Prática educativa, vivência e afetos na constituição de alunos com histórias de sucesso na escola

Autores

  • Eliana Sousa Alencar Marques UNIVERSIDADE FEDERAL DO PIAUI - UFPI
  • Maria Vilani Cosme Carvalho UNIVERSIDADE FEDERAL DO PIAUI - UFPI

DOI:

https://doi.org/10.14393/REVEDFIL.issn.0102-6801.v32n65a2018-12

Palavras-chave:

Prática educativa, Vivência, Afetos, Mediação

Resumo

Prática educativa, vivência e afetos na constituição de alunos com histórias de sucesso na escola

A prática educativa que se realiza na escola tem como objetivo colaborar com a aprendizagem e, consequentemente, com o desenvolvimento dos alunos. Quando isso acontece, depreendemos que houve ali um bom ensino. O bom ensino para Vigotski é aquele que leva ao desenvolvimento de funções psicológicas superiores, enfim, ao desenvolvimento do que há de mais humano no homem. Nesse sentido, o artigo analisa a constituição social da prática educativa bem-sucedida a partir da relação entre vivência e afetos sob o ponto de vista da Psicologia Socio-Histórica e da Filosofia de Espinosa. Essas análises resultantes de pesquisa apontam que a dialética entre vivência, afetos e sentidos ativa o desejo humano de ser mais na escola, portanto, a prática educativa bem-sucedida se constitui na ativação de desejos e produção de sentidos.

Palavras-chave: Prática educativa; Vivência; Afetos; Mediação. 

Educational practice, experience and affections in the constitution of students with success stories in school

Abstract: The educational practice that takes place in school aims to collaborate with learning and consequently with the development of the students. When this happens we realize that there was a good teaching there. The good teaching to Vigotski is that one that leads to the development of high psychological functions, in short, the development of what is the most human about the man. In this sense, the article analyzes the social constitution of the successful educational practice from the relation between the living and affections from the point of view of Socio-Historical Psychology and Philosophy of Spinoza.  These analyzes resulting from research show that the dialectic between living, affections and senses activates the human desire to be bigger at school, therefore, the successful educational practice consists of activating desires and productions of senses. 

Keywords: Educational practice; Experience; Affections; Mediation.

La práctica educativa, experiencia y afectos en la constitución de estudiantes con casos de éxito en la escuela

Resumen: La práctica educativa que se lleva a cabo, tiene como en la escuela objetivo colaborar con el aprendizaje y, en consecuencia, el desarrollo de los estudiantes. Cuando esto sucede, se deduce que hubo una buena enseñanza. La buena enseñanza para Vygotsky es siempre la que conduce al desarrollo de las funciones psicológicas superiores, finalmente, el desarrollo de lo que es más humano en el hombre. En este sentido, el artículo analiza la constitución social de la práctica educativa con éxito de la relación entre la experiencia y los afectos desde el punto de vista de la Psicología Histórico-Social y de la Filosofía de Spinoza. Estos análisis resultante de la investigación muestran que la dialéctica entre experiencia, afectos y sentidos activa el deseo humano de estar en la escuela, por lo tanto, la práctica educativa exitosa se constituye en la activación de deseos y producción de significados.

Palabras-clave: Práctica educativa; Experiencia; Afectos; Mediación.

Data de registro: 02/02/2017

Data de aceite: 22/08/2017

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Eliana Sousa Alencar Marques, UNIVERSIDADE FEDERAL DO PIAUI - UFPI

Doutora em Educação pela Universidade Federal do Piauí; Professora do Programa de Pós-Graduação em Educação (PPGED-UFPI) e Professora do Departamento de Métodos e Técnicas de Ensino do Curso de Pedagogia da Universidade Federal do Piauí.

Maria Vilani Cosme Carvalho, UNIVERSIDADE FEDERAL DO PIAUI - UFPI

Doutora em Educação pela Pontificia Universidade Católica de São Paulo;  Professora do Programa de Pós-Graduação em Educação

Referências

AGUIAR, W. M. J. de; OZELLA, Sergio. Apreensão dos sentidos: aprimorando a proposta dos núcleos de significação. Revista Brasileira de Estudos Pedagógicos. Brasília, v. 94, n. 236, p. 299-322, jan./abr. 2013. https://doi.org/10.1590/S2176-66812013000100015

BRANDÃO, I. R. Afetividade e transformação social: sentido e potência dos afetos na construção do processo emancipatório. Sobral: Edições Universitárias, 2012.

ESPINOSA, B. de. Tratado da reforma do entendimento. São Paulo: Escala, 2007.

______. Ética. Belo Horizonte: Autêntica, 2008.

LEONTIEV, Alex. O desenvolvimento do psiquismo. Lisboa, Portugal: Horizonte Universitário, 1978.

MARQUES, E. de S. A. O Sócio-afetivo mediando a constituição de práticas educativas bem-sucedidas na escola. 2015. 324f. Tese (Doutorado em Educação) – Universidade Federal do Piauí, Teresina, 2014.

MERÇON, J. O desejo como essência da educação. Filosofia e Educação, Campinas, v. 5, n. 1, abr./set. 2013. Disponível em: <http://ojs.fe.unicamp.br/ged/rfe/article/view/3630/3812>. Acesso em: 5 out. 2012. https://doi.org/10.20396/rfe.v5i1.8635410

PRESTES, Z. Quando não é quase a mesma coisa: traduções de Lev Semionovitch Vigotski no Brasil. Campinas: Autores Associados, 2012.

TOASSA, G.; SOUZA, M. P. R. de. As vivências: questões de tradução, sentidos e fontes epistemológicas no legado de Vigotski. Psicologia USP, São Paulo, v. 21, n. 4, 2010. Disponível em: <http://www.scielo.br/pdf/pusp/v21n4/v21n4a07.pdf>. Acesso em: 26 maio 2012. https://doi.org/10.1590/S0103-65642010000400007

______. Emoções e vivências em Vigotski. Campinas: Papirus, 2011.

VIGOTSKY, L. S. Manuscritos de 1929. Educação e Sociedade, 2000, São Paulo, v. 21, n 71, p. 21-44, Jul. 2000. Disponível em: <http://www.scielo.br/pdf/es/v21n71/a02v2171.pdf>. Acesso em: 5 out. 2012. https://doi.org/10.1590/S0101-73302000000200002

______. Obras escogidas. v. 5. Madri: Visor, 1996.

______. A formação social da mente. São Paulo: Martins Fontes, 1998.

______. Teoria e método. São Paulo: Martins Fontes, 2000.

______. A construção do pensamento e da linguagem. São Paulo: Martins Fontes, 2009.

Downloads

Publicado

2018-08-30

Como Citar

ALENCAR MARQUES, E. S.; CARVALHO, M. V. C. Prática educativa, vivência e afetos na constituição de alunos com histórias de sucesso na escola. Educação e Filosofia, Uberlândia, v. 32, n. 65, p. 765–792, 2018. DOI: 10.14393/REVEDFIL.issn.0102-6801.v32n65a2018-12. Disponível em: https://seer.ufu.br/index.php/EducacaoFilosofia/article/view/37463. Acesso em: 15 jun. 2024.