O uso dos jogos nas aulas de Matemática: problematizando verdades do discurso pedagógico contemporâneo

Autores

DOI:

https://doi.org/10.14393/REVEDFIL.v36n77a2022-63115

Palavras-chave:

Educação Matemática, Escolas privadas, Jogos, Enunciado, Michel Foucault

Resumo

Resumo: O artigo tem por objetivo problematizar o enunciado que diz da importância de ensinar matemática usando jogos. O material de pesquisa abrange todos os exemplares da Educação em Revista (ER), periódico do Sindicato do Ensino Privado do RS. Servindo-se de ferramentas teóricas oriundas do pensamento de Foucault, o artigo examina entrelaçamentos do enunciado estudado com outros do campo educacional, que geram efeitos de verdade no discurso da educação matemática contemporânea. O trabalho investigativo permitiu identificar: a) os vetores de sustentação do referido enunciado encontram-se nas produções acadêmicas da área da Educação Matemática e em documentos oficiais; b) uma reatualização do enunciado evidenciando fortes aproximações entre os jogos escolares para ensinar matemática e as tecnologias digitais. As considerações finais apontam para a constituição de uma narrativa vitoriosa sobre o uso de jogos nas aulas de matemática, capturando professores e alunos.

Palavras-chave: Educação matemática. Escolas privadas. Jogos. Enunciado. Michel Foucault.

The use of games in mathematics classes: problematizing the truths of contemporary pedagogical discourse

Abstract: The article aims to problematize the statement about the importance of teaching mathematics using games. The research material covers all the copies of Educação em Revista (ER), a periodical of the Private Teaching Union of RS. Using theoretical tools derived from Foucault's thought, the article examines the intertwining of the studied utterance with others in the educational field, which generate real effects in the discourse of contemporary mathematics education. The investigative work allowed us to identify: a) the support vectors of that statement are found in academic productions in the area of ​​Mathematics Education and in official documents; b) a re-updating of the statement showing strong similarities between school games to teach mathematics and digital technologies. The final considerations point to the constitution of a victorious narrative about the use of games in math classes, capturing teachers and students.

Keywords: Mathematics education. Private schools. Games. Statement. Michel Foucault.

El uso de juegos en las clases de matemáticas: problematizando las verdades del discurso pedagógico contemporáneo

Resumen: El artículo tiene como objetivo problematizar la afirmación que dice sobre la importancia de enseñar matemáticas mediante juegos. El material de investigación cubre todos los ejemplares de Educação em Revista (ER), publicación periódica de la Unión de Docentes Privados de RS. Utilizando herramientas teóricas derivadas del pensamiento de Foucault, el artículo examina el entrelazamiento del enunciado estudiado con otros en el ámbito educativo, que generan efectos reales en el discurso de la educación matemática contemporánea. El trabajo investigativo permitió identificar: a) los vectores de apoyo de ese enunciado se encuentran en producciones académicas en el área de Educación Matemática y en documentos oficiales; b) una actualización de la declaración que muestra fuertes similitudes entre los juegos escolares para enseñar matemáticas y tecnologías digitales. Las consideraciones finales apuntan a la constitución de una narrativa victoriosa sobre el uso de juegos en las clases de matemáticas, capturando a profesores y alumnos.

Palabras-clave: Educación matemática. Escuelas privadas. Juegos. Enunciado. Michel Foucault.

Data de registro: 05/09/2021

Data de aceite: 16/02/2022

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Fernanda Wanderer, Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS)

Doutora em Educação pela Universidade do Vale do Rio dos Sinos (UNISINOS). Professora do PPG Educação da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS). E-mail: fernandawanderer@gmail.com.  ORCID: https://orcid.org/0000-0002-8198-7104. Lattes: http://lattes.cnpq.br/9250845249062534

Daiane Martins Bocasanta, Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS).

Doutora em Educação pela Universidade do Vale do Rio dos Sinos (UNISINOS). Professora no Colégio de Aplicação da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS).   E-mail: professoradaianecap@gmail.com .  ORCID: https://orcid.org/0000-0003-4430-4236 . Lattes: http://lattes.cnpq.br/8447518676938440.

Referências

ALMEIDA, Vítor Sérgio de; ALVES, Paloma Silva. A contribuição dos jogos para o desenvolvimento infantil sob o prisma teórico de Piaget e Kishimoto. Cadernos da Fucamp, Monte Carmelo, v. 20, n. 46, p. 95-111, 2021. Disponível em: https://revistas.fucamp.edu.br/index.php/cadernos/article/view/2451. Acesso em: 12 jan. 2023.

BRASIL. Lei nº 9.394, de 20 de dezembro de 1996. Estabelece as diretrizes e bases da educação nacional. Brasília, DF: Presidência da República, 1996.

BRASIL. Ministério da Educação e Cultura. Base Nacional Comum Curricular. Brasília, DF: MEC, 2018.

BRASIL. Secretaria de Educação Fundamental. Parâmetros Curriculares Nacionais: Matemática. Brasília, DF: MEC: SEF, 1997.

CARDOSO, Maria de Nazaré. Jogos Matemáticos aplicados às quatro operações dos números inteiros. Revista CC&T/UECE, Fortaleza, v. 2, n. 4, 2021. Disponível em: http://revistas.uece.br/index.php/CCiT. Acesso em: 12 jan. 2023.

COSTA, Marisa Vorraber. Mídia, magistério e política cultural. In: COSTA, Marisa Vorraber; VEIGA-NETO, Alfredo (Orgs.). Estudos Culturais em Educação: mídia, arquitetura, brinquedo, biologia, literatura, cinema... Porto Alegre: Editora da UFRGS, 2004. p. 73-92.

DELEUZE, Gilles. Foucault. São Paulo: Brasiliense, 2006.

DÍAZ, Esther. Entre la tecnociencia y el deseo: la construcción de una epistemología ampliada. Buenos Aires: Biblos, 2010. DOI: https://doi.org/10.18294/sc.2010.284.

DORIGATTI, Maicon; LUCHESE, Terciane Ângela. Um estudo sobre o ensino de Música na Educação Básica pela visão da gestão escolar. Revista Ciranda, Montes Claros, v. 6, n. 2, p. 2-21, 2021. Disponível em: https://www.periodicos.unimontes.br/index.php/ciranda/article/view/4164. Acesso em: 12 jan. 2023. DOI: https://doi.org/10.46551/259498102021012.

EDUCAÇÃO EM REVISTA. Jogos facilitam o aprendizado da matemática no Colégio Rosário. Educação em Revista, Porto Alegre, n. 62, 2007, p.21. Disponível em: https://www.sinepe-rs.org.br/servicos/educacao-em-revista .

Acesso em: 12 jan. 2020. DOI: https://doi.org/10.36311/2236-5192.2020.v21n01.01.p5.

EDUCAÇÃO EM REVISTA, Matemática pelo Tangram. Educação em Revista, Porto Alegre, n.76, 2009, p.39. Disponível em: https://www.sinepe-rs.org.br/servicos/educacao-em-revista .Acesso em: 12 jan. 2020.

EDUCAÇÃO EM REVISTA, Jogos matemáticos destacam criatividade no ensino. Educação em Revista, Porto Alegre, n.88, 2011, p.43. Disponível em: https://www.sinepe-rs.org.br/servicos/educacao-em-revista .Acesso em: 12 jan. 2020.

EDUCAÇÃO EM REVISTA, Professor de Matemática utiliza ‘game’ nos moldes de banco imobiliário. Educação em Revista, Porto Alegre, n.100, 2013, p.34. Disponível em: https://www.sinepe-rs.org.br/servicos/educacao-em-revista . Acesso em: 12 jan. 2020.

EDUCAÇÃO EM REVISTA, Novas atitudes no ensino de Matemática. Educação em Revista, Porto Alegre, n.107, 2014, p.18. Disponível em: https://www.sinepe-rs.org.br/servicos/educacao-em-revista . Acesso em: 12 jan. 2020.

EDUCAÇÃO EM REVISTA, Atividades lúdicas. Educação em Revista, Porto Alegre, n.118, 2016, p.37. Disponível em: https://www.sinepe-rs.org.br/servicos/educacao-em-revista . Acesso em: 12 jan. 2020.

EDUCAÇÃO EM REVISTA, Games para aprender matemática. Educação em Revista, Porto Alegre, n.125, 2017, p.14. Disponível em: https://www.sinepe-rs.org.br/servicos/educacao-em-revista. Acesso em: 12 jan. 2020.

EDUCAÇÃO EM REVISTA, Colégio é destaque em competição nacional. Educação em Revista, Porto Alegre, n.135, 2019, p.35. Disponível em: https://www.sinepe-rs.org.br/servicos/educacao-em-revista . Acesso em: 12 jan. 2020.

EDUCAÇÃO EM REVISTA, Gamificação nas aulas de matemática. Educação em Revista, Porto Alegre, n.138, 2020, p.43. Disponível em: https://www.sinepe-rs.org.br/servicos/educacao-em-revista . Acesso em: 12 jan. 2020.

FISCHER, Rosa Maria Bueno. Foucault e a análise do discurso em educação. Cadernos de Pesquisa, São Paulo, n. 114, p. 197-223, 2001. Disponível em: https://www.scielo.br/j/cp/a/SjLt63Wc6DKkZtYvZtzgg9t/?lang=pt. Acesso em: 12 jan. 2023. DOI: https://doi.org/10.1590/S0100-15742001000300009.

FISCHER, Rosa Maria Bueno. Trabalhar com Foucault: Arqueologia de uma paixão. Belo Horizonte: Autêntica, 2012.

FOUCAULT, Michel. A Arqueologia do Saber. Rio de Janeiro: Forense Universitária, 2002.

FOUCAULT, Michel. A ordem do discurso. São Paulo: Edições Loyola, 2001.

FOUCAULT, Michel. Do governo dos vivos: Curso no Collège de France, 1979-1980: excertos. Rio de Janeiro: Achiamé, 2010.

GASTALDO, Denise. Pesquisador/a desconstruído/a e influente? Desafios da articulação teoria-metodologia nos estudos pós-críticos. In: MEYER, Dagmar; PARAÍSO, Marlucy (Orgs.). Metodologias de pesquisas pós-críticas em Educação. Belo Horizonte: Mazza Edições, 2014.

GRANDO, Regina. O Jogo e a Matemática no Contexto da Sala de Aula. São Paulo: Paulus, 2005.

GRANDO, Regina Célia. O conhecimento matemático e o uso de jogos na sala de aula. 2000. Tese (Doutorado em Educação) - Faculdade de Educação, Universidade Estadual de Campinas, Campinas, 2000.

GRANDO, Regina Célia. O jogo e suas possibilidades metodológicas no processo ensino-aprendizagem da matemática. 1995. Dissertação (Mestrado em Educação) - Faculdade de Educação, Universidade Estadual de Campinas, Campinas, 1995.

GRANDO, Regina Célia. Recursos didáticos na Educação Matemática: jogos e materiais manipulativos. Revista Eletrônica Debates em Educação Científica e Tecnológica, Vila Velha, v. 5, n. 2, p. 393-416, 2015. Disponível em: https://ojs.ifes.edu.br/index.php/dect/article/view/117. Acesso em: 12 jan. 2023. DOI: https://doi.org/10.36524/dect.v5i02.117.

GRILO, Jaqueline de Souza Pereira; BARBOSA, Jonei Cerqueira. Discurso da Matemática Específica para Ensinar: a arte de governar. Educação & Realidade, Porto Alegre, v. 46, n. 1, e98349, 2021. Disponível em: https://www.scielo.br/j/edreal/a/Z969ycKdmx8csGKGFWxZ3dz/?lang=pt#. Acesso em: 12 jan. 2023. DOI: https://doi.org/10.1590/2175-623698349.

HUIZINGA, Johan. Homo ludens: o jogo como elemento da cultura. São Paulo: Perspectiva, 2007.

JAGGERNAUTH, Sharon Jacqueline et al. Exploring gamification for reinforcing geometrical concepts and skills at the primary level in Trinidad: A Mixed Methods pilot Study. Caribbean Curriculum, Trinidad and Tobago, v. 26, n. 26, p. 65-98, 2018. Disponível em: https://journals.sta.uwi.edu/ojs/index.php/cc/article/view/6895. Acesso em: 12 jan. 2023.

KERSCH, Dorotea Frank; SCHABARUM, Jaqueline. Ensino de alemão em tempos remotos: o trabalho com criação de vídeos. Signo, Santa Cruz do Sul, v. 46, n. 85, p. 157-169, 2021. Disponível em: https://online.unisc.br/seer/index.php/signo/article/view/15678. Acesso em: 12 jan. 2023. DOI: https://doi.org/10.17058/signo.v46i85.15678.

KNIJNIK, Gelsa, Educação (matemática) do campo e movimentos sociais. In: DALBEN, A. et al. (Orgs.). Convergências e tensões no campo da formação e do trabalho docente. Belo Horizonte: Autêntica, 2010. p. 489-506.

KNIJNIK, Gelsa. Pesquisar em educação matemática na contemporaneidade: perspectivas e desafios. Jornal Internacional de Estudos em Educação Matemática, Londrina, v. 9, n. 3, p. 1-14, 2016. DOI: https://doi.org/10.17921/2176-5634.2016v9n3p1-14. Disponível em: https://seer.pgsskroton.com/index.php/jieem/article/view/4589. Acesso em: 12 jan. 2023.

KNIJNIK, Gelsa; DUARTE, Cláudia Glavam. Entrelaçamentos e dispersões de enunciados no discurso da Educação Matemática Escolar: um estudo sobre a importância de trazer a realidade dos alunos para as aulas de matemática. Bolema, Rio Claro, v. 23, n. 37, p. 863-886, 2010. Disponível em: https://www.periodicos.rc.biblioteca.unesp.br/index.php/bolema/article/view/4269. Acesso em: 12 jan. 2023.

KNIJNIK, Gelsa; SILVA, Fabiana Boff de Souza da. “O problema são as fórmulas”: um estudo sobre os sentidos atribuídos à dificuldade em aprender matemática. Cadernos de Educação, Pelotas, v. 30, n. 1, p. 63-78, 2008. Disponível em: https://periodicos.ufpel.edu.br/ojs2/index.php/caduc/article/view/1758. Acesso em: 12 jan. 2023.

KNIJNIK, Gelsa; WANDERER, Fernanda. Da importância do uso de materiais concretos nas aulas de matemática: um estudo sobre os regimes de verdade sobre a educação matemática camponesa. In: ENCONTRO NACIONAL DE EDUCAÇÃO MATEMÁTICA, 9., 2007, Belo Horizonte. Anais [...]. Belo Horizonte: ENEM, 2007.

LACH, Tisa. Using Math Games to Improve Spatial Sense and Algebraic Reasoning. 2001. Tese (Doutorado em Education and Human Development) - Education and Human Development, 2001.

LONGO, Fernanda. A Docência em Matemática nos Anos Iniciais: enunciados que a constitui. 2019. Dissertação (Mestrado em Educação) – Faculdade de Educação, Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, 2019.

MACHADO, Roseli Belmonte et al. Educação Física escolar em tempos de distanciamento social: Panorama, desafios e enfrentamentos curriculares. In: Revista Movimento, [s. l.], v. 26, n. 1, p. e26081, 2020. Disponível em: https://seer.ufrgs.br/Movimento/article/view/106233. Acesso em: 12 jan. 2023. DOI: https://doi.org/10.22456/1982-8918.106233.

MAGALHÃES, Theresa Calvet de. Violência e/ou política. In: PASSOS, Izabel C. Friche (Org.). Poder, normalização e violência: incursões foucaultianas para a atualidade. Belo Horizonte: Autêntica, 2008. p. 23-40.

MEYER, Dagmar E. Abordagens pós-estruturalistas de pesquisa na interface educação, saúde e gênero. In: MEYER, Dagmar E.; PARAÍSO, Marlucy (Orgs.). Metodologias de pesquisas pós-críticas em Educação. Belo Horizonte: Mazza Edições, 2014. p. 49-64.

MEYER, Dagmar E.; PARAÍSO, Marlucy. Metodologias de pesquisas pós-críticas ou sobre como fazemos nossas investigações. In: MEYER, Dagmar E.; PARAÍSO, Marlucy (Orgs.). Metodologias de pesquisas pós-críticas em Educação. Belo Horizonte: Mazza Edições, 2014. p.17-24.

MOCELIN, Daniel Gustavo. O currículo pelos professores: práticas de ensino de Sociologia no Ensino Médio em Porto Alegre. Revista Latitude, Maceió, v. 15, n. 62, p. 62-89, 2021. Disponível em: https://www.seer.ufal.br/index.php/latitude/article/view/11307. Acesso em: 12 jan. 2023. DOI: https://doi.org/10.28998/lte.2021.n.Esp..11307.

MOYER, Patricia S. Are we having fun yet? How teachers use manipulatives to teach mathematics. Educational Studies in Mathematics, [s. l.], v. 47, n. 1, p. 175-197, 2001. Disponível em: https://digitalcommons.usu.edu/cgi/viewcontent.cgi?article=1054&context=teal_facpub. Acesso em: 12 jan. 2023. DOI: https://doi.org/10.1023/A:1014596316942.

OLIVEIRA, Cláudio José de; FISCHER, Beatriz Terezinha Daudt. Formação de professores de matemática: um estudo a partir da revista Nova Escola. Série- Estudos, Campo Grande, v. 34, n. 2, p. 259-273, 2012. Disponível em: https://serie-estudos.ucdb.br/serie-estudos/article/view/104. Acesso em: 12 jan. 2023.

PARAÍSO, Marlucy. Metodologias de pesquisa pós-crítica em educação e currículo: trajetórias, pressupostos, procedimentos e estratégias analíticas. In: MEYER, Dagmar E.; PARAÍSO, Marlucy (Orgs.). Metodologias de pesquisas pós-críticas em Educação. Belo Horizonte: Mazza Edições, 2014. p. 25-48.

PASINATO, Larissa Brandão; TRENTIN, Marco Antônio Sandini. Operacionalizando uma Olimpíada de Robótica educativa livre na Região de Passo Fundo/RS. In: MESQUITA, Brehme D’Napoli Reis de (Org.). Robótica educacional no Brasil. Pará: Editora Itacaiúnas, 2021. p. 65-80. DOI: https://doi.org/10.36599/qped-reb.0006.

RIO GRANDE DO SUL. Secretaria de Educação do Rio Grande do Sul. Censo Escolar. Porto Alegre: Secretaria de Educação do Rio Grande do Sul, 2018a.

RIO GRANDE DO SUL. Secretaria do Estado da Educação. Departamento Pedagógico. Referencial Curricular Gaúcho: Matemática. Porto Alegre: Secretaria do Estado da Educação, 2018b.

ROLAND, Laura Benevides; CLESAR, Caroline Tavares de Souza. O uso de tecnologias digitais no ensino de matemática nos anos iniciais. ReBECEM, Cascavel, v. 5, n. 1, p. 194-208, 2021. Disponível em: https://e-revista.unioeste.br/index.php/rebecem/article/view/26618. Acesso em: 12 jan. 2023. DOI: https://doi.org/10.33238/ReBECEM.2021.v.5.n.1.26618.

SANTOS, Júlia de Ávila dos; FREITAS, André Luis Castro de. Gamificação Aplicada a Educação: Um Mapeamento Sistemático da Literatura. Renote, Porto Alegre, v. 15, n. 1, p. 1-10, 2017. Disponível em: https://seer.ufrgs.br/index.php/renote/article/view/75127. Acesso em: 12 jan. 2023. DOI: https://doi.org/10.22456/1679-1916.75127.

SARTORI, Alice Stephanie Tapia. O lúdico na Educação Matemática escolar: efeitos na constituição do sujeito infantil contemporâneo. 2015. Dissertação (Mestrado em Educação Científica e Tecnológica) – Programa de Pós-graduação em Educação Científica e Tecnológica, Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis, 2015.

SARTORI, Alice Stephanie Tapia; DUARTE, Cláudia Glavam. O corpo mobilizado nas práticas em educação matemática e as relações de poder em Foucault. Cadernos Zygmunt Bauman, São Luís, v. 10, n. 24, p. 51-72, 2020. Disponível em: http://www.periodicoseletronicos.ufma.br/index.php/bauman/article/view/15485. Acesso em: 12 jan. 2023.

SARTORI, Alice Stephanie Tapia; DUARTE, Cláudia Glavam. O sujeito lúdico produzido pela/na Educação Matemática: interlocuções como neoliberalismo. Bolema, Rio Claro, v. 31, n. 57, p. 53-69, 2017. Disponível em: https://www.scielo.br/j/bolema/a/VYp4ttySPHbbmjJfSRMTBvk/?lang=pt#. Acesso em: 12 jan. 2023. DOI: https://doi.org/10.1590/1980-4415v31n57a03.

SIBILIA, Paula. O homem pós-orgânico: a alquimia dos corpos e das almas à luz das tecnologias digitais. Rio de Janeiro: Contraponto, 2015.

SMITH, Hannah. Learning Through Games: How Math Games Can Enhance Education. 2020. Dissertação (Master of Science in Learning Sciences & Technologies) - Faculty Worcester Polytechnic Institute, Worcester, 2020.

SMOLE, Kátia Stocco; DINIZ, Maria Ignez; MILANI, Estela. Jogos de matemática de 6º a 9º ano. Porto Alegre: Artmed, 2007.

VALERO, Paola. Mathematics education as a network of social practices. In: CONGRESS OF THE EUROPEAN SOCIETY FOR RESEARCH IN MATHEMATICS EDUCATION, 6., 2009, Lyon. Anais [...]. Lyon: [s. n.], 2009. Disponível em: http://www.inrp.fr/editions/editions-electroniques/cerme6/plenary-2. Acesso em: 12 jan. 2023.

VALERO, Paola; GARCIA, Gloria. El Currículo de las Matemáticas Escolares y el Gobierno del Sujeto Moderno. Boletim de Educação Matemática, Rio Claro, v. 28, n. 49, p. 491-515, 2014. Disponível em: https://www.scielo.br/j/bolema/a/wMsxckxPPTMRvRmckCZrtsJ/?lang=es. Acesso em: 12 jan. 2023. DOI: https://doi.org/10.1590/1980-4415v28n49a02.

VEIGA-NETO, Alfredo. Foucault & Educação. Belo Horizonte: Autêntica, 2003.

Downloads

Publicado

2022-06-15

Como Citar

WANDERER, F.; MARTINS BOCASANTA, D. O uso dos jogos nas aulas de Matemática: problematizando verdades do discurso pedagógico contemporâneo. Educação e Filosofia, Uberlândia, v. 36, n. 77, p. 885–916, 2022. DOI: 10.14393/REVEDFIL.v36n77a2022-63115. Disponível em: https://seer.ufu.br/index.php/EducacaoFilosofia/article/view/63115. Acesso em: 25 jul. 2024.

Edição

Seção

Artigos