Análise do Relatório Nacional de Alfabetização Baseada em Evidências na perspectiva do materialismo histórico-dialético

Autores

DOI:

https://doi.org/10.14393/REPOD-v12n2a2023-68553

Palavras-chave:

RENABE, Alfabetização, Políticas Públicas Educacionais, Psicologia Histórico-Cultural

Resumo

Fundamentado na Psicologia Histórico-Cultural, este trabalho tem como objetivo analisar criticamente o documento intitulado RENABE – Relatório Nacional de Alfabetização Baseada em Evidências a partir do materialismo histórico-dialético. O documento foi analisado em três momentos: 1. Ideologia e a suposta neutralidade científica; 2. Evidências de aprendizagem e suas bases ideológicas; 3. Os fundamentos e concepções de linguagem. Em cada um dos tópicos tecemos críticas, apontamos limites, realizamos contrapontos e buscamos apreender os elementos constituintes do documento. Avaliamos que o documento apresenta uma compreensão limitada do processo de alfabetização, que se organiza sem discussões sociais relevantes, principalmente sobre a realidade da educação brasileira.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Métricas

Carregando Métricas ...

Biografia do Autor

André Perussi Salina, Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho - Brasil

Mestre em Psicologia. Universidade Estadual Paulista “Júlio de Mesquita”, Bauru, SP, Brasil.

Bárbara Maria Costa Silva, Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho - Brasil

Doutoranda em Psicologia. Universidade Estadual Paulista “Júlio de Mesquita”, Bauru, SP, Brasil.

Gabriela Braga Pinto, Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho - Brasil

Mestre em Psicologia do Desenvolvimento e Aprendizagem. Universidade Estadual Paulista “Júlio de Mesquita Filho”, Bauru, SP, Brasil.

Flávia da Silva Ferreira Asbahr, Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho - Brasil

Doutora em Psicologia. Universidade Estadual Paulista “Júlio de Mesquita”, Bauru, SP, Brasil.

Referências

BECSKEHÁZY, I. Planejamento e orientações curriculares para o ensino de literacia e numeracia. In: BRASIL. Relatório Nacional de Alfabetização Baseada em Evidências. Brasília: MEC/Sealf, 2020. p. 267-315.

BRASIL. Relatório Nacional de Alfabetização Baseada em Evidências. Brasília: MEC/Sealf, 2020. Disponível em: https://www.gov.br/mec/pt-br/media/acesso_informacacao/pdf/RENABE_web.pdf. Acesso em: 27 abr. 2023.

BUCHWEIT, A.; PEGADO, F.; TEIXEIRA, M. T.; SILVA, V. P. da; LUKASOVA, K. A neurobiologia da leitura e da escrita. In: BRASIL. Relatório Nacional de Alfabetização Baseada em Evidências. Brasília: MEC/Sealf, 2020. p. 69-95.

CAPOVILLA, F. C.; MARQUES, J. G. T.; MARTINS, A. C.; OLIVEIRA, R. C. de. Dificuldades e distúrbios da leitura e da escrita e desafios na alfabetização em diferentes contextos. In: BRASIL. Relatório Nacional de Alfabetização Baseada em Evidências. Brasília: MEC/Sealf, 2020. p. 207-240.

CARDOSO-MARTINS, C.; SARGIANI, R. de A.. Como as crianças aprendem a ler e a escrever em Português brasileiro. In: BRASIL. Relatório Nacional de Alfabetização Baseada em Evidências. Brasília: MEC/Sealf, 2020. p. 96-123.

DANGIÓ, M. C. dos S..; MARTINS, L. M. A Alfabetização sob o enfoque histórico-crítico: contribuições didáticas. Campinas, SP: Autores Associados, 2018.

DUARTE, N.. A individualidade para si: contribuição a uma teoria histórico-crítica da formação do indivíduo. 3 ed. Campinas: Autores Associados, 2013.

ENGELS, F.. (1876). Sobre o papel do trabalho na transformação do macaco em homem. In: FRIGOTTO, G.; CIAVATTA, M.; CALDART, R. S.. (Org.). História, natureza, trabalho e educação – Karl Marx e Friedrich Engels. São Paulo: Expressão Popular, 2020.

EHRI, L. C. Reconceptualizing the development of sight word reading and its relationship to recoding. In: GOUGH, P.; EHRI, L. C.; TREIMAN, R. (org.). Reading Acquisition. Hillsdale, NJ-: Erlbaum, 1992. p. 107-143.

ENGELS, F.; MARX, K. A ideologia alemã. São Paulo: Boitempo, 2007.

KONDER, L. A questão da ideologia. São Paulo: Expressão Popular, 2020

LEONTIEV, A. O desenvolvimento do psiquismo. Lisboa: Horizonte, 1978

LEONTIEV, A. Atividade, consciência e personalidade. Bauru: Miriveja, 2021.

LUKÁCS, G. Prolegômenos e para a ontologia do ser social: obras de Georg Lukács. Vol 13. Maceió: Coletivo Veredas, 2018.

MALUF, M. R.; SILVA, C. C. R. da; MADZA, E. Ciências cognitivas e pesquisas translacionais em alfabetização. In: BRASIL. Relatório Nacional de Alfabetização Baseada em Evidências. Brasília: MEC/Sealf, 2020. p. 207-240.

MARTINS, L. M.; EIDT, N. M. Trabalho e Atividade: categorias de análise na psicologia histórico-cultural do desenvolvimento. Psicologia em Estudo, Maringá, v. 15, n. 4, p. 675-683, out./dez. 2010

NAVAS, A. L.; AZONI, C. A. S.; BASSO, F. B.; BORGES, J. P. A.; PUGLISI, M.; MOUSINHO, R. Abordagens e práticas de ensino da leitura e da escrita. In: BRASIL. Relatório Nacional de Alfabetização Baseada em Evidências. Brasília: MEC/Sealf, 2020. p. 169-184.

OLIVEIRA, B. A dialética do singular-particular-universal. In: ABRANTES, A. A.; SILVA, N. R. da; MARTINS, S. T. F. (Org.). Método histórico-social na psicologia. Petrópolis: Vozes, 2005. p. 25-51.

SALLES, J. F. de; MINERVINO, C. A. da S. M.; KOLTERMANN, G. Avaliação e monitoramento da aprendizagem de leitura, escrita e matemática básica. In: BRASIL. Relatório Nacional de Alfabetização Baseada em Evidências. Brasília: MEC/Sealf, 2020. p. 241-261.

SAVIANI, D. O trabalho como princípio educativo frente às novas tecnologias. In: FERRETTI, C. J.; ZIBAS, D. M. L.; MADEIRA, R.; FRANCO, M. L. P. B. (org.). Tecnologias, Trabalho e Educação: Um debate multidisciplinar. 9 ed. Petrópolis: Vozes, 2003, p. 151-168.

SAVIANI, D. Pedagogia histórico-crítica: primeiras aproximações. 11 ed. Campinas: Autores Associados, 2011.

SEBASTIANI, M. T.; SUZUKI, S. G. Políticas públicas para a formação e desenvolvimento profissional dos professores. In: BRASIL. Relatório Nacional de Alfabetização Baseada em Evidências. Brasília: MEC/Sealf, 2020.

SNOWLING, M. J. Dyslexia: A Very Short Introduction. Oxford: Oxford University Press, 2019.

VIGOTSKI, L. A construção do pensamento e da linguagem. 2. ed. São Paulo: WMF Martins Fontes, 2009.

VIGOTSKI, L. S. Aprendizagem e desenvolvimento intelectual na idade escolar. In: VIGOTSKI, L. S.; LURIA, A. R.; LEONTIEV, A. N. Linguagem, desenvolvimento e aprendizagem. São Paulo: Editora Ícone, 2018.

VOLÓCHINOV, V. Marxismo e filosofia da linguagem: problemas fundamentais do método sociológico na ciência da linguagem. 2 ed. São Paulo: Editora 34, 2018.

Downloads

Publicado

2023-05-18

Como Citar

SALINA, A. P.; SILVA, B. M. C.; PINTO, G. B.; ASBAHR, F. da S. F. Análise do Relatório Nacional de Alfabetização Baseada em Evidências na perspectiva do materialismo histórico-dialético. Revista Educação e Políticas em Debate, [S. l.], v. 12, n. 2, p. 815–834, 2023. DOI: 10.14393/REPOD-v12n2a2023-68553. Disponível em: https://seer.ufu.br/index.php/revistaeducaopoliticas/article/view/68553. Acesso em: 22 jul. 2024.

Edição

Seção

DOSSIÊ - ESTADO E POLÍTICAS EDUCACIONAIS NA AMÉRICA LATINA: CONFIGURAÇÕES ATUAIS