Educação Infantil em tempo integral: implicações da política de extensão da jornada escolar das crianças da cidade de Janaúba/MG

Autores

DOI:

https://doi.org/10.14393/REPOD-v8n3a2019-52590

Palavras-chave:

Educação infantil, Políticas de Educação em tempo integral, Escola de tempo integral, Ensino-aprendizagem

Resumo

Neste trabalho o objetivo foi analisar implicações da política de educação de tempo integral para o processo ensino aprendizagem na educação infantil no CEMEI “X” da cidade de Janaúba-MG. Nessa pesquisa de cunho qualitativo numa perspectiva exploratória, se desenvolveu pesquisa bibliográfica, utilizando-se de autores como Kuhlman Jr. (2010), Cavaliere (2002), Coelho (2009), Gadotti (2009); e no campo empírico, obteve-se os dados por meio da aplicação de um questionário com questões objetivas e discursivas às oito professoras participantes. As informações foram organizadas e interpretadas à luz do referencial teórico. Com base nos resultados é possível afirmar que as professoras identificaram e vivenciaram vários desafios na instituição, entre eles, escassez de recursos humanos e materiais, cansaço das crianças, falta de estrutura da escola e ausência dos pais. Para elas, esses fatores interferem na realização do trabalho pedagógico, o que vem afetando a aprendizagem e desenvolvimento das crianças.  

Downloads

Não há dados estatísticos.

Métricas

Carregando Métricas ...

Referências

AZEVEDO, Joanir G. de. Fazer com paixão sem perder a razão – Retalhos de uma experiência em escola pública de tempo integral. Rio de Janeiro: DPeA, 2003.

BRASIL. Plano Nacional de Educação. Lei nº 13.005, de 25 de junho de 2014.

BRASIL. Ministério da Educação secretaria de educação básica e Diretoria de currículos e educação integral. Manual operacional de educação integral. Brasília/DF, 2013. https://doi.org/10.22409/movimento2003.v0i08.a20809

BRASIL. Portaria Normativa Interministerial nº 17 de 24 de abril de 2007. Dispõe sobre o Programa Mais Educação. Diário Oficial da União, 26 abr. 2007.

BRASIL. Lei nº 9394/96 de 20 de Dezembro de 1996: Lei de Diretrizes e Bases da Educação. MEC:Brasília, 1996. https://doi.org/10.15628/rbept.2009.2954

BRASIL. Constituição Federativa do Brasil. Brasília-DF. Senado Federal. 1988.

CAVALIERE, Ana Maria Villela. Escolas de tempo integral: uma idéia forte, uma experiência frágil. In: CAVALIERE, Ana Maria Villela; COELHO, Lígia M. C. da Costa (Orgs.). Educação brasileira e (m) tempo integral. Petrópolis, RJ: Vozes, 2002. https://doi.org/10.24824/978854441844.4

CEMEI “X”. Projeto Político Pedagógico. Janaúba-MG, 2015.

CHAVES, Miriam Waidenfeld. Educação integral: uma proposta de inovação pedagógica na administração escolar de Anísio Teixeira no Rio de Janeiro dos anos 30. In: CAVALIERE, Ana Maria Villela; COELHO, Lígia M. C. da Costa (Orgs.). Educação brasileira e (m) tempo integral. Petrópolis, RJ: Vozes, 2002. https://doi.org/10.24824/978854441844.4

COELHO, L. M. C. C. (Org.). Educação integral em tempo integral: estudos e experiências em processo. Petrópolis, RJ: FAPERJ, 2009.

COELHO, Lígia M. C. da Costa. Formação continuada do professor e tempo integral: uma parceria estratégica na construção da educação integral.. In: CAVALIERE, Ana Maria Villela; COELHO, Lígia M. C. da Costa (Orgs.). Educação brasileira e (m) tempo integral. Petrópolis, RJ: Vozes, 2002. https://doi.org/10.24824/978854441844.4

GADOTTI, Moacir. Educação integral no Brasil: inovações em processo. São Paulo: Editora e livraria Instituto Paulo Freire, 2009.

GALLO, Silvio. A educação integral numa pespectiva anarquista. In: CAVALIERE, Ana Maria Villela; COELHO, Lígia M. C. da Costa (Orgs.). Educação brasileira e (m) tempo integral. Petrópolis, RJ: Vozes, 2002. https://doi.org/10.24824/978854441844.4

KUHLMAN, Moysés Junior. Infância e Educação Infantil: uma abordagem histórica. 5ª ed. Porto Alegre-Mediação, 2010.

MACHADO, Flora Prata. Escola de horário integral: dia-a-dia concretizando utopias. In: CAVALIERE, Ana Maria Villela; COELHO, Lígia M. C. da Costa (Orgs.). Educação brasileira e (m) tempo integral. Petrópolis, RJ: Vozes, 2002. https://doi.org/10.24824/978854441844.4

MAURÍCIO, Lucia Velloso. Permanência do horário integral nas escolas públicas do Rio de Janeiro: no campo e na produção escrita. In: CAVALIERE, Ana Maria Villela; COELHO, Lígia M. C. da Costa (Orgs.). Educação brasileira e (m) tempo integral. Petrópolis, RJ: Vozes, 2002. https://doi.org/10.24824/978854441844.4

MENEZES, Janaína S. S. Educação integral e tempo integral na educação básica: da LDB ao PDE. In: COELHO, Lígia Martha C. da Costa (org.). Educação integral em tempo integral: estudos e experiências em processo. Petrópolis, RJ: DP et Alii; Rio de Janeiro: FAPERJ, 2009. https://doi.org/10.1590/s1413-24782017227170

OLIVEIRA, Zilma de Moraes Ramos de. Educação Infantil Fundamentos e métodos -7ª edição - São Paulo: Cortez, 2011.

PACHECO, Suzana Moreira. Educação integral, indicadores sociais e aprendizagem escolar. In: MUFARREJ, Mônica (coord.) ; BRAGA, Fernanda . (coord.). Educação Integral. Rio de Janeiro: Salto para o futuro, 2008. https://doi.org/10.4016/18878.01

PARO, V. H. Educação integral em tempo integral: uma concepção de educação para a modernidade. In: COELHO, L. M. C. (Org.). Educação integral em tempo integral: estudos e experiências em processo. Rio de Janeiro: FAPERJ, 2009. https://doi.org/10.11606/d.48.2014.tde-17122014-103428

PREFEITURA DO MUNICÍPIO DE JANAÚBA-MG. Lei nº 1.589 de 08 de abril de 2004. Disponível em: https://janauba.mg.gov.br/legislacao/leis/2004-1589.pdf. Acesso em: 10/11/2015. https://doi.org/10.22238/rc24482692v15n22017p317a346

SOUZA, Ediléia Alves Mendes. Práticas Pedagógicas de qualidade na educação infantil em escola de tempo integral: visão de professores. (Dissertação de Mestrado) FE/UnB. Brasília-DF. 2012. https://doi.org/10.26512/2015.05.d.19166

Downloads

Publicado

2020-02-05

Como Citar

Souza, E. A. M. . (2020). Educação Infantil em tempo integral: implicações da política de extensão da jornada escolar das crianças da cidade de Janaúba/MG . Revista Educação E Políticas Em Debate, 8(3), 378–394. https://doi.org/10.14393/REPOD-v8n3a2019-52590

Edição

Seção

Dossiê: Políticas públicas de educação em tempo integral: Desafios atuais