade". Presença Pedagógica, v.3, n.14, mar/abr. 1997.

SANTOS, Boaventura de S. "Para uma Pedagogia do Conflito". In: SILVA, L. H., AZEVEDO, J. C., SANTOS, E. S. (Orgs). Novos mapas culturais, novas perspectivas educacionais. Porto Alegre: Sulina, 1996, p.15-33.

SILVA, Tomás T. Da. "Os novos mapas culturais e o lugar do currículo numa paisagem pós-moderna". In: Territórios contestados: o currículo e os novos mapas políticos e culturais. Petropólis: Vozes, 1995.

PRESTES, Nadja H. "O pensamento de Habermas". In: Filosofia, sociedade e educação, 1997, ano I. n.1, p.119-140.

Downloads

Publicado

2008-09-22

Como Citar

Vieira, M. C. (2008). Os "novos mapas políticos e culturais" e a pedagogia do conflito. EDUCAÇÃO E FILOSOFIA, 12(24), 171–186. https://doi.org/10.14393/REVEDFIL.v12n24a1998-851