O conceito hegeliano

substância de liberdade

Autores

  • Arnaldo Fortes Drummond Universidade Federal de Uberlândia (UFU)

DOI:

https://doi.org/10.14393/REVEDFIL.v18n35/36a2004-586

Palavras-chave:

Filosofia especulativa do conceito, Filosofia especulativa da liberdade, O conceito especulativo

Resumo

O artigo pretende enfatizar a associação que Hegel faz entre o significado de conceito e de liberdade, respectivamente, na introdução dos Princípios da filosofia do direito. Hegel tematiza conceito significando liberdade, tornando-os apenas um, e atribui a tarefa de decifrá-lo à filosofia que, para ele, é uma ciência especulativa cuja atribuição é revelar o caráter especulativo de conceito que o torne, como a liberdade já é, um concreto que é universal. Com isso, Hegel institui novo padrão heurístico absolutamente original para se compreender o que é conceito segundo um Sistema de liberdade.

Palavras-chave: Filosofia especulativa do conceito; Filosofia especulativa da liberdade; O conceito especulativo.

 

Abstract: This article aims to emphasize the association that Hegel makes between the meanings of concept and of freedom respectively, in the introduction of the Principles of the right philosophy. Hegel theorizes concept so as to mean freedom, unifying them in one and attributes the task of deciphering it to philosophy, which he sees as a speculative science in charge of disclosing the speculative character of the concept that turns it into a concrete that is universal as well as the freedom already is. With this, Hegel institutes an absolutely original new heuristical standard, which makes us understand what a concept is according to a System of freedom.

Keywords: Speculative philosophy of the concept; Speculative philosophy of freedom; The speculative concept.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Arnaldo Fortes Drummond, Universidade Federal de Uberlândia (UFU)

Professor Adjunto do Departamento de Filosofia da FAFCS/UFU.

Referências

HEGEL, Georg Wilhelm Friedrich. Princípios da filosofia do direito. Tradução de Orlando Vitorino. 2ª edição, Lisboa: Martins Fontes, 1976.

INWOOD, Michael. Dicionário Hegel. Rio de Janeiro: Zahar, 1997.

LIMA VAZ, Henrique Cláudio de. Escritos de filosofia IV; introdução à ética filosófica 1. São Paulo: Loyola, 1999.

Downloads

Publicado

2008-07-10

Como Citar

DRUMMOND, A. F. O conceito hegeliano: substância de liberdade. Educação e Filosofia, Uberlândia, v. 18, n. 35/36, p. 83–91, 2008. DOI: 10.14393/REVEDFIL.v18n35/36a2004-586. Disponível em: https://seer.ufu.br/index.php/EducacaoFilosofia/article/view/586. Acesso em: 14 jun. 2024.