Corpo(i)ética:

educação dos afetos e produção de modos expressivos

Autores

  • Fernando H. Yonezawa

DOI:

https://doi.org/10.14393/REVEDFIL.issn.0102-6801.v31n63a2017-15

Palavras-chave:

Gilles Deleuze, Spinoza, Corpo, Artes, Educação

Resumo

Corpo(i)ética: educação dos afetos e produção de modos expressivos

Resumo: Neste texto compartilharemos nossa experiência de trabalho com experimentações corporais-artísticas, as quais estão baseadas em conceitos deleuzo-guattarianos e spinozanos. São experimentações oferecidas para grupos de pessoas de diversas faixas etárias e formações. Ao longo deste trabalho[1], viemos forjando a noção conceitual de educação dos afetos, a qual denomina a produção de um conhecimento acerca dos insuspeitos afetos engendrados nas experimentações. Trata-se de uma forma de educação constituída a partir da problematização de tais afetos em conexão com os modos de vida instituídos e respectivas maneiras de sentir, mover-se, expressar-se. Assim, nos questionamos sobre a possiblidade de produção de mais e novos modos expressivos. Baseados em conceitos de Guattari e Deleuze, entendemos que a força expressiva dos corpos sempre se constitui sobre uma problemática estético-artística e não fisiológico-funcional. Então, estaremos descrevendo aqui os procedimentos adotados em nossas experimentações, bem como os efeitos relatados pelos participantes e os conceitos filosóficos mobilizados.

Palavras-chave: Gilles Deleuze; Spinoza; Corpo; Artes; Educação.

[1] Trabalho realizado e desenvolvido juntamente com as parceiras e profissionais Ângela Vieira, Juliana Bom-Tempo (Psicologia) e Lisiane Yonezawa (Terapia Ocupacional).

Bodyethics: affections education and expressive modes production

Abstract: In this text, we would like our work of bodily-artistic experiments, which are based on Deleuze-Guattarian and Spinozian concepts. These experiments are offered to groups of people of varying age groups and backgrounds: Humanities students, health professionals, and public school teachers. With Spinoza and Deleuze we understand that affections are modes and characterize the expressive forms of the power to be affected of bodies. Also with these authors, we take these modes as possessing an educational force, that is, of intending new bodies in expressive ways, since there are affections that violate the relationship of sensible cohesion between the faculties of thought. So we will be describing here the procedures adopted in our experiments, as well as the effects reported by the participants and the mobilized philosophical conceptualization.

Keywords: Gilles Deleuze; Spinoza; Body; Affection; Education. 

Cuerpo(i)ética: educacion de los afectos y produccion de modos expressivos

Resumen: En éste texto, nuestro trabajo de experimentación corporales-artísticas, las cuales están basadas en conceptos deleuzo-guattarianos y espinozianos. Dichas experimentaciones son ofrecidas para grupos de personas de diversas edades y formaciones: estudiantes del área de Humanidades, profesionales de la salud y profesores de escuelas públicas. Con Espinosa y Deleuze entendemos que los afectos son modos y caracterizan las formas expresivas de la potencia de ser afectado por los cuerpos. Como en esos autores, también tomamos los modos como poseedores de una fuerza educativa, sea cual sea, la de tensionar en los cuerpos nuevas maneras expresivas, ya que hay afectos que violentan la relación de cohesión sensata entre las facultades del pensamiento. Entonces, estaremos describiendo aquí los procedimientos adoptados en nuestras experimentaciones, bien como los efectos relatados por los participantes y la conceptualización filosófica movilizada.

Palabras-clave: Gilles Deleuze; Spinoza; Cuerpo; Afecto; Educación.

Data de registro: 05/12/2017

Data de aceite: 22/02/2018

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Fernando H. Yonezawa

Doutor em Psicologia pela Faculdade de Filosofia Ciências e Letras de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo (FFCLRP-USP). Professor colaborador do Programa de Pós-Graduação em Psicologia Institucional da Universidade Federal do Espírito Santo (UFES-PPGPSI).

Referências

ARTAUD, A. O Teatro e seu Duplo. São Paulo: Martins Fontes, 2006.

DELEUZE, G. Cursos sobre Spinoza. Forataleza: Eduece, 2009.

______. Diferença e Repetição, Rio de Janeiro: Graal, 2006.

______. Espinosa - Filosofia Prática. São Paulo: Escuta, 2002.

______. Spinoza et Le Problème de L'´Expression. Paris: Minuit, 2010.

______;GUATTARI, F. Mil Platôs: Capitalismo e Esquizofrenia, v.3, São Paulo: Editora 34, 1996.

______; GUATTARI, F. Mil Platôs: Capitalismo e Esquizofrenia, v.4, São Paulo: Editora 34, 1997.

______; GUATTARI, F. O que é a Filosofia? Rio de Janeiro: Editora 34, 1992.

SPINOZA, B. Ética. Belo Horizonte: Autêntica Editora, 2009.

Downloads

Publicado

2017-12-31

Como Citar

Yonezawa, F. H. (2017). Corpo(i)ética:: educação dos afetos e produção de modos expressivos. EDUCAÇÃO E FILOSOFIA, 31(63), 1591–1623. https://doi.org/10.14393/REVEDFIL.issn.0102-6801.v31n63a2017-15

Edição

Seção

Dossiê Artes e Oficinas: incursões na filosofia de Deleuze-Guattari