Narrativa e formação humana

uma abordagem a partir do pensamento Paul Ricœur

Autores

DOI:

https://doi.org/10.14393/REVEDFIL.v36n77a2022-64147

Palavras-chave:

Narrativa, Experiência, Paul Ricœur, Formação humana, Educação

Resumo

Este artigo aborda a compreensão de formação humana na perspectiva da narrativa em Paul Ricœur partindo da obra O si mesmo como outro. Parte-se da compreensão de que a narrativa não se esgota em seu enredo linguístico, mas, por facultar a elaboração das experiências, ela promove a atribuição de sentido e a significação da existência, sendo constituidora do sujeito. A pergunta que orienta este estudo é: em que medida a narrativa possibilita pensar uma noção alargada de sujeito, capaz de o auxiliar a fazer a leitura de suas experiências e do mundo? Nossa hipótese é de que no vínculo entre experiência e narrativa – que se dá no e pelo diálogo – é que os sentidos são atribuídos, o qual oportuniza alargar as compreensões e significações de si mesmo, do outro e do mundo, permitindo postular uma noção alargada de formação humana. Para dar conta desse ensejo, dividimos este estudo em três seções, buscando primeiramente encontrar na ideia de narrativa, aspectos que possibilitam compreender a constituição do sujeito. Na segunda seção evidenciamos a perspectiva formativa da narrativa enquanto autoformação. E, em um terceiro momento, perscrutamos alguns traços da narrativa que possibilitam pensar a formação do sujeito renovada e alargada, capaz de ser luz aos desafios contemporâneos de uma sociedade complexa e plural.

Palavras-chave: Narrativa; Experiência; Paul Ricœur; Formação humana; Educação.

 

Narrative and human formation: an approach from Paul Ricœur’s thought

Abstract: This article approaches the understanding of human formation from the perspective of narrative in Paul Ricœur’s work Oneself as another. It is based on the understanding that the narrative is not limited by its linguistic plot, but, because it allows the elaboration of experiences, the narrative provides the attribution of meaning and the significance of existence, being constitutive of the subject. The question that guides this study is: to what extent does narrative make it possible to think about an enlarged notion of subject, capable of contributing to the reading of one’s experiences and of the world? Our hypothesis is based on the bond between experience and narrative - which occurs in and through dialogue – is that meanings are attributed, which provides the opportunity to enlarge understandings and significations of oneself, of the other, and of the world, allowing the postulation of an enlarged notion of human formation. To accomplish this purpose, we divided this study into three sections, searching firstly to find in the idea of narrative, aspects that enable to understand the constitution of the subject. In the second section we emphasize the formative perspective of narrative as self-formation. And, in a third moment, we analyze some traces of the narrative that permit the thinking of a renewed and enlarged subject formation perspective, capable of being light to the contemporary challenges of a complex and plural society.

Keywords: Narrative; Experience; Paul Ricœur; Human Formation; Education;

 

Narration et formation humaine : une approche à partir de la pensée de Paul Ricœur

Résumé : Cet article porte sur la compréhension de la formation humaine du point de vue de la narration dans l’œuvre de Paul Ricœur, Soi-même comme un autre. Cette approche vise à comprendre que le récit ne s’épuise pas uniquement dans sa trame linguistique, mais qu’en permettant l’élaboration d’expériences, il favorise l’attribution de sens et de signification à l’existence, étant constitutif du sujet. La question qui guidera cette étude est la suivante : dans quelle mesure le récit permet-il de penser une notion élargie du sujet, capable de lui permettre de lire ses expériences et le monde ? Notre hypothèse est que dans le lien entre l’expérience et le récit — qui se produit dans et par le dialogue — que les sens sont attribués, ce qui offre la possibilité d’élargir les compréhensions et les significations de soi-même, de l’autre et du monde, permettant ainsi de postuler une notion large de la formation humaine. Afin de rendre compte de cette aspiration, nous avons divisé cette étude en trois sections, en cherchant d’abord à trouver dans l’idée de récit, des aspects qui permettent de comprendre la constitution du sujet. Dans la deuxième section, nous soulignons la perspective formative de la narration en tant qu’auto-formation. Et, dans un troisième temps, nous chercherons à scruter certains traits du récit qui nous permettent de penser à la formation d’un sujet renouvelé et élargi, capable de faire face aux défis contemporains d’une société complexe et plurielle.

Mots-clés : Récit ; Expérience ; Paul Ricœur ; Formation humaine ; Éducation.

 

Data de registro: 30/12/2021

Data de aceite: 17/05/2022

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Regiano Bregalda, Instituto de Teologia e Pastoral - Itepa

Doutor em Educação pela Universidade de Passo Fundo e doutorado sanduíche na École des hautes études en sciences sociales-Paris e no Fonds Ricoeur. Professor no curso de Teologia do Instituto de Teologia e Pastoral. ORCID: https://orcid.org/0000-0003-0104-4163. CV: http://lattes.cnpq.br/6640804655303035. Contato: regiano_bregalda@hotmail.com.

Referências

BENJAMIN, Walter. O Narrador: Considerações sobre a obra de Nikolai Leskov. In: Magia e técnica, arte e política: ensaios sobre literatura e história da cultura. 7. Ed. São Paulo: Brasiliense, 1994.

BREGALDA, Regiano. Narrativa e ética: a formação humana na perspectiva de Paul Ricoeur. 90 f. Dissertação (Mestrado em Educação) - Universidade de Passo Fundo, Passo Fundo, RS, 2017.

CENCI, Angelo V.; MARCON, Telmo. Sociedades Complexas e Desafios Educativos: Individualização, Socialização e Democracia. In: MÜHL, Eldon Henrique; DALBOSCO, Claudio Almir; CENCI, Angelo Vitório (Org.). Questões atuais da educação: Sociedade Complexa, Pensamento Pós-Metafísico, Democracia e Formação Humana. Ijuí: Unijuí, 2016.

CESAR, Constança Marcondes. A hermenêutica francesa: Paul Ricœur. Porto Alegre: EDIPUCRS, 2002.

CESAR, Constança Marcondes. Ação, sabedoria prática e liberdade em Paul Ricœur. Prometeus. Ano 6, nº 11, Jan-jun, 2013.

CORÁ, Elcio José. Hermenêutica e Teoria da Ação em “O si-mesmo como um Outro” de Paul Ricœur. 2004. Dissertação (Mestrado em Filosofia) - Programa de Pós-graduação em Filosofia da UFSM, Santa Maria.

CORÁ, Elcio José. Reconhecimento, Intersubjetividade e Vida ética: o encontro com a filosofia de Paul Ricœur. 2010. Tese (Doutorado em Filosofia) - Programa de Pós-graduação em Filosofia da Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul.

DARTIGUES, André. Paul Ricœur e a questão da identidade narrativa. In: CESAR, Constança Marcondes (org). Paul Ricœur: ensaios. São Paulo: Paulus, 1998.

GARRIDO, Sonia del Carmen Vásquez. A questão da educação e da identidade segundo Paul Ricœur. Campinas: Universidade Estadual de Campinas – UNICAMP, 1994. Tese de doutorado.

GRODIN, Jean. Paul Ricœur. Trad. Sybil Safdie Durek. São Paulo: Loyola, 2015.

MATTÉI, Jean-François. A barbárie interior: Ensaio sobre o i-mundo moderno. São Paulo: Unesp, 2002.

PIVA, Edgar Antonio. A questão do sujeito em Paul Ricœur. Síntese, Belo Horizonte. V. 26, nº 85, 1999.

RICŒUR, Paul. A metáfora viva. 3ª ed. São Paulo: Loyola, 2015.

RICŒUR, Paul. Do texto à acção: ensaios de hermenêutica II. Porto: Rés-Editora, 1989.

RICŒUR, Paul. Du texte a l’action: essais d’heméneutique II. Paris: Éditions du Seuil, 1986.

RICŒUR, Paul. Interpretação e ideologia. 3. ed. Rio de Janeiro: Francisco Alves, 1988.

RICŒUR, Paul. História e Verdade. Rio de Janeiro: Companhia Editora Forense, 1968.

RICŒUR, Paul. La vida: un relato en busca de narrador. Trad. José Luis Pastoriza Rozas. Ágora: Papeles de Filosofía, v. 25, n 2, p. -22, 2006.

RICŒUR, Paul. O justo 1. São Paulo: Martins Fontes, 2008.

RICŒUR, Paul. O conflito das interpretações: Ensaios de hermenêutica. Porto: Imago editora LMDA, 1978.

RICŒUR, Paul. O si mesmo como outro. São Paulo: Martins Fontes, 2014.

RICŒUR, Paul. Philosophie, éthique et politique: Entretiens et dialogues. Éditions d. Paris: [s. n.], 2017.

RICŒUR, Paul. Soî-meme comme un autre. Paris: Seuil, 1990.

RICŒUR, Paul. Tempo e narrativa: Tomo III. São Paulo: Martins Fontes, 2016.

RICŒUR, Paul. Teoria da interpretação. Rio de Janeiro: Edições 70, 1976.

ROSSATO, Noeli Dutra. A Ética de Paul Ricœur. In: SILVEIRA, D. C.; HOBUSS, J. (Org.). Virtudes, direitos e democracia. Pelotas: UFPel, p. 45-60, 2010.

ROSSATO, Noeli Dutra. “Viver bem: A ‘pequena ética’ de Paul Ricœur”. In: Mente, Cérebro e Filosofia. 11.ed. São Paulo: Duetto, 2008.

ROSSETTI, Ricardo. Justiça em Paul Ricœur: Uma hermenêutica do homem justo. 2011. Tese (Doutorado em Filosofia) - Programa de Pós-graduação. Pontifica Universidade Católica de São Paulo.

TOMMASI, Juliette. Identité narrative et justice ethnoculturelle: L’exemple israélien Sous. 2019. 524 f. SORBONNE UNIVERSITÉ, 2019.

Downloads

Publicado

2022-07-20

Como Citar

Bregalda, R. (2022). Narrativa e formação humana: uma abordagem a partir do pensamento Paul Ricœur. EDUCAÇÃO E FILOSOFIA, 36(77). https://doi.org/10.14393/REVEDFIL.v36n77a2022-64147

Edição

Seção

Artigos