REMOTE SENSING OF AMAZONIAN FORESTS: MONITORING STRUCTURE, PHENOLOGY AND RESPONSES TO ENVIRONMENTAL CHANGES

Conteúdo do artigo principal

João Roberto dos Santos
Lenio Soares Galvão
Luiz Eduardo Oliveira e Cruz de Aragão

Resumo

Remote sensing is a key tool for studying the tropical Amazonian forests, which have a substantial role on the global climate system and on the carbon and water cycles. In this article, we overview recent advances in remote sensing for estimating tropical forest structure and biomass, for analyzing phenological patterns across tropical landscapes, and for
quantifying the impacts of natural and human-induced environmental changes on this ecosystem. This review highlighted the importance of the combined use of optical and microwave data and of the integration of the remote sensing products with the fi eld-based information for understanding the functioning of Amazonian ecosystems, its composition and the stressing factors (e.g., deforestation, fi re, droughts) that can directly impact this biome.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Métricas

Carregando Métricas ...

Detalhes do artigo

Como Citar
DOS SANTOS, J. R.; GALVÃO, L. S.; ARAGÃO, L. E. O. e C. de. REMOTE SENSING OF AMAZONIAN FORESTS: MONITORING STRUCTURE, PHENOLOGY AND RESPONSES TO ENVIRONMENTAL CHANGES. Revista Brasileira de Cartografia, [S. l.], v. 66, 2014. DOI: 10.14393/rbcv66n0-44737. Disponível em: https://seer.ufu.br/index.php/revistabrasileiracartografia/article/view/44737. Acesso em: 3 dez. 2022.
Seção
Artigos
Biografia do Autor

João Roberto dos Santos, Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais, Coordenadoria de Observação da Terra.

Graduação em Engenharia Florestal pela Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro (1974), mestrado em Sensoriamento Remoto pelo Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais-INPE (1979) e doutorado em Engenharia Florestal pela Universidade Federal do Paraná (1988). Atualmente é pesquisador titular do INPE/MCT, docente do Curso de Pós-Graduação em SEnsoriamento Remoto desse Instituto, atuando como consultor científico "ad hoc" da CAPES, CNPq, FAPESP, FAPEAM, EMBRAPA. Tem experiência na área de Recursos Florestais e Engenharia Florestal, com ênfase em Inventário e Manejo Florestal, com os ferramentais de sensoriamento remoto e sistemas de informações geográficas. A linha investigativa de pesquisa e aplicações envolve o tratamento de dados ópticos e de radar no levantamento e monitoramento da cobertura vegetal, sobretudo nos domínios da floresta tropical e dos cerrados brasileiros.

Lenio Soares Galvão, Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais, Divisão de Sensoriamento Remoto - DSR.

Possui Bacharelado em Geologia pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte (1986), Mestrado em Sensoriamento Remoto pelo Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (1989) e Doutorado em Geofísica pela Universidade de São Paulo (1994). Atualmente é pesquisador titular do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE) de São José dos Campos (SP), onde exerce atividades de ensino e pesquisa em pós-graduação. Atua nas áreas de Sensoriamento Remoto Hiperespectral e Espectroscopia de Reflectância em diferentes campos de aplicação.

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)

1 2 > >>