Palavras Mágicas:

solução instantânea para questões pedagógicas?

Autores

DOI:

https://doi.org/10.14393/REVEDFIL.v35n73a2021-57274

Palavras-chave:

Palavras mágicas, Pedagogia, Formação, Teoria crítica, Hermenêutica objetiva

Resumo

Palavras Mágicas: solução instantânea para questões pedagógicas?

Resumo: O objetivo desse artigo é analisar, com base no aporte teórico-epistemológico da hermenêutica objetiva, a presença, a razão e utilização das palavras mágicas no contexto escolar, especialmente nas relações estabelecidas entre os alunos e professores. Para tanto, o cartaz “Palavras Mágicas”, uma imagem captada em uma escola pública do ensino fundamental, no município de São Carlos – SP, em 2018, foi reconstruído empiricamente e interpretado por um grupo de pesquisadores brasileiros e um estrangeiro. O significado histórico-cultural das palavras mágicas, bem como o questionamento acerca da pertinência da adoção de práticas “pedagógicas mágicas” na escola, foi contrastado com o sentido pedagógico da formação escolar. Os resultados da análise indicam que a pedagogia não pode ser praticada de forma mágica, mediante a instantaneidade e instrumentalização de suas ações, pois se assim o for, estaríamos decretando o fim da Pedagogia.

Palavras-chave: Palavras mágicas; Pedagogia; Formação; Teoria crítica; Hermenêutica objetiva.

Magic Words: instant solution to pedagogical questions?

Abstract: The aim of this article is to analyze, based on the theoretical-epistemological contribution of objective hermeneutics, the presence, reason and use of magic words in the school context, especially in the relationships established between students and teachers. To this end, the poster “Palavras Mágicas”, an image captured in a public elementary school in the municipality of São Carlos - SP, in 2018, was reconstructed empirically and interpreted by a group of Brazilian researchers and a foreigner. The historical-cultural meaning of magic words, as well as the questioning about the pertinence of adopting “magical pedagogical” practices in school, were contrasted with the pedagogical sense of school formation. The results of the analysis indicate that pedagogy cannot be practiced in a magical way, by means of the instantaneous and instrumentalization of its actions, because if it happened, we would be decreeing the end of Pedagogy.

Keyword: Magic words; Pedagogy; Formation; Critical theory; Objective hermeneutics.

Palabras mágicas: ¿solución instantánea a cuestiones pedagógicas?

Resumen: El objetivo de este artículo es analizar, con base en la contribución teórico-epistemológica de la hermenéutica objetiva, la presencia, la razón y el uso de palabras mágicas en el contexto escolar, especialmente en las relaciones establecidas entre estudiantes y docentes. Con este fin, el póster "Palavras Mágicas", una imagen capturada en una escuela primaria pública en el municipio de São Carlos - SP, en 2018, fue reconstruida empíricamente e interpretada por un grupo de investigadores brasileños y un extranjero. El significado histórico-cultural de las palabras mágicas, así como el cuestionamiento sobre la pertinencia de adoptar prácticas "mágicas pedagógicas" en la escuela, se contrasta con el sentido pedagógico de la formación escolar. Los resultados del análisis indican que la pedagogía no se puede practicar de manera mágica, por medio de la instantánea y la instrumentalización de sus acciones, porque de ser así, estaríamos decretando el fin de la pedagogía.

Palabra clave: Palabras mágicas; Pedagogía; Formación; Teoría crítica; Hermenéutica objetiva.

Data de registro: 13/09/2020

Data de aceite: 05/08/2021

Financiamento de Pesquisa: FAPESP

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Luiz Roberto Gomes, Universidade Federal de São Carlos (UFSCAR)

Doutor em Educação pela Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Professor na Universidade Federal de São Carlos (UFSCAR). E-mail: luizrgomes@ufscar.br. ORCID: https://orcid.org/0000-0002-8867-7897.  CV: http://lattes.cnpq.br/4768579559449929

Andreas Gruschka, J.W. Goethe Universität Frankfurt am Main

Professor titular aposentado da Goethe Universität (Frankfurt am Main). E-mail: A.Gruschka@em.uni-frankfurt.de. ORCID: https://orcid.org/0000-0001-6673-7206

Antonio Álvaro Soares Zuin, Universidade Federal de São Carlos (UFSCAR)

Doutor em Educação pela Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Professor na Universidade Federal de São Carlos (UFSCAR). E-mail: dazu@ufscar.br. ORCID: https://orcid.org/0000-0002-6850-2897. CV: http://lattes.cnpq.br/5543562307373287

Referências

ADORNO, T. W. Ohne Leitbild–Anstelle einer Vorrede. In: Gesammelte Schriften 10.1 – Kulturkritik und Gesellshaft I, Prismen, Ohne Leitbild. Frankfurt am Main: Suhrkamp Verlag, 1972.

ADORNO, T. W. Educação após Auschwitz. In: Educação e Emancipação. Rio de Janeiro: editora Paz e Terra, 1995a.

______. Educação para quê? In: Educação e Emancipação. Rio de Janeiro: editora Paz e Terra, 1995b.

ADORNO, T.W. Textos escolhidos. São Paulo: Nova Cultural, 1999.

ADORNO, T. W. “Tabus a respeito do professor”. In: ZUIN, A. A.S., PUCCI, B. & RAMOS-DE-OLIVEIRA, N. Adorno: o poder educativo do pensamento crítico. 4ª. edição. Petrópolis: Vozes, 2000.

ADORNO, T. W. Dialética Negativa. Rio de Janeiro: Zahar, 2009.

BRASIL, Ministério da Educação. Base Nacional Comum Curricular. Brasília, 2018. Disponível em http://basenacionalcomum.mec.gov.br. Acesso em 12/09/2019.

GÂNDARA, S. & BEFI-LOPES. Tendências da aquisição lexical em crianças em desenvolvimento normal e crianças com Alterações Específicas no Desenvolvimento da Linguagem. Revista da Sociedade Brasileira de Fonoaudiologia, 15(2):297-304, 2010. https://doi.org/10.1590/S1516-80342010000200024

GOMES, L. R. Hermenêutica Objetiva e Pesquisa Empírica em Educação: a experiências com os estudos de sala de aula em Frankfurt am Main in Revista Eletrônica de Educação, v.11, n.2, p. 351-367, jun./ago., 2017. São Carlos: UFSCar. https://doi.org/10.14244/198271992154

GRUSCHKA, A. Bürgerliche Kälte und Pädagogik: Moral in Gessellschaft und Erziehung. Büchse der Pandora, 1994.

______. Didaktik Das Kreuz Mit Der Vermittlung: Elf Einsprüche gegen den didaktischen Betrieb. Büchse der Pandora Verlag, 2002.

______. Erkenntnis in und durch Unterricht. Empirische Studien zur Bedeutung der Erkenntinis-und Wissenschaftstheorie für die Didaktik.Wetzlar: Büchse der Pandora, 2009.

______. Pädagogische Forschung als Erforschung der Pädagogik: Eine Grundlegung. Opladen, Berlin e Toronto: Büchse der Pandora Verlag, 2011. https://doi.org/10.2307/j.ctvddzh45.

______. .Frieza Burguesa e Educação: a frieza como mal-estar moral da cultura burguesa na educação. Campinas: Autores Associados, 2014.

______. Adeus Pedagogia? O fim das fronteiras da relação pedagógica e a perda da função da pedagogia in: LASTÓRIA, L. A. C. N.; ZUIN, A. A. S.; GOMES, L. R.; GRUSCHKA, A. Teoria Crítica, Escritos Sobre Educação: contribuições do Brasil e Alemanha. São Paulo: Nankin, 2015.

HORKHEIMER, M. Autoridade e família. Lisboa: editora A páginas tantas, 1983.

HORKHEIMER, M e ADORNO, T. W. Dialética do Esclarecimento. Rio de Janeiro: Zahar, 1985.

HOWARD, A., LANDAU, S. & PRYOR, J. Peer Bystanders to Bullying: Who Wants to Play with the Victim? Journal Abnormal Child Psycholy, 42:265–276, 2014. https://doi.org/10.1007/s10802-013-9770-8 PMid:23801432

KANT, I. Sobre a Pedagogia. Piracicaba: editora da Unimep, 1996.

KRAIMER, K. Die Fallrekonstruktion. Sinn-Verstehen in der sozialwissenschaften Forschung. Frankfurt/Main: Suhrkamp Taschenbuch, 2002.

______. Die Fallrekonstruktion. Sinn-Verstehen in der sozialwissenschaften Forschung. Frankfurt am Main: Suhrkamp Taschenbuch, 2000.

KYRIACOU, C. Helping troubled pupils. Chelteham: Nelson Thornes, 2003.

KYRIACOU, C. & ZUIN, A. Cyberbullying and moral disengagement: na analysis based on a social pedagogy of pastoral care in schools. Pastoral Care in Education, 34:1, 34-42, 2016. https://doi.org/10.1080/02643944.2015.1134631

NAYLOR, P., COWIE, H., COSSIN, F., BETTENCOURT, R., & LEMME, F. Teachers’ and pupils’ definitions of bullying. British Journal of Educational Psychology, 76, 553–576, 2006. https://doi.org/10.1348/000709905X52229 PMid:16953962

OEVERMANN, U. Fallrekontruktion und Strukturgeneralisierung. In: . Frankfurt/M. 1981

PEDROSO, F., ROTTA, M., DANESI, N., AVILA, L. & SAVIO, C. Evolução das manifestações pré-linguísticas em crianças normais no primeiro ano de vida. Revista da Sociedade Brasileira de Fonoaudiologia;14(1):22-5, 2009. https://doi.org/10.1590/S1516-80342009000100006

PLATÃO. Diálogos: Mênon, Banquete e Fedro. Rio de Janeiro: Ediouro, 1999.

ROUSSEAU, J. J. Emílio ou da Educação. São Paulo: Martins Fontes, 1999.

VILELA, R. A. T. A pesquisa empírica da sala de aula na perspectiva da teoria crítica: aportes metodológicos da hermenêutica objetiva de Ulrich Oevermann.In: PUCCI, B.;

COSTA, B. C.; DURÃO, F. (Orgs.) Teoria Crítica e Crises: reflexões sobre cultura, estética e educação. Campinas: Autores Associados, 2012.

______. A análise sociológica “Hermenêutica Objetiva”: novas perspectivas na pesquisa qualitativa. Anais do XV Congresso Brasileiro de Sociologia. Curitiba, Julho de 2011.

WERNET, A. Hermeneutik-Kasuistik-Fallverstehen.Stuttgart: Kolhammer Verlag, 2006.

ZUIN, A.A.S, Fúria narcísica entre alunos e professores: as práticas de cyberbullying e os tabus presentes na profissão de ensinar. São Carlos: EDUFSCar, 2021.

Downloads

Publicado

2021-09-14

Como Citar

Gomes, L. R., Gruschka, A. G., & Zuin, A. Álvaro S. (2021). Palavras Mágicas:: solução instantânea para questões pedagógicas?. EDUCAÇÃO E FILOSOFIA, 35(73), 197–228. https://doi.org/10.14393/REVEDFIL.v35n73a2021-57274

Edição

Seção

Artigos