Do paradigma disciplinar ao paradigma interdisciplinar

uma questão para a universidade

Autores

  • Mara Rúbia Alves Veríssimo Universidade Federal de Uberlândia (UFU)

DOI:

https://doi.org/10.14393/REVEDFIL.v15n29a2001-716

Palavras-chave:

Educação, Filosofia, Universidade

Resumo

Abstract: This paper analyses the change of the paradigm in the social epistemological and pedagogic field concerning the modern model of disciplines, for which a great contribution has been made by the University and specially by the Human and Social Sciences. From the historical perspective, indicators have been drawn of the urgency to crate a pos-modern interdisciplinary paradigm, since it reveled the anachronism in Education and the University, in the face of current social and cultural configurations on spite of prevailing neoliberalism tendencies.

 

Resumo: Este trabalho analisa a mudança paradigmática no âmbito social, epistemológico e pedagógico, relativamente ao modelo moderno de disciplinarização, para o qual contribuíram a universidade e as Ciências Humanas e Sociais. A partir de uma perspectiva histórica desde processo, delineamos indicadores da emergência de um paradigma interdisciplinar pós-moderno, que tem revelado o anacronismo da educação e da universidade frente as atuais conformações socioculturais, a despeito da vertente dominante do neoliberalismo.

Palavras-chave: Educação; Filosofia; Universidade.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Mara Rúbia Alves Veríssimo, Universidade Federal de Uberlândia (UFU)

Doutora em Educação pela Universidade Metodista de Piracicaba. Professora da Faculdade de Educação da Universidade Federal de Uberlândia

Referências

BONAMINO, Alícia Catalano de, BRANDÃO, Zaia. Posfácio. In: BRANDÃO, Zaia (Org.). A crise dos paradigmas e a educação. São Paulo: Cortez, 1994, p.88-102. (Colegão Questões da Nossa Época, 35)

CALELLO, Hugo. Utopia universitária y democracia imaginária. Congresso Latino-americano de Sociologia. São Paulo, set. 1997, pp. 112, mimeo.

CHARLE, Chistophe e VERGER, Jacques. História das universidades. São Paulo: Editora da UNESP, 1996.

CHAUÍ, Marilena de S. O que é ser educador hoje? Da arte à ciência: a morte do educador. In: BRANDÃO, Carlos R. (Org.). O educador: vida e morte. Rio de Janeiro: Edições Graal, 1982, pp. 51-70.

CHAUÍ, Marilena de S. Produtividade e humanidades. Tempo Social. São Paulo: EDUSP, 1(20), 2. sem. 1989, pp. 1-71. https://doi.org/10.1590/ts.v1i2.84766

COMTE, Augusto. Curso de filosofia positiva / discurso sobre o espírito positivo. Os Pensadores. São Paulo: Abril Cultural, 1993, v. 33, pp. 926, 49-71.

FERNÁNDEZ, José Alberto. Los Avatares de la democracia universitária bajo el neoliberalismo. Congresso Latino-americano de Sociologia. São Paulo, set. 1997, pp. 1-12, mimeo.

GALLO, Sílvio. Conhecimento, fransversalidade e currículo. Trabalho apresentado na 18 0 Reunião da ANPED, 1995, mimeo.

GÓMEZ, Roberto Rodríguez. La modernización de la educacion superior en México: una agenda para la discusión. Documento para reunión anual de ANPED, Caxambu (Brasil), septiembre, 1997, pp. 1-17, mimeo.

GORE, Jennifer M. Foucault e educação: fascinantes desafios. In: SILVA, Tomaz Tadeu da (Org.). O sujeito na educação; estudos foucaultianos. Petrópolis: Vozes, 1994. p. 1-20.

JONES, David M. Foucault e a possibilidade de uma pedagogia sem redenção. In: SILVA, Tomaz T. O sujeito da educação. Petrópolis: Vozes, 1994. pp. 111-126.

KELL, Maria Rita. A doença da literatura. Folha de São Paulo. 30 de junho de 1196, C. 5, p. 3.

LARROSA, Jorge. Tecnologias de eu e educação. In: SILVA, Tomaz T. O sujeito da educação. Petópolis: Vozes, 1994. pp. 35-86.

MARSHALL, james. Governamentalidade e educação liberal. In: SILVA, Tomaz T. O sujeito da educação. Pefrópolis: Vozes, 1994. pp. 21-34.

MONTES, Jayme Lavados. Crisis en la universidad? Discurso 1530 aniversário universidad de Chile. Santiago, 22 de noviembre de 1995, pp. 1-10, mimeo.

MONTES, Jayme Lavados. La creación del futuro. Discurso de inauguración del año académico 1996.Santiago, mayo 7 de 1996, pp. 1-11, mimeo.

MONTES, Jayme Lavados. Discurso inauguracion conferencia internacional de rectores de universidades estatales. Santiago, 17 de abril de 1996, pp. 1-7, mimeo.

PETERS, Michael. Governamentalidade liberal e educação. In: SILVA, Tomaz T. O sujeito da educação. Petrópolis: Vozes, 1994. pp. 211-224.

PIGNATELLI, Frank. Que posso fazer? Foucault e a questão da liberdade e da agência docente. In: SILVA, Tomaz T. O sujeito da educação. Petrópolis: Vozes, 1994. pp. 127-154.

POPKEWITIZ, Thomas S. Reforma educacional: uma política sociológica - poder e conhecimento em educação. Porto Alegre: Artes Médicas, 1997.

POPKEWITZ, Thomaz S. História do currículo, regulação social e poder. In: SILVA, Tomaz T. O sujeito da educação. Petrópolis: Vozes, 1994. pp 173-210.

SANTOS, Boaventura de sousa. Pela mão de Alice - o social e o político na pós-modernidade. Porto: Afrontamento, 1994.

SGUISSARDI, Valdemar; SILVA JR., João dos Reis (Orgs.). Políticas públicas para a educação superior. Piracicaba: Editora da UNIMEP, 1997.

VARELA, Júlia. O estatuto do saber pedagógico. In: SILVA, Tomaz T. O sujeito da educação. Petrópolis: Vozes, 1994. pp. 87-96.

VEIGA-NETO, Alfredo. A ordem das disciplinas. 5 de julho de 1997, Internet, pp. 1-9.

VERÍSSIMO, Mara Rúbia A. M. A articulação entre infância, cidadania e história: uma questão para a Pedagogia. Educação e Filosofia. Uberlândia: EDUFU, v. 9, n. 17, jan / jun 1995. pp.191 - 207.

_____________. Educação e cidadania na pós-modernidade. Universidade federal de Uberlândia, 1996. dissertação de Mestrado.

_____________. Pós-Modernidade e iluminismo: crítica à, ideologia modernista. Educação e Filosofia. Uberlândia: EDUFU, v. 12, ns. 21/ 22, 1997.

WINCHESTER, Ian. A descrição usual do alfabetismo e seus críticos. Teoria e Educação. Porto Alegre: Pannonica Editora, n. 2, 1990, pp. 137-157

Downloads

Publicado

2008-08-21

Como Citar

VERÍSSIMO, M. R. A. Do paradigma disciplinar ao paradigma interdisciplinar: uma questão para a universidade. Educação e Filosofia, Uberlândia, v. 15, n. 29, p. 105–127, 2008. DOI: 10.14393/REVEDFIL.v15n29a2001-716. Disponível em: https://seer.ufu.br/index.php/EducacaoFilosofia/article/view/716. Acesso em: 23 fev. 2024.