"Rumo à cidade"

trajetórias laborais de mulheres migrantes em contextos rurais

Autores

  • Guélmer Júnior Almeida de Faria Universidade Estadual de Montes Claros-UNIMONTES
  • Maria Da Luz Alves Ferreira Universidade Estadual de Montes Claros-UNIMONTES
  • Andrea Maria Narciso Rocha de Paula Universidade Estadual de Montes Claros-UNIMONTES

DOI:

https://doi.org/10.14393/RCT122714

Resumo

O objetivo principal deste artigo é analisar as migrações internas rurais-urbanas pelo segmento feminino quanto à sua inserção no mercado de trabalho doméstico urbano. O percurso metodológico desenvolveu-se através da conjugação de análise teórico-conceitual, feito por um levantamento bibliográfico e pesquisa de campo, dialogando com a pesquisa qualitativa, realizaram-se entrevistas em profundidades com seis mulheres migrantes, empregando um roteiro de entrevista individual. Quanto às novas relações sociais é comum encontrar entre as migrantes rurais as redes de apoio que atuam na socialização deste migrante na sociedade de destino (espaço urbano). Percebe-se neste estudo o papel das redes de parentesco na efetivação do projeto migratório, seja através das experiências migratórias conhecidas ou pelo incentivo da vinda de outros familiares. Nesta pesquisa, elas são as pioneiras no movimento migratório familiar, a migração se processou na adolescência, configurando uma mudança na "esperança de uma vida melhor" que o trabalho doméstico na casa de terceiros poderia proporcionar.

PALAVRAS-CHAVES: migrações rurais-urbanas, mulheres, mobilidade, trabalho feminino, reprodução.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Guélmer Júnior Almeida de Faria, Universidade Estadual de Montes Claros-UNIMONTES

Atualmente em Estágio de Doutoramento Sanduíche na Universidade de Coimbra (Portugal), no Centro de Estudos Sociais (CES), Doutorando pelo Programa de Pós-Graduação em Desenvolvimento Social da Universidade Estadual de Montes Claros (UNIMONTES), Mestre em Desenvolvimento Social pela Universidade Estadual de Montes Claros (2014), Bacharel em Economia Doméstica pela Universidade Federal de Viçosa (2008). Bolsista de Doutorado CAPES (2015), Revisor dos Periódicos: Revista Elo - Diálogos em Extensão (UFV), Revista Espaço Acadêmico (UEM), Revista Ibero-Americana de Estudos em Educação (UNESP), Revista Holos (UFRN), Revista Desenvolvimento em Questão (UNIJUÍ), REMHU - Revista Interdisciplinar da Mobilidade Humana. Atualmente é Especialista Colaborador em projetos de Extensão Universitária, Professor Convidado no Instituto de Ciências Agrárias da UFMG (ICA/UFMG) e Professor dos Cursos de Especialização da Unidade de Ensino e Aprendizado de Viçosa (UNESAV)/Faculdade de Educação da Serra (FASE): Instrumentalidade do Serviço Social, Gestão de Pessoas e Criminologia, Direitos Humanos e Segurança Pública, lecionando as disciplinas de: Metodologia da Pesquisa, Técnica de Elaboração de Monografia e Estudos Empíricos da Violência e Criminalidade. Tem experiência na área de Desenvolvimento Social, atuando principalmente nos seguintes temas: metodologia da pesquisa, trabalho doméstico, gênero, sociologia das migrações, redes sociais da migração, extensão rural, extensão universitária.

Maria Da Luz Alves Ferreira, Universidade Estadual de Montes Claros-UNIMONTES

Possui doutorado em Ciencias Humanas (Sociologia e Política) (2007), pela UFMG, e mestrado em Sociologia pela Universidade de Brasília (2000). Atualmente é professora do Curso de Ciências Sociais e do Programa de Pós-Graduação em Desenvolvimento Social da Universidade Estadual de Montes Claros. Área de atuação: Sociologia, com ênfase em Teoria Sociológica Contemporânea, atuando principalmente nos seguintes temas: trabalho informal, cidadania e relações de gênero, estratificação e desigualdaes sociais: raça, gênero e classe. Exerceu o cargo de Chefe de Departamento de Política e Ciencias Sociais da UNIMONTES no bienio de 2007 - 2009 tendo sido reeleita para o bienio 2009-2011.

Andrea Maria Narciso Rocha de Paula, Universidade Estadual de Montes Claros-UNIMONTES

Professora doutora no curso de Ciências Sociais, lotada no Departamento de Política e Ciências Sociais (DPCS) da Universidade Estadual de Montes Claros (UNIMONTES- MG). Docente no Programa de Pós Graduação em Desenvolvimento Social. Professora no Programa de Pós Graduação associado UFMG/UNIMONTES em Sociedade, Ambiente e Território. Bolsista de produtividade BIPDT- Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais/FAPEMIG. Líder do grupo de pesquisa OPARA-MUTUM-Estudos e pesquisas sobre migrações e comunidades tradicionais no Rio São Francisco/Unimontes- CNPq. Pesquisadora do NIISA_ Núcleo Interdisciplinar em Investigação Socioambiental. Doutora em Geografia pelo PPGEO-IG-UFU (2009). Estágio realizado no CES- Centro de Estudos Sociais da Universidade de Coimbra na Faculdade de Economia sobre a orientação do professor Boaventura de Sousa Santos em Coimbra ? Portugal ( 2008) com bolsa da CAPES. Mestrado em Geografia na Universidade Federal de Uberlândia- Instituto de Geografia (2003). Bacharel em Ciências Sociais, pela Universidade Estadual de Montes Claros. Especialista em Ciências Sociais pela UNIMONTES. Experiência em Geografia Cultural e Sociologia e Antropologia rural, metodologia qualitativa, atuando principalmente nos seguintes temas: espaço, lugar e as comunidades tradicionais ribeirinhas, migrações campo-cidade, sertões roseanos.Pesquisadora CNPq e FAPEMIG.

Downloads

Publicado

18-10-2018

Como Citar

FARIA, G. J. A. de; FERREIRA, M. D. L. A.; PAULA, A. M. N. R. de. "Rumo à cidade": trajetórias laborais de mulheres migrantes em contextos rurais. Revista Campo-Território, Uberlândia, v. 12, n. 27 Ago., 2018. DOI: 10.14393/RCT122714. Disponível em: https://seer.ufu.br/index.php/campoterritorio/article/view/39044. Acesso em: 18 abr. 2024.

Edição

Seção

Artigos

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)