Programa Aluno Nota 10: avaliação, prestação de contas e responsabilização no município de Tenente Ananias-RN

Autores

DOI:

https://doi.org/10.14393/REPOD-v13n2a2024-69162

Palavras-chave:

Ensino Fundamental., Rede Municipal de Ensino., Accountability.

Resumo

O presente manuscrito analisa o Programa Aluno Nota 10 como política de accountability educacional desenvolvida e implementada pelo município de Tenente Ananias - Rio Grande do Norte. Para a coleta de dados, recorreu-se à pesquisa documental e à entrevista semiestruturada aplicada a um membro da Secretaria Municipal de Educação de Tenente Ananias. Os resultados do estudo demonstram que o referido município tem lançado mão de mecanismos de avaliação, prestação de contas e responsabilização, de forma integrada, constituindo uma política de accountability forte voltada ao ensino fundamental e orientada à produção de determinados resultados educacionais, que a articulam à política educacional brasileira. O Programa Aluno Nota 10 se apresenta como uma política controversa, haja vista seu caráter meritocrático, estando pautado na promoção da competição como subterfúgio para a elevação do desempenho acadêmico dos estudantes. Para tal, o município em questão tem feito uso da avaliação (sob uma perspectiva somativa, excludente e classificatória), da exposição pública e de recursos públicos destinados ao campo educacional.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Métricas

Carregando Métricas ...

Biografia do Autor

Larissa da Conceição Gomes de Almeida, Universidade do Estado do Rio Grande do Norte - Brasil

Graduação em Pedagogia. Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (UERN), Alexandria, Rio Grande do Norte, Brasil.

Antônia Bruna Silva, Universidade do Estado do Rio Grande do Norte - Brasil

Doutorado em Educação. Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (UERN), Mossoró, Rio Grande do Norte, Brasil.

Referências

AFONSO, A. J. Nem tudo o que conta em educação é mensurável ou comparável: crítica à accountability baseada em testes estandardizados e rankings escolares. Revista Lusófona de Educação, Lisboa, v. 13, n. 13, p. 13-29, 2009a. Disponível em: https://repositorium.sdum.uminho.pt/handle/1822/55443. Acesso em: 02 abr. 2023.

AFONSO, A. J. Políticas avaliativas e accountability em educação: subsídios para um debate ibero-americano. Sísifo, Feira de Santana, v. 9, p. 57-69, 2009b. Disponível em: http://sisifo.ie.ulisboa.pt/index.php/sisifo/article/view/148. Acesso em: 18. mar. 2023.

AFONSO, A. J. Um olhar sociológico em torno da accountability em educação. In: ESTEBAN, M. T.; AFONSO, A. J. (org.). Olhares e interfaces: reflexões críticas sobre a avaliação. São Paulo: Cortez, 2010. p. 147-170.

ANDERSON, J. A. Accountability in education. Paris: Unesco, 2005. Disponível em: https://unesdoc.unesco.org/ark:/48223/pf0000140986. Acesso em: 19 mar. 2023.

BAUER, A.; HORTA NETO, J. L.; SOUSA, S. Z. L. Avaliação e gestão educacional em municípios brasileiros: mapeamento e caracterização de iniciativas em curso. Relatório Final: Resultados do Survey. Brasília, DF: Inep, 2016. Disponível em: https://www.gov.br/inep/pt-br/centrais-de-conteudo/acervo-linha-editorial/publicacoes-institucionais/avaliacoes-e-exames-da-educacao-basica/avaliacao-e-gestao-educacional-em-municipios-brasileiros-mapeamento-e-caracterizacao-das-iniciativas-em-curso. Acesso em: 2 abr. 2023.

BROOKE, N. O futuro das políticas de responsabilização educacional no Brasil. Cadernos de Pesquisa, São Paulo, v. 36, n. 128, p. 377-401, 2006. Disponível em: https://www.scielo.br/j/cp/a/xpH7dBYJxQ9wdrN5NLNyD8n/?lang=pt. Acesso em: 28 mar. 2023. DOI: https://doi.org/10.1590/S0100-15742006000200006.

BROOKE, N.; CUNHA, M. A avaliação externa como instrumento da gestão educacional nos estados. Estudos & Pesquisas Educacionais, São Paulo, n. 2, p. 17-79, 2011. Disponível em: https://fvc.org.br/wp-content/uploads/2018/04/estudos_e_pesquisas_educacionais_vol_2.pdf.

Acesso em: 2 abr. 2023.

FREITAS, L. C. A reforma empresarial da educação: nova direita, velhas ideias. São Paulo: Expressão Popular, 2018.

FREITAS, L. C. Crítica da organização do trabalho pedagógico e da didática. Campinas: Papirus, 1995.

FREITAS, L. C. Os reformadores empresariais da educação: da desmoralização do magistério à destruição do sistema público de educação. Educação & Sociedade, Campinas, v. 33, n. 119, p. 379-404, 2012. Disponível em: https://www.scielo.br/j/es/a/PMP4Lw4BRRX4k8q9W7xKxVy/?lang=pt. Acesso em: 2 de mar. 2023. DOI: https://doi.org/10.1590/S0101-73302012000200004.

MAROY, C. Estado avaliador, accountability e confiança na instituição escolar. Revista Educação e Políticas em Debate, Uberlândia, v. 2, n. 2, p. 319-338, 2013. Disponível em: https://seer.ufu.br/index.php/revistaeducaopoliticas/article/view/24780. Acesso em: 28 mar. 2023. DOI: https://doi.org/10.14393/REPOD-v2n2a2013-24780.

MENEZES, H. C. M. O espetáculo da accountability em educação: a “in”visibilidade sob a insígnia da transparência. In: SCHNEIDER, M. P.; ROSTIROLA, R.; VÁSQUEZ, J. M. (org.). Dispositivos de accountability em perspectiva: limites e alternativas à política de avaliação educacional. Curitiba: Appris, 2021.

OLIVEIRA, A. G. L. S.; COSTA, A. G.; VIDAL, E. M. Avaliações municipais no Ceará: características e usos dos resultados. Meta: Avaliação, Rio de Janeiro, v.13, n. 39, p. 274-299, abr./jun. 2021. Disponível em: https://revistas.cesgranrio.org.br/index.php/metaavaliacao/article/view/3333. Acesso em: 28 mar. 2023. DOI: http://doi.org/10.22347/2175-2753v13i39.3333.

PERBONI, F. Tendências e convergências das políticas de bonificação vinculadas às avaliações externas e em larga escala nas redes estaduais de educação. In: ANPED, 38., 2017, São Luís. Anais [...]. São Luís: Anped, 2017. Disponível em: http://38reuniao.anped.org.br/sites/default/files/resources/programacao/trabalho_38anped_2017_GT05_1240.pdf. Acesso em: 18 mar. 2023.

PERBONI, F.; MILITÃO, A.; DI GIORGI, C. A. G. Manifestações do “quase-mercado” nas avaliações externas e em larga escala. Educação, Santa Maria, v. 44, p. 1-24, 2019. Disponível em: https://periodicos.ufsm.br/reveducacao/article/view/34678. Acesso em: 20 mar. 2023. DOI: https://doi.org/10.5902/1984644434678.

ROSTIROLA, C. R. Dispositivos de accountability: efeitos sobre escolas públicas de ensino médio de Pernambuco. Linhas Críticas, Brasília, DF, v. 27, 2021. Disponível em: https://periodicos.unb.br/index.php/linhascriticas/article/view/36450. Acesso em: 20 mar. 2023. DOI: https://doi.org/10.26512/lc.v27.2021.36450

SANDEL, M. J. A tirania do mérito: o que aconteceu com o bem comum?. 3. ed. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2021.

SCHEDLER, A. Conceptualizing accountability. In: SCHEDLER, A.; DIAMOND, L.; PLATTNER, M. F. (org.). The self-restraining state: power and accountability in new democracies. Boulder: Lynne Reinner, 1999. p. 13-28.

SCHNEIDER, M. P. Tessituras intergovernamentais das políticas de accountability educacional. Revista Educação em Questão, Natal, v. 55, n. 43, p. 162-186, 2017. Disponível em: https://periodicos.ufrn.br/educacaoemquestao/article/view/11811. Acesso em: 23 mar. 2023. DOI: https://doi.org/10.21680/1981-1802.2017v55n43ID11811.

SOUSA, S. Z.; BONAMINO, A. Três gerações de avaliação da educação básica no Brasil: interfaces com o currículo da/na escola. Revista Educação e Pesquisa, São Paulo, v. 38, n. 2, p. 373-388, 2012. Disponível em: https://www.scielo.br/j/ep/a/rtQkYDSjky4mXG9TCrgRSqJ/?lang=pt. Acesso em: 23 mar. 2023. DOI: https://doi.org/10.1590/S1517-97022012005000006.

TENENTE ANANIAS. Decreto nº 044, de 08 de junho de 2016: institui o Programa Aluno Nota 10 para estudantes do Ensino fundamental da Rede Municipal de Ensino. Tenente Ananias: Prefeitura Municipal, 2016.

TENENTE ANANIAS. Pregão eletrônico - SRP nº 9/2021-0036: pregão eletrônico do tipo menor preço - registro de preços para aquisição de notebooks para realização do Programa Aluno nota 10 – 2021. Tenente Ananias: Prefeitura Municipal, 2021.

TENENTE ANANIAS. Decreto nº 094, de 13 de julho de 2022: altera o decreto municipal nº 068, de 08 de julho de 2021, que institui o Programa Aluno Nota 10 para estudantes do Ensino Fundamental da Rede Municipal de Ensino do Município de Tenente Ananias/RN. Tenente Ananias: Prefeitura Municipal, 2022.

VERGER, A.; FONTDEVILA, C.; PARCERISA, L. Reformando a governança através de instrumentos de políticas públicas: como e em que medida padrões, testes e accountability na educação se espalham pelo mundo. In: OLIVEIRA, D. A.; DUARTE, A. M. C.; RODRIGUES, C. M. L. (org.). A política educacional em contexto de desigualdade: uma análise das redes públicas de ensino da região Nordeste. Campinas: Mercado de Letras, 2019. p. 15-58.

ZAPONI, M.; VALENÇA, E. Política de responsabilização educacional: a experiência de Pernambuco. In: ABAVE, 5., 2009, Salvador, 2009. Anais [...]. Salvador: Abave, 2009. Disponível em: https://docplayer.com.br/18983029-Politica-de-responsabilizacao-educacional-a-experiencia-de-pernambuco-margareth-zaponi-e-epifania-valenca-abril-2009.html. Acesso em: 18 mar. 2023.

Downloads

Publicado

2024-04-29

Como Citar

ALMEIDA, L. da C. G. de; SILVA, A. B. Programa Aluno Nota 10: avaliação, prestação de contas e responsabilização no município de Tenente Ananias-RN . Revista Educação e Políticas em Debate, [S. l.], v. 13, n. 2, p. 1–20, 2024. DOI: 10.14393/REPOD-v13n2a2024-69162. Disponível em: https://seer.ufu.br/index.php/revistaeducaopoliticas/article/view/69162. Acesso em: 22 jul. 2024.

Edição

Seção

DEMANDA CONTÍNUA