A linguagem poética em Heidegger

Autores

  • Valeska Zanello Universidade de Brasília (UnB)

DOI:

https://doi.org/10.14393/REVEDFIL.v18n35/36a2004-595

Palavras-chave:

Heidegger, Fala, Linguagem, Escrita

Resumo

Este artigo tem como fito argumentar a favor da forma da escrita presente nos últimos trabalhos de Heidegger, sobretudo em “A caminho da fala”. Busca-se refletir o quanto a forma de escrita aderida pelo autor justifica-se pela própria radicalidade de seu pensar acerca da linguagem. Ou seja, o quanto a “experiência coma fala” só pode se realizar através de uma escrita que seja ela mesma viva, poética, não-conceitual, caminhante.

Palavras-chave: Heidegger; Fala; Linguagem; Escrita.

 

Abstract: This article aims to argue favorably to the Heidegger’s latest papers writing form, especially in his “Unterwegs zur Sprache”. It searches to think about how Heidegger’s radial thoughts about language can justify Heidegger’s writing form. That is to say, how the “experience with the speech” can only be realized through a writing that be itself alive, poetic, non-conceptual, walker.

Keywords: Heidegger; Speech; Language; Writing.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Valeska Zanello, Universidade de Brasília (UnB)

Doutoranda em Psicologia pela Universidade de Brasília – UnB

Referências

CABRERA, J. "Acerca da expressão 'Das Nichts Nichtet' (uma leitura analítica)". In Revista Filósofos, V.3, N.2, Goiânia, 1998, p.61-96. https://doi.org/10.5216/phi.v3i2.11271

DRUMMOND DE ANDRADE, C. Antologia poética. Rio de Janeiro/ São Paulo: Editora Record, 1999.

HEIDEGGER, M. Ser e Tempo. Editora vozes, 1993.

________. A Origem da obra de arte. Lisboa: Edições 70, 1991.

________. "El origen de la obra de arte" em Arte y Poesia. México: Fondo Cultura Mexicana, 1978, p.37-123.

________. "Hölderlin y la esencia de la poesia” em Arte y Poesia. México: Fondo Cultura Mexicana, 1978, p. 126-148.

________. De caminho al habla. Barcelona: Odós, 1987.

JASPERS, K. Notas sobre Heidegger. Madri: Mondadori, 1990.

HOUAISS, A. Dicionário da língua portuguesa. Rio de Janeiro: Objetiva, 2001. https://doi.org/10.5628/rpcd.01.03.03

NUNES, B. Passagem para o poético – Filosofia e poesia em Heidegger. São Paulo: Ática, 1992.

RORTY, R. A filosofia e o espelho da natureza. Rio de Janeiro: Relume Dumará, 1994.

VATTIMO, G. Introdução a Heidegger Lisboa: Edições 70, 1989.

Downloads

Publicado

2008-07-10

Como Citar

ZANELLO, V. A linguagem poética em Heidegger. Educação e Filosofia, Uberlândia, v. 18, n. 35/36, p. 279–310, 2008. DOI: 10.14393/REVEDFIL.v18n35/36a2004-595. Disponível em: https://seer.ufu.br/index.php/EducacaoFilosofia/article/view/595. Acesso em: 27 maio. 2024.