O Programa Mais Alfabetização (PMALFA) no entretempo 2018 a 2020

Autores

DOI:

https://doi.org/10.14393/REPOD-v10n2a2021-60193

Palavras-chave:

Leitura, Escrita, Formação, Políticas de alfabetização

Resumo

O texto apresenta parte do estudo que investigou o Programa Mais Alfabetização (PMALFA), buscando averiguar o conceito de alfabetização defendido em tal plano bem como o enfoque dado em pesquisas brasileiras que também se voltaram ao referido programa. Numa abordagem qualitativa, de cunho exploratório e descritivo, o trabalho contou com a análise documental do manual operacional do sistema de orientação pedagógica e monitoramento do PMALFA assim como o levantamento de teses e dissertações defendidas em programas de pós-graduação no Brasil e de artigos em periódicos brasileiros. Os resultados indicam uma precarização da educação e uma visão superficial e reducionista do processo de aprendizagem da leitura e escrita.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Métricas

Carregando Métricas ...

Biografia do Autor

Elizania Bruno Prado da Silva, Universidade Federal de Mato Grosso do Sul - Brasil

Licenciada em Pedagogia pela Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS), Câmpus do Pantanal (CPAN).

Eliane Damasceno da Silva, Universidade Federal de Mato Grosso do Sul - Brasil

[1]Mestranda do Programa de Pós-graduação em Educação da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS), Câmpus do Pantanal (CPAN). Professora coordenadora da Prefeitura de Corumbá, MS.

Márcia Regina do Nascimento Sambugari, Universidade Federal de Mato Grosso do Sul - Brasil

Doutora em Educação pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP). Professora Associada da Universidade Federal do Mato Grosso do Sul (UFMS), Câmpus do Pantanal (CPAN).

Referências

ARANDA, M. A. M.; VIEDES, S. C. A; LINS, C. P. D. O Pacto Nacional pela Alfabetização na Idade Certa (PNAIC) como política educacional. Laplage em Revista. Sorocaba, v. 4, n. 2, maio-ago., p. 40-53, 2018. Disponível em: https://www.laplageemrevista.ufscar.br/index.php/lpg/article/view/471/716. Acesso em: 30 jan. 2021. DOI: https://doi.org/10.24115/s2446-6220201842471p.40-53.

ARAÚJO, S. C. L. G. Trabalho docente, infância e políticas de alfabetização e de avaliação: um estudo sobre a identidade das professoras de 1º ciclo de Belo Horizonte. 2019. Tese (Doutorado em Educação). Universidade Federal de Minas Gerais, Belo Horizonte, 2019. Disponível em: https://repositorio.ufmg.br/handle/1843/31869. Acesso em: 30 jan. de 2021.

BALL, S. J. La micropolítica de la escuela: hacia uma teoria de la organización escolar. Barcelona: Paidós, 1989.

BARDIN, L. Análise de conteúdo. São Paulo: edições 70, 2016.

BRASIL. Portaria nº 142 de 22 de fevereiro de 2018. Institui o Programa Mais Alfabetização, que visa fortalecer e apoiar as unidades escolares no processo de alfabetização dos estudantes regularmente matriculados no 1º ano e no 2º ano do ensino fundamental. Diário Oficial da União [da] República Federativa do Brasil. Brasília, DF, 23.02.2018, edição 37, seção 1, p. 54-55, 2018a.

BRASIL. Manual operacional do sistema de orientação pedagógica e monitoramento. Programa Mais Alfabetização. Brasília: Secretaria de Educação Básica. Diretoria de Currículos e Educação Integral. Coordenação-Geral de Ensino Fundamental, 2018b.

BRASIL. Resolução CNE/CP Nº 2, de 22 de dezembro de 2017 institui e orienta a implantação da Base Nacional Comum Curricular, a ser respeitada obrigatoriamente ao longo das etapas e respectivas modalidades no âmbito da Educação Básica. Diário Oficial da União [da] República Federativa do Brasil. Brasília, DF, 22.12.2017, Seção 1, p.41, 2017.

BRASIL. Lei 11274, de 6 de fevereiro de 2006. Altera a redação dos arts. 29, 30, 32 e 87 da Lei nº 9.394, de 20 de dezembro de 1996, que estabelece as diretrizes e bases da educação nacional, dispondo sobre a duração de 9 (nove) anos para o ensino fundamental, com matrícula obrigatória a partir dos 6 (seis) anos de idade. Diário Oficial da União [da] República Federativa do Brasil, Poder legislativo: Brasília, DF, 07.02.2006. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_Ato2004-2006/2006/Lei/L11274.htm#art3. Acesso em: 10 mai. 2021.

BRASIL. Lei n. 9394, de 20 de dezembro de 1996. Estabelece as diretrizes e bases da educação nacional. Diário Oficial da União [da] República Federativa do Brasil, Poder legislativo: Brasília, DF, 23.12.1996, Ano CXXXIV, n. 248, seção 1, p. 27766-27841,1996. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/L9394.htm. Acesso em: 30 jan. 2021.

IMBERNÓN, F. Formação continuada de professores. Tradução Juliana dos Santos Padilha. Porto Alegre: Artemed, 2010.

MANCIN, R. P. Do pacto nacional pela alfabetização na idade certa (PNAIC) ao programa mais alfabetização (PMALFA): o novo ou tudo de novo? 2020. Dissertação (Mestrado em Educação) - Universidade Federal da Grande Dourados, Dourados, 2020. Disponível em: https://sucupira.capes.gov.br/sucupira/public/consultas/coleta/trabalhoConclusao/viewTrabalhoConclusao.jsf?popup=true&id_trabalho=9708990. Acesso em: 04 mai. 2021.

MESQUITA, A. M. A.; RODRIGUES, J. R. B.; CASTRO, K. P. A política curricular no contexto da inclusão e seus mecanismos de diferenciação curricular. Revista Teias. Rio de Janeiro, v. 19, n. 55, out./dez., p-70-88, 2018. Disponível em: https://www.e-publicacoes.uerj.br/index.php/revistateias/article/view/37549. Acesso em: 30 jan. 2021. DOI: https://doi.org/10.12957/teias.2018.37549.

MIRANDA, M. C. Políticas Nacionais de Alfabetização: O Programa Mais Alfabetização no município de Ananindeua-PA. 2020. Dissertação (Mestrado em Educação) – Universidade Federal do Pará, Belém, 2020. Disponível em: http://ppgedufpa.com.br/arquivos/File/Mayranda.pdf. Acesso em: 30 jan. 2021.

MORAIS, A. G. Sistema de Escrita Alfabética. São Paulo: Melhoramentos, 2012.

MORAES, A. C. A. Análise do programa mais alfabetização e precarização na formação e trabalho docente. Revista do Instituto de Políticas Públicas de Marília, Marília, v. 5, n. 1, Jan./Jun., p. 109-126, 2019. Disponível em: http://200.145.171.5/revistas/index.php/RIPPMAR/article/view/8336. Acesso em: 30 jan. 2021. DOI: https://doi.org/10.36311/2447-780x.2019.v5.n1.10.p109.

OLIVEIRA, Paulo Vinícius Brito dos Santos. A formação continuada e prática pedagógica: um retrato do programa “Mais Alfabetização” em Teixeira de Freitas-BA. 2020. Dissertação (Mestrado em Ensino na Educação Básica). Universidade Federal do Espírito Santo, São Mateus, ES, 2020. Disponível em: https://ceunes.ufes.br/. Acesso em 05 mai. 2021.

PRODANOV, C. C; FREITAS, E. C. Metodologia do trabalho científico: métodos e técnicas da pesquisa e do trabalho acadêmico. 2ª ed. Novo Hamburgo: Feevale, 2013. E-book. Disponível em: https://tconline.feevale.br/NOVO/tc/files/o18yhw/E-book%20Metodologia%20do%20Trabalho%20Cientifico.pdf. Acesso em: 30 jan. 2021.

RIBEIRO, D. M. A. Contribuições da formação continuada de professores alfabetizadores no contexto do Pacto Nacional pela Idade Certa – PNAIC. 2019. 164 f. Dissertação (Mestrado em Educação) – Centro de Educação, Programa de Pós-Graduação em Educação, Universidade Federal de Alagoas, Maceió, 2019. Disponível em:

http://www.repositorio.ufal.br/handle/riufal/5426. Acesso em: 30 jan. 2021.

SANTOS, M. C. X. Profissionalização e profissionalidade docente: as interdependências entre professorado, gestão da escola e equipe gestora do ensino da secretaria de educação de um município do agreste pernambucano. 2019. 153f. Dissertação (Mestrado em Educação Contemporânea) - Universidade Federal de Pernambuco, Caruaru, 2019. Disponível em: https://attena.ufpe.br/bitstream/123456789/36148/1/DISSERTA%c3%87%c3%83O%20Marcia%20Cristina%20%20Xavier%20dos%20Santos.pdf. Acesso em: 30 jan. 2021.

SILVA, K. M. O papel da escola pública a partir das vozes dos professores: isto e/ou aquilo? 2019. Dissertação (Mestrado em Educação) - Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, Presidente Prudente, 2019.

SIMÕES, V. L. B. Histórias infantis e aquisição de escrita. Em Perspectiva. São Paulo, v. 14 n. 1, p. 22 a 28, 2000. Disponível em: https://www.scielo.br/pdf/spp/v14n1/9799.pdf. Acesso em: 30 jan. 2021. DOI: https://doi.org/10.1590/s0102-88392000000100004.

SOARES, M. Alfabetização: a questão dos métodos. São Paulo: Contexto, 2017.

SOARES, M. Alfaletrar: toda criança pode aprender a ler e a escrever. Editora: Contexto, 2020.

SOUSA, E. J.; VIDAL, E. M.; VIEIRA, S. L. Recursos financeiros na escola: visão de diretores em cinco municípios do Ceará. Política e Gestão Educacional. v. 24, n. 1, jan., p. 132-153, 2020. Disponível em: https://periodicos.fclar.unesp.br/rpge/article/view/13067. Acesso em: 30 jan. 2021. DOI: https://doi.org/10.22633/rpge.v24i1.13067.

SOUZA, R. A. M. de. Letramento na educação infantil: “quem tem medo do lobo mau...” Inter-Ação - Revista Faculdade de Educação. Goiânia, v. 33, n. 2, jul./dez., p. 265 a 279, 2008. Disponível em: https://www.revistas.ufg.br/interacao/article/view/5267/4670. Acesso em: 30 jan. 2021. DOI: https://doi.org/10.5216/ia.v33i2.5267.

VIEDES, S. C. A.; ARANDA, M. A. M. Alfabetização da criança brasileira como expressão política: uma análise gramsciana. Revista Diálogos Interdisciplinares GEPFIP, v. 2 n. 6, p. 20-33, 2018a. Disponível em: https://periodicos.ufms.br/index.php/deaint/article/view/9331. Acesso em: 30 jan. 2021.

VIEDES, S. C. A.; ARANDA, M. A. M. O voo da coruja de minerva sobre a política nacional de alfabetização. Revista Brasileira de Educação, Cultura e Linguagem (RBECL/UEMS), Campo Grande, v. 2, n. 2, p. 37-45, 2018b. Disponível em: https://periodicosonline.uems.br/index.php/educacaoculturalinguagem/article/view/2973. Acesso em: 30 jan. 2021. DOI: https://doi.org/10.20873/uft.2525-4863.2017v2n2p773.

VIEDES, S. C. A.; SOUSA, S. N., ARANDA, M. A. M. A concepção de alfabetização em programas federais: tensões e (in)certezas da política nacional de alfabetização (2016-2019). REAe - Revista de Estudos Aplicados em Educação, v. 4, n. 8, jul./dez. 2019. Disponível em: https://seer.uscs.edu.br/index.php/revista_estudos_aplicados/article/view/6357. Acesso em:30 jan. 2021. DOI: https://doi.org/10.13037/rea-e.vol4n8.6357.

VOSGERAU, D., S. R.; ROMANOWSKI, J. P. Estudos de revisão: implicações conceituais e metodológicas. Revista Diálogo Educacional, Curitiba, v. 14, n. 41, 165-189, jan./abr., 2014. Disponível em: https://periodicos.pucpr.br/index.php/dialogoeducacional/article/view/2317/2233. Acesso em: 30 jan. 2021. DOI: https://doi.org/10.7213/dialogo.educ.14.041.ds08.

Downloads

Publicado

2021-07-21

Como Citar

Silva, E. B. P. da, Silva, E. D. da ., & Sambugari, M. R. do N. . (2021). O Programa Mais Alfabetização (PMALFA) no entretempo 2018 a 2020. Revista Educação E Políticas Em Debate, 10(2), 733–749. https://doi.org/10.14393/REPOD-v10n2a2021-60193

Edição

Seção

Dossiê Diálogos sobre alfabetização: das políticas públicas ao cotidiano escolar