Educação e Filosofia: uma leitura a partir de Freud e Benjamin

Autores

DOI:

https://doi.org/10.14393/REVEDFIL.v33n69a2019-50448

Palavras-chave:

Educação, Filosofia, Imagens oníricas, Ideologia

Resumo

Resumo: O presente artigo tem o objetivo de tecer algumas considerações sobre as concepções de mundo que formam nosso imaginário a partir de uma leitura de Freud e de Benjamin. Este aporte teórico permite entender a dimensão ideológica de ideias e preconceitos que sedimentam o senso comum e que consolidam relações de dependência. A educação, entendida como processo de formação que acontece na vida, se alimenta da filosofia mesmo inconscientemente e as relações sociais e políticas orientam a formação da subjetividade individual. Benjamin explicita estas relações ao analisar as imagens oníricas cotejando os conceitos de sonho e despertar com o objetivo de mostrar a importância de conhecer o passado e elaborar uma história materialista da cultura, como tarefa básica para pensar o futuro.
Palavras chaves: Educação. Filosofia. Imagens oníricas. Ideologia.

Education and philosophy: a reading from Freud and Benjamin

Abstract: This article aims to weave some considerations about the conceptions of the world that form our imaginary from a reading of Freud and Benjamin. This theoretical contribution allows us to understand the ideological dimension of ideas and prejudices that sediment common sense and consolidate relationships of dependence. Education, understood as a process of formation that happens in life, feeds on philosophy even unconsciously, and social and political relations guide the formation of individual subjectivity. Benjamin explains these relationships by analyzing the dream-images by comparing the concepts of dream and awakening with the purpose of showing the importance of knowing the past to elaborate a materialistic history of culture as a basic task to think about the future.
Key words: Education. Philosophy. Dream images. Ideology.

Educazione e filosofia: una lettura di Freud e Benjamin

Riassunto: Questo articolo ha l’obiettivo di fare alcune riflessioni sulle concezioni del mondo che formano il nostro immaginario da una lettura di Freud e Benjamin. Questa base teorica ci consente di comprendere la dimensione ideologica delle idee e dei pregiudizi che basano il senso comune e rinsaldano le relazioni di dipendenza. L'istruzione, intesa come un processo di formazione che accade nella vita, si nutre anche inconsciamente della filosofia e le relazioni sociali e politiche guidano la formazione della soggettività individuale. Benjamin spiega queste relazioni analizzando le immagini dei sogni riunendo i concetti di sogno e risveglio al fine di dimostrare l'importanza di conoscere il passato ed elaborare una storia materialista della cultura, come compito fondamentale per pensare al futuro.
Parole chiave: Educazione. Filosofia. Immagini dei sogni. Ideologia.

Data de registro: 09/09/2019

Data de aceite: 16/06/2020

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Anita Helena Schlesener, Universidade Tuiuti do Paraná (UTP)

Doutora em História pela Universidade Federal do Paraná (UFPR). Professora na Universidade Tuiuti do Paraná (UTP). E-mail: anitahelena1917@gmail.com. ORCID: https://orcid.org/0000-0003-2768-5858

Referências

BAKHTIN, Mikhail. O Freudismo. São Paulo: Ed. Perspectiva, 2001.

BENJAMIN, Walter. Passagens. Belo Horizonte: Ed. UFMG; São Paulo: Imprensa Oficial, 2009.

BENJAMIN, Walter. Walter Benjamin – Sociologia. São Paulo: Ática, 1985.

BENJAMIN, Walter. Gesammelte Schriften II - 1 e 2, (Aufsaetze, Essays, Vortraege.) Frankfurt a.M., Suhrkamp Verlag, l985.

BENJAMIN, Walter. Gesammelte Schriften V, 1 und 2 (Das Passagen-Werk). Frankfurt a.M. : Suhrkamp Verlag, 1991b.

BUCK-MORSS, Susan. Dialética do olhar: Walter Benjamin e o Projeto das Passagens. Belo Horizonte: Argos/UFMG, 2002.

KORSCH, Karl. Karl Marx. Roma-Bari, Editori Laterza, l977.

FREUD, Sigmund. Obra Completa, Volume I, escritos de 1886-1899, Argentina: Amorrortu Editores, tradução do alemão para o espanhol de Jose L. Etcheverry, 1966.

FREUD, Sigmund. A Interpretação de Sonhos. Rio de Janeiro: Imago, 1972.

FRISBY, David. Frammenti di Modernità. Bologna: Il Mulino, 1992.

MARX, Karl. O Capital. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, l978.

MARX, Karl. Miséria da Filosofia. São Paulo: Grijalbo, 1976.

McCOLE, John. Walter Benjamin and the antinomies of tradition. Cambridge: Cornell University, 1993. https://doi.org/10.7591/9781501728679

OTTE, Georg. Vestígios de um materialismo estético em Walter Benjamin. In: DUARTE, Rodrigo e FIGUEIREDO, Virginia. Mímesis e Expressão. Belo Horizonte, Ed. UFMG, 2001, p. 402-411.

SCHLESENER, Anita Helena. Os Tempos da História: leituras de Walter Benjamin. Brasília: Liber Livro, 2011.

Downloads

Publicado

2021-01-07

Como Citar

Schlesener, A. H. . (2021). Educação e Filosofia: uma leitura a partir de Freud e Benjamin. EDUCAÇÃO E FILOSOFIA, 33(69), 1467–1499. https://doi.org/10.14393/REVEDFIL.v33n69a2019-50448