A Educação de Jovens e Adultos no ensino médio: construção e prática curricular dos professores da EJA em Ouro Preto-MG

Autores

  • Regina Magna Bonifácio de Araújo Universidade Federal de Ouro Preto (UFOP)
  • Luís Antônio da Costa Fundação Educacional de Caratinga (FUNEC)

DOI:

https://doi.org/10.14393/REPOD.issn.2238-8346.v6n3a2017-04

Palavras-chave:

Educação de Jovens e Adultos, Currículos, Ensino Médio

Resumo

O texto apresenta resultados de pesquisa que investigou como são desenvolvidos os currículos no Ensino Médio, modalidade EJA, por professores de escolas públicas de Ouro Preto, MG. Analisamos os discursos desses docentes em relação à prática curricular, aproximação com o cotidiano dos alunos e as orientações curriculares do Estado. Pesquisa documental e entrevistas semiestruturadas foram os instrumentos escolhidos nesta investigação de abordagem qualitativa que buscou saber se o trabalho desses professores consegue aliar o cotidiano dos alunos àquilo que é proposto como currículo oficial. Argumenta-se que os professores, mesmo não acreditando serem produtores de um currículo para a EJA, se valem do conhecimento dos seus alunos para preparar uma prática que se aproxime do cotidiano e do conhecimento prévio deles.

 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Métricas

Carregando Métricas ...

Biografia do Autor

Regina Magna Bonifácio de Araújo, Universidade Federal de Ouro Preto (UFOP)

Doutora em Educação pela Universidade Estadual de Campinas, com estágio pós-doutoral na Universidade de Lisboa. Professora titular do Departamento de Educação da Universidade Federal de Ouro Preto.

Luís Antônio da Costa, Fundação Educacional de Caratinga (FUNEC)

Mestre em Educação pela UFOP. Docente na Fundação Educacional de Caratinga – FUNEC.

Referências

APPLE, Michael W. Ideologia e currículo. Trad.: Vinicius Figueira. 3ª ed. Porto Alegre: Ed. Artmed, 2006.

ARROYO, M. Outros sujeitos, outras pedagogias. Petrópolis: Ed. Vozes, 2012.

BARDIN, L. Análise de conteúdo. Trad. de Luís Antero Reto e Augusto Pinheiro. Edição revista e ampliada. Lisboa, Portugal: Edições 70, 2010.

BRASIL. IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística). Censo Demográfico de 2010. Disponível em: http://www.ibge.gov.br/home/estatistica/populacao/censo2010/default.shtm. Acesso em: 11/11/2014.

BRASIL. Ministério da Educação. Secretaria da Educação Básica. Diretrizes Curriculares Nacionais da Educação Básica. Brasília: MEC/SEB, 2010.

BRASIL. Ministério da Educação. Secretaria da Educação Profissional e Tecnológica. PROEJA: Programa Nacional de Integração da Educação Profissional com a Educação Básica na Modalidade de Educação de Jovens e Adultos. Documento Base. Brasília, 2007.

BRASIL. Resumo técnico–Censo Escolar da Educação Básica. Brasília: Ministério da Educação (MEC). Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (INEP), 2013.

BRASIL. Conselho Nacional de Educação. Câmara da Educação Básica. Resolução CNE/CEB no. 1, de 5 de julho de 2000. Estabelece as Diretrizes Curriculares Nacionais para a Educação de Jovens e Adultos. Brasília: MEC/CNE, 2000.

CORRÊA, H.T.Educação e linguagem: múltiplos olhares. Revista Interletras. v. 1, n. 5, jul./dez. 2006. Disponível em:http://www.interletras.com.br/ed anteriores/n5/arquivos/v5/estudoshercules.pdf. (Acesso em: 28/03/2015.).

FAZENDA, I.C. A. Interdisciplinaridade: história, teoria e pesquisa. Campinas: Papirus, 1994.

JARDILINO, J.R.L.; ARAÚJO, R. M.B. Educação de Jovens e Adultos: sujeitos, saberes e práticas. São Paulo: Cortez Editora, 2014. (Coleção Docência em Formação: Educação de Jovens e Adultos).

MINAS GERAIS. Secretaria de Estado da Educação/SEE. Proposta Curricular: História, Ensino Fundamental e Médio. Minas Gerais: SEE, 2007.

OLIVEIRA, Inês Barbosa. O currículo como criação cotidiana. Petrópolis: DP et Alii; Rio de Janeiro: FAPERJ, 2012.

ONU. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento. Ranking IDHM Municípios 2010. Disponível em: http://www.pnud.org.br/atlas/ranking/Ranking-IDHM-Municipios-2010.aspx. (Acesso em: 02/05/2014.).

PEDROSO, A. P. F.; MACEDO, J. G.; FAÚNDEZ, M.G. Currículos e práticas pedagógicas: fios e desafios. In.: SOARES, L.(org.). Educação de Jovens e Adultos: o que revelam as pesquisas. Belo Horizonte: Autêntica Editora, 2011. (Coleção Estudos em EJA, 11).

PORCARO, R. C. Caminhos desafios da formação de educadores de jovens e adultos. Belo Horizonte. 2011. Tese (Doutorado em Educação) – Faculdade de Educação, Universidade Federal de Minas Gerais.

PORCARO, R. C. A trajetória formativa do educador de jovens e adultos no Brasil: realidade, desafios e possibilidades. Revista Lugares de Educação. Bananeiras, SP:v. 3, n. 5, p. 50-66, 2013.

PROFESSOR P1. Depoimento I.[novembro. 2014]. Entrevistador: Luís Antônio da Costa. Ouro Preto, 2014. 1 arquivo mp3 (41 min.).

PROFESSOR P2. Depoimento II.[novembro. 2014]. Entrevistador: Luís Antônio da Costa. Ouro Preto, 2014. 1 arquivo mp3 (39 min.).

PROFESSOR P3. Depoimento III.[novembro. 2014]. Entrevistador: Luís Antônio da Costa. Ouro Preto, 2014. 1 arquivo mp3 (33 min.).

PROFESSOR P4. Depoimento IV.[novembro. 2014]. Entrevistador: Luís Antônio da Costa. Ouro Preto, 2014. 1 arquivo mp3 (28 min.).

Downloads

Publicado

2017-12-30

Como Citar

Araújo, R. M. B. de, & Costa, L. A. da. (2017). A Educação de Jovens e Adultos no ensino médio: construção e prática curricular dos professores da EJA em Ouro Preto-MG. Revista Educação E Políticas Em Debate, 6(3). https://doi.org/10.14393/REPOD.issn.2238-8346.v6n3a2017-04

Edição

Seção

Dossiê: Políticas educacionais, trabalho docente e desempenho discente