LEIBNIZ E ARNAULD - ENTENDIMENTO E CONSENSO: A LÍNGUA E A LÓGICA DOS MODERNOS

Autores

  • Humberto Guido Universidade Federal de Uberlandia (Uberlândia, MG, Brasil)

DOI:

https://doi.org/10.14393/REVEDFIL.issn.0102-6801.v25nEspeciala2011-08

Palavras-chave:

História da Filosofia. Filosofia Moderna. Leibniz. Arnauld

Resumo

∗ Professor Associado do Instituto de Filosofia da Universidade Federal de Uberlândia. Este artigo contou com o apoio do CNPq. E-mail: guido@ufu.br

Leibniz e Arnauld - entendimento e consenso: a língua e a lógica dos modernos

Resumo: O grande século da Filosofia Moderna é lembrado quando se evoca os seus protagonistas: Descartes, Locke, Espinosa. Contudo, outros pensadores estiveram empenhados não apenas na formulação das ideias basilares da nova filosofia; eles se propuseram a tarefa da crítica da filosofia do grande século, da qual eles também eram os protagonistas. Certamente esta atitude reserva lugar proeminente na História da Filosofia a dois pensadores: Arnauld e Leibniz, cujo diálogo epistolar é o tema para a reflexão sobre o racionalismo moderno.

Palavras-chave: História da Filosofia. Filosofia Moderna. Leibniz. Arnauld.

Abstract: The great century of Modern Philosophy is brought to mind when calling on its main characters: Descartes, Locke, Spinoza. However, other thinkers were engaged not only in formulating the basic ideas of the new philosophy, but they proposed to undertake the critique of the philosophy of this great century of which they were also the protagonists. This attitude certainly reserves a prominent place in the History of Philosophy for these two

thinkers: Arnauld and Leibniz, whose epistolary dialogue is the theme for reflection on modern rationalism.

Keywords: History of Philosophy. Modern Philosophy. Leibniz. Arnauld.

Referências:

ARNAULD, A. Objections contre les Méditations Métaphysiques de René Descartes. In: ______. Oeuvres philosophiques d'Arnauld. Tome Quatrieme. Paris: Hachette/Ladrange, 1843. p. 1-20

. ______. Oeuvres de Messire Antoine Arnauld, Docteur de la Maison et Société de Sourbonne. Tome Quatrieme. Paris: S. d'Arnay, 1776.

______. Examen du Traité de l'essence du corps contre Descartes. Paris: Fayard, 1999. BASSETTO, B. F.; MURACHCO, H. G. A pedagogia e a didática de Port-Royal: as escolinhas. In: ARNAULD, A.; LANCELOT, C. Gramática de Port-Royal. Tradução de Bruno F. Bassetto e Henrique G. Murachco. São Paulo: Martins Fontes, 1992. Prefácio, p. 20-30.

 FRAGA, G. de. Introdução às Meditações sobre a filosofia primeira. In: DESCARTES, R. Meditações sobe a filosofia primeira. Tradução portuguesa de Gustavo de Fraga. Coimbra: Livraria Almedina, 1988. p. 7-82.

HEGEL. G. W. F. Filosofia da História. Tradução de Maria Rodrigues e Hans Harden. Brasília: Editora UnB, 1995.

LEBRUN, G. Blaise Pascal. São Paulo: Brasiliense, 1983.Coleção Encanto Radical. LEIBNIZ, G. W. Extrait de diverses lettres de Leibnitz a M. Arnauld et à S. A. S. le Prince Ernest, Landgrave de Hesse-Rhinfels, au sujet de ce Docteur. In: ARNAULD, A. Oeuvres de Messire Antoine Arnauld, Docteur de la Maison et Société de Sourbonne. Tome Quatrieme. Paris: S. d'Arnay, 1776. p. 185-203.

______. Discurso de Metafísica. Tradução de Marilena Chauí. In: ______. Discurso de Metafísica e outros textos. São Paulo: Martins Fontes, 2004. p. 153-163.

______. La Monadologie. Paris: Delagrave, 2005. MALEBRANCHE, N. Brevi meditazioni. Tradução italiana de Alessandro Stile. Soveria Mannelli: Rubbettino, 2003. PASCAL, B. Pensamentos. Tradução de Sérgio Milliet. In: ______. Pascal. São Paulo: Nova Cultural, 1988. Coleção "Os Pensadores".

 Data de registro: 18/07/2011

 Data de aceite: 24/08/2011

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Humberto Guido, Universidade Federal de Uberlandia (Uberlândia, MG, Brasil)

Professor Associado do Instituto de Filosofia da Universidade Federal de
Uberlândia. Este artigo contou com o apoio do CNPq.

E-mail: guido@ufu.br

Downloads

Publicado

2015-04-27

Como Citar

Guido, H. (2015). LEIBNIZ E ARNAULD - ENTENDIMENTO E CONSENSO: A LÍNGUA E A LÓGICA DOS MODERNOS. EDUCAÇÃO E FILOSOFIA, 25(n.ESP), 167–180. https://doi.org/10.14393/REVEDFIL.issn.0102-6801.v25nEspeciala2011-08

Edição

Seção

Dossiê: Descartes e o Grande Século