Da metáfora como mediação pedagógica

Autores

  • Thiago Rodrigues Universidade Federal de São Paulo(UNIFESP)

DOI:

https://doi.org/10.14393/REVEDFIL.issn.0102-6801.v29n58a2015-p687a701

Palavras-chave:

Páthos-filosófico. Lógos-racional. Antidogmatismo. Im­agem. Subjetividade.

Resumo

*Mestre em Filosofia pela Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP). Professor na Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP). Coordenador dos cursos de Especialização (Lato Sensu) em História do Pensamento Político e Social; e Filosofia Contemporânea pela mesma instituição. 

Da metáfora como mediação pedagógica

Resumo: O presente estudo visa ressaltar o papel da imagem como elemento mediador no processo de aprendizagem. É um pressuposto necessário a esta reflexão: o desequilíbrio existente entre a supervalorização dos aspectos lógico-racionais em detrimento de uma educação fundada na intuição e na espontaneidade, para isso é preciso, portanto, resgatar essa dimensão negligenciada; para tanto, uma postura problematizadora (antidogmatizante) se impõe; o que nos lança numa pedagogia centrada na (inter)subjetividade que resgata a dimensão patológica implicada no processo educacional.

Palavras-chave: Páthos-filosófico. Lógos-racional. Antidogmatismo. Imagem.
Subjetividade.

Da metáfora como mediação pedagógica

Abstract: This study aims to highlight the role of the image as a mediating element in the learning process. Presupposition is required for this reflection: the imbalance between the overvaluation of logical-rational aspects at the expense of an education founded on intuition and spontaneity, it is therefore necessary to rescue this neglected dimension; for both, a based problem approach (no-dogmatism) is required; which places us in a centered pedagogy (between) subjectivities, which rescues the pathological dimension involved in the educational process.

Keywords: Philosophical-pathos. Rational-logos. No-dogmatism. Picture. Subjectivity.

Data de registro: 11/04/2014

Data de aceite: 17/12/2014

Referências:

ALMEIDA, D. D. M. de. Subjetividade e discurso da qualidade educacional: contra a difamação do docente. Revista do COGEIME, Piracicaba, v. 14, n. 26, p. 95-105, Jun. 2005.

BORGES, J. L. O fazedor. Tradução de Rolando Roque da Silva. 4. ed., São Paulo: Globo, 1987.

CERLETI, A. A. Ensinar filosofia: da pergunta filosófica à proposta metodológica. In: KOHAN, W. O. (Org.). Filosofia: caminhos para seu ensino. Rio de Janeiro: Lamparina, 2008.

DIAS, R. M. Cultura e educação no pensamento de Nietzsche. Impulso, Piracicaba, v. 12, n. 28, p. 33-40, Jul. 2001.

FREIRE, P. Pedagogia da autonomia: saberes necessários à prática educativa. São Paulo: Paz e terra, 1996. (Col. Leitura).

_______. Pedagogia do oprimido. 17. ed., Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1987. GENTIL, H. S. Para uma poética da modernidade: uma aproximação à arte do romance em Temps et Récit de Paul Ricoeur. São Paulo: Edições Loyola, 2004.

KANT. I. Crítica da razão pura. Tradução de Manuela Pinto dos Santos e Alexandre Fradique Morujão. Introdução e notas de Alexandre Fradique Morujão. 5. ed., Lisboa: Edição da Fundação Calouste Gulbenkian, 2001.

LORIERI, M. Filosofia: fundamentos e métodos. São Paulo: Cortez, 2002.

MACHADO, R. Nietzsche e a verdade. Rio de Janeiro: Rocco, 2002.

MOUTINHO, L. D. S. Sartre: existencialismo e liberdade. São Paulo: Moderna Editora, 1995.

_______. Sartre: psicologia e fenomenologia. São Paulo: Editora Brasiliense, 1995.

NIETZSCHE, F. O nascimento da tragédia no espírito da música. Tradução e notas de Rubens Rodrigues Torres Filho. 2. ed., São Paulo: Abril Cultural, 1978. (Col. Os Pensadores).

______. Schopenhauer como educador. In: ______. Considerações extemporâneas. Tradução e notas de Rubens Rodrigues Torres Filho. 2. ed., São Paulo: Abril Cultural, 1978. (Col. Os Pensadores).

______. A gaia ciência. Tradução e notas de Paulo César de Souza. São

Paulo: Companhia das Letras, 2001.

______. Sobre a verdade e a mentira no sentido extra-moral. Tradução e notas de Rubens Rodrigues Torres Filho. 2. ed., São Paulo: Abril Cultural, 1978. (Col. Os Pensadores).

PAIVA, R. Subjetividade e imagem: a literatura como horizonte da Filosofia em Henri Bergson. São Paulo: Associação Editorial Humanitas; Fapesp, 2005.

PORCHAT, O. P. O conflito das filosofias. In: ______. A filosofia e a visão comum do mundo. São Paulo: Brasiliense, 1983.

PORTA, M. A. G. A filosofia a partir de seus problemas. São Paulo: Edições Loyola, 2003.

RICOEUR, P. Tempo e narrativa. Tradução de Claudia Berliner. WMF Martins Fontes, 2011. v. 3.

_________. Metáfora viva. São Paulo: Edições Loyola, 2005. RODRIGO, L. M. Filosofia em sala de aula: teorias e práticas para o ensino médio. São Paulo: Escritores Associados, 2009. (Col. Formação de Professores).

SAINT-SERNIN, B. Philosophie et fiction. Temps Modernes - n. 531-3, Oct./Dec., 1990.

SILVA, F. L. e. Ética e literatura em Sartre: ensaios introdutórios. São Paulo: Editora UNESP, 2004.

SARTRE, J. P. Uma idéia fundamental da fenomenologia de Husserl: a intencionalidade. In: ______. Situações I. Tradução de Cristina Prado. Prefácio de Bento Prado Jr. São Paulo: Cosac Naif, 2005.

_______. Une idée fondamentale de la phénomenologie de Husserl: l'intentionalité. In: ______. La transcendance de l'ego. Paris: Vrin, 2003.

_______. A transcendência do ego. Seguido de consciência de si e conhecimento de si. Tradução e introdução de Pedro M. S. Alves. Lisboa: Edições Colibri, 1994.

_______. La transcendance de l'ego. Paris: Vrin, 2003.

_______. A imaginação. Tradução e notas de Vergílio Ferreira; Sel. José Américo Motta Pessanha. São Paulo: Abril Cultural, 1978. (Col. Os Pensadores).

_______. O imaginário. Tradução de Duda Machado. São Paulo: Ãtica, 1992.

SAVIANI, D. Escola e democracia. 41. ed. revista. Campinas: Autores Associados, 2009.

TORRES FILHO, R. R. Ensaios de filosofia ilustrada. São Paulo: Iluminuras, 2004.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Thiago Rodrigues, Universidade Federal de São Paulo(UNIFESP)

Mestre em Filosofia pela Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP). Professor na Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP). Coordenador dos cursos de Especialização (Lato Sensu) em História do Pensamento Político e Social; e Filosofia Contemporânea pela mesma instituição. E-mail: coord.contemporanea@unifai.edu.br

Downloads

Publicado

2016-03-21

Como Citar

Rodrigues, T. (2016). Da metáfora como mediação pedagógica. EDUCAÇÃO E FILOSOFIA, 29(58), 687–701. https://doi.org/10.14393/REVEDFIL.issn.0102-6801.v29n58a2015-p687a701