Das expectativas aos direitos de aprendizagem: flutuações de sentidos nas políticas curriculares contemporâneas

Autores

DOI:

https://doi.org/10.14393/REPOD-v8n1a2019-48798

Palavras-chave:

Perspectiva Discursiva, Normatividade, Direitos de aprendizagem

Resumo

Este trabalho apresenta reflexões sobre a expressão “direitos de aprendizagens” orientadora de práticas discursivas no contexto das reformas curriculares contemporâneas. Objetiva problematizar o processo de articulação que provoca a flutuação de sentidos na trajetória de construção de tais direitos (2012 - 2017) a partir dos documentos: Definição das Expectativas de Aprendizagem; Elementos Conceituais e Metodológicos para Definição dos Direitos de Aprendizagem e Desenvolvimento do Ciclo de Alfabetização e a Resolução CNE/CP Nº 2, de 22 de Dezembro de 2017. Utilizamos a Teoria do Discurso de Ernesto Laclau e pela perspectiva discursiva proposta por Alice Lopes, como arcabouço teórico. Como resultados, salientamos o deslizamento de significação entre os anos de 2011 e 2017, iniciado com documento vinculado ao movimento Todos pela Educação e normatizado pela BNCC. As intenções formativas apresentadas inicialmente deslizaram de sentido para intenções educativas pautadas por habilidades e competências, ressignificando a função da escola e sua articulação com as demandas sociais.

 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Métricas

Carregando Métricas ...

Biografia do Autor

Denise de Souza Destro, Faculdade Metodista Granbery - Juiz de Fora - Minas Gerais - Brasil

Doutora em Educação pelo Programa de Pós-graduação em Educação da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ). Professora da Faculdade Metodista Granbery (Juiz de Fora - MG).

Geniana dos Santos, Superintendência de Educação Básica (SEDUC/MT) - Mato Grosso - Brasil

Doutora em Educação pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ). Assessora Técnica Pedagógica na Superintendência de Educação básica, Coordenadoria de Ensino Fundamental, atendendo as demandas relativas às Políticas Curriculares para a Educação Infantil e Alfabetização (SEDUC/MT).

Ozerina Victor de Oliveira, Universidade Federal de Mato Grosso - UFMT - Brasil

Doutora em Educação pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ). Professora associada da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT).

Referências

BHABHA, H. K. O local da cultura. Belo Horizonte: Editora da UFMG, 2013.

BRASIL. Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional 9394/93. Brasília, 1996.

LACLAU, Ernesto. A Razão Populista. Trad. Carlos Eugênio Marcondes de Moura. São Paulo: Três Estrelas, 2013.

LACLAU, Ernesto. A Teoria do Discurso de Ernesto Laclau: ensaios críticos e entrevistas. 1. ed. São Paulo: Annablume, 2015.

LACLAU, Ernesto. Discurso, 1993. Disponível em: <http://biblioteca.itam.mx/estudios/60-89/68/ErnestoLaclauDiscurso.pdf>. Acesso em: 10 jan. 2015.

LACLAU, Ernesto. Emancipação e Diferença. Rio de Janeiro: EdUERJ, 2011.

LACLAU, Ernesto; MOUFFE, Chantal. Hegemonia e estratégia socialista: por uma política democrática radical. Trad. Joanildo A. Burity, Josias de Paula Jr. e Aécio Amaral. São Paulo: Intermeios; Brasília: CNPq, 2015.

LEACH, Joan. Análise Retórica. In: BAUER, Martin W. e GASKELL, George (editores). Pesquisa qualitativa com texto, imagem e som: um manual prático. Tradução de Pedrinho A. Guareschi. Petrópolis, RJ: Vozes, 2002.

LOPES, Alice Casimiro. Os parâmetros curriculares nacionais para o ensino médio e a submissão ao mundo produtivo: o caso do conceito de contextualização. Educ. Soc., Campinas, vol. 23, n. 80, setembro/2002, p. 386-400.

LOPES, Alice Casimiro. Discurso e Representação na Política de Currículo: o caso do ensino médio (2003-2010). Projeto: Rio de Janeiro, 2010.

LOPES, Alice Casimiro. Discurso nas Políticas de Currículo. Rio de Janeiro: Faperj, 2011.

LOPES, Alice Casimiro. Normatividade e intervenção política: em defesa de um investimento radical. In: LOPES, Alice Casimiro; MENDONÇA, Daniel (Org.). A Teoria do Discurso de Ernesto Laclau: ensaios críticos e entrevistas. 1. ed. São Paulo: Annablume, 2015. p. 117-147.

LOPES, Alice Casimiro. Por um currículo sem fundamentos. Linhas Críticas, Brasília, DF, v. 21, n. 45, p. 445-466, mai./ago. 2015. Disponível em: <http://periodicos.unb.br/index.php/linhascriticas/article/view/16735/11881>. Acesso em: 30 jan. 2017.

LOPES, Alice Casimiro. Teorias Pós-críticas, Política e Currículo. Educação, Sociedade & Culturas, v. 39, p. 7-23, 2013. Disponível em: <http://www.fpce.up.pt/ ciie/?q=publication/revista-educa%C3%A7%C3%A3o-sociedade-culturas/edition/ educa%C3%A7%C3%A3o-sociedade-culturas-39>. Acesso em: 3 fev. 2017.

LOPES, Alice Casimiro. Teorias Pós-críticas, Política e Currículo. In: Dossiê Temático: Configurações da Investigação Educacional no Brasil, 2013. Disponível em: <http://www.fpce.up.pt/ciie/sites/default/files/02.AliceLopes.pdf>. Acesso em: 24 jan. 2015.

LOPES, Alice Casimiro. Teorias de Currículo. São Paulo: Cortez, 2011.

MACEDO, Elizabeth. A noção de crise e a legitimação de discursos curriculares. Currículo sem Fronteiras, v. 13, n. 3, p. 436-450, set./dez. 2013.

MACEDO, Elizabeth. Base Nacional Curricular Comum: novas formas de sociabilidade produzindo sentidos para a educação. Revista e-curriculum, São Paulo, v. 12, n. 3, p. 1530-1555, out./dez. 2014.

MACEDO, Elizabeth. Currículo como espaço-tempo de fronteira cultural. In: Revista Brasileira de Educação, Rio de Janeiro, v.11, n. 32, mai./ago. 2006.

MACEDO, Elizabeth. Currículo, Identidade e Diferença: articulações em torno das novas Diretrizes Curriculares Nacionais para a Educação Básica.

Relatório de atividades de projeto 2011-2014. Disponível em: <http://www.curriculo-uerj.pro.br/imagens/pdfProj/curriculo__14.pdf>. Acesso em: 9 ago. 2013.

SAUSSURE, Ferdinand. Curso de linguística geral. 26. ed. São Paulo: Cultrix, 2004.

Downloads

Publicado

2019-05-20

Como Citar

Destro, D. de S. ., Santos, G. dos, & Oliveira, O. V. de . (2019). Das expectativas aos direitos de aprendizagem: flutuações de sentidos nas políticas curriculares contemporâneas. Revista Educação E Políticas Em Debate, 8(1), 73–84. https://doi.org/10.14393/REPOD-v8n1a2019-48798

Edição

Seção

Artigos