A duplicação de sujeito via pronome no português brasileiro

Autores

DOI:

https://doi.org/10.14393/DLv17a2023-15

Palavras-chave:

Duplicação de sujeito, Deslocamento à esquerda de sujeito, Português Brasileiro

Resumo

O objetivo deste artigo é compreender como a construção com sintagma nominal sujeito adjacente ao pronome correferente é usada em português brasileiro (PB). O pioneiro trabalho de Pontes (1987) a considera como deslocamento à esquerda de sujeito e outros autores seguem a autora (cf., p. ex., CALLOU et al., 2002[1993]; DUARTE, 1995; MORAES; ORSINI, 2003), porém há alguns que diferenciam as construções com deslocamento à esquerda de sujeito das construções com redobro de sujeito (cf. COSTA; DUARTE; SILVA, 2004; QUAREZEMIN, 2018; 2019). Neste trabalho, investigamos as ocorrências da construção encontradas em uma amostra de corpus de língua falada pelos aspectos prosódicos, sintáticos e informacionais/discursivos. Os resultados mostram que a construção é frequente e que a maioria das ocorrências não registra pausa entre o sintagma nominal e o pronome. Ao contrapor as construções com pausa prosódica com as sem pausa, descobrimos que os referentes destas podem veicular informação nova, enquanto os referentes daquelas não podem. Diante disso, as construções sem pausa são inovadoras, pois não possuem necessariamente propriedades de tópico e precisam ser consideradas como uma possibilidade de manifestação do sujeito no português brasileiro atual, a duplicação do sujeito via pronome.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Karoline Gasque de Souza, UFRGS

Mestra e Doutoranda em Linguística pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), bolsista CNPq.

Referências

BATTISTI, E. et al. LínguaPOA, acervo de entrevistas sociolinguísticas em constituição: desenho da amostra e resultados dos primeiros estudos. SeTAL, 2017.

BRITTO, H. de S. Deslocamento à Esquerda, Resumptivo-Sujeito, Ordem SV e a Codificação Sintática de Juízos Categórico e Tético no Português do Brasil. Tese de Doutorado. Universidade Estadual de Campinas, 1998.

BRITTO, H. de S. Syntactic codification of categorical and thetic judgments in Brazilian Portuguese. In: KATO, M. A.; NEGRÃO, E. V. (ed.). The Null Subject Parameter in Brazilian Portuguese. Frankfurt & Madrid: Vervuert-Iberoamericana, 2000. p. 195-222. DOI https://doi.org/10.31819/9783964561497-010

CALLOU, D. et al. Topicalização e deslocamento à esquerda: sintaxe e prosódia. In: CASTILHO, A. (org.). Gramática do Português falado: as abordagens. vol. 3. Campinas: Editora da UNICAMP, 2002[1993]. p. 315-59.

CHOMSKY, N. Lectures on government and binding. Dordrecht: Foris, 1981.

COSTA, J.; DUARTE, I.; SILVA, C. Construções de redobro em português brasileiro: sujeitos tópicos vs. soletração do traço de pessoa. Leitura - Estudos em sintaxe comparativa, n. 33, p. 135-14, 2004. DOI https://doi.org/10.28998/0103-6858.2004v1n33p135-145

DE CAT, C. French Dislocation. Tese de Doutorado, Universidade de York. 2002.

DE CAT, C. French subject clitics are not agreement markers. Língua, v.115, n.9, p. 1195-1219, 2005[2003]. DOI https://doi.org/10.1016/j.lingua.2004.02.002

DUARTE, M. E. A perda do princípio “Evite pronome” no Português Brasileiro. Tese de Doutorado, Universidade Estadual de Campinas, 1995.

DUARTE, M. E. The loss of the “avoid pronoun” principle in Brazilian Portuguese. In: KATO, M. A.; NEGRÃO, E. V. (ed.). The Null Subject Parameter in Brazilian Portuguese. Frankfurt & Madrid: Vervuert-Iberoamericana, 2000. p. 17-36. DOI https://doi.org/10.31819/9783964561497-002

DUARTE, M. E.; SOARES DA SILVA, H. Microparametric variation in Spanish and Portuguese: The null subject parameter and the role of the verb inflectional paradigm. In: KATO, M. A.; ORDÓÑEZ, F. (org.). The Morphosyntax of Portuguese and Spanish in Latin America. Oxford University Press, 2016. p. 1-26. DOI https://doi.org/10.1093/acprof:oso/9780190465889.003.0001

GASQUE DE SOUZA, K. A duplicação de sujeito no português brasileiro. Dissertação de mestrado. Universidade Federal do Rio Grande do Sul - UFRGS, 2021.

GIVÓN, T. A compreensão da gramática. Tradução de Maria Angélica Furtado da Cunha, Mário Eduardo Martelotta e Filipe Albani. São Paulo: Cortez; Natal: EDUFRN, 2012.

GIVÓN, T. English Grammar: A Function-based Introduction, vol. II. Amsterdã: John Benjamins Publishing Company, 1993. DOI https://doi.org/10.1075/z.engram2

GIVÓN, T. On understanding grammar. New York: Academic Press, 1979.

GIVÓN, T. The drift from VSO to SVO in Biblical Hebrew: The pragmatics of tense-aspect. In: LI, C. N. (ed.). Mechanism of syntactic change. Austin: University of Texas Press, 1977. DOI https://doi.org/10.7560/750357-007

GIVÓN, T. Topic continuity in discourse: An introduction. In: GIVÓN, T. Topic Continuity in Discourse: A quantitative cross-language study. vol. III. Amsterdã: John Benjamins Publishing Company, 1983. p. 1-41. DOI https://doi.org/10.1075/tsl.3

GIVÓN, T. Topic, pronoun and grammatical agreement. In: LI, C. N. (ed.). Subject and Topic. New York: Academic Press, 1976.

KATO, M. A. Tópicos como alçamento de predicados secundários. Cad. Est. Ling., Campinas, p. 67-76, 1998.

LÍNGUAPOA. Universidade Federal do Rio Grande do Sul. 2015-2019 (período de coleta). Disponível em: https://www.ufrgs.br/linguapoa. Acesso em: 27 out. 2021.

MORAES, J. A. de; ORSINI, M. T. Análise prosódica das construções de tópico no português do Brasil: estudo preliminar. Letras de Hoje, v. 38, n. 4, p. 261-272, 2003.

PONTES, E. O tópico no português do Brasil. Campinas: Pontes, 1987.

QUAREZEMIN, S. A cartografia das posições de sujeito nas sentenças com redobro em português brasileiro. Comunicação apresentada no Encontro Nacional do Grupo de Trabalho de Teoria da Gramática da ANPOLL, 2018. DOI https://doi.org/10.18309/anp.v1i48.1253

QUAREZEMIN, S. Um novo olhar sobre as sentenças com redobro em português brasileiro. Revista da Anpoll, v.1, n. 48, p. 52-63, 2019. DOI https://doi.org/10.18309/anp.v1i48.1253

ROSS, J. R. Constraints on variables in syntax. Tese de Doutorado. Massachusetts Institute of Technology - MIT, 1967.

Downloads

Publicado

10.03.2023

Como Citar

GASQUE DE SOUZA, K. A duplicação de sujeito via pronome no português brasileiro. Domínios de Lingu@gem, Uberlândia, v. 17, p. e1715, 2023. DOI: 10.14393/DLv17a2023-15. Disponível em: https://seer.ufu.br/index.php/dominiosdelinguagem/article/view/68138. Acesso em: 18 jun. 2024.