POSICIONAMENTO RELATIVO EM TEMPO REAL E PÓS-PROCESSADO UTILIZANDO MICRORRECEPTOR GNSS DISPONÍVEL EM PLATAFORMAS MÓVEIS

Conteúdo do artigo principal

Gabriel Diniz de Oliveira
Moisés Ferreira Costa
William Rodrigo Dal Poz

Resumo

Com o passar do tempo aumentou-se a necessidade da população em posicionamento acurado a baixo custo, e por este motivo a procura por aparelhos de navegação tem crescido consideravelmente em todos os níveis de usuários. Destes dispositivos, a população no geral tem maior acesso aos smartphones devido a suas diversas funcionalidades. A principal componente de posicionamento destes dispositivos são os microrreceptores GNSS, sendo que sua observável básica é a pseudodistância. As fontes de dados para correções GPS estão cada vez mais disponíveis para a comunidade por meio de instituições como o IBGE, no Brasil, com a Rede Brasileira de Monitoramento Continuo (RBMC). Por meio desta, tem-se uma maior possibilidade de melhorias no posicionamento destes dispositivos com o posicionamento relativo pós-processado e até mesmo em tempo real. Com estas possibilidades e necessidades, este trabalho tem como objetivo o estabelecimento de metodologia que melhore a acurácia no posicionamento de dispositivos móveis que utilizam microrreceptor GNSS, utilizando a estimativa de mínimos quadrados recursiva com a matriz de ganho de Kalman aplicada no posicionamento relativo estático por dupla diferença da pseudodistância. Para verificar a eficácia desta metodologia utilizou-se dados do microrreceptor SiRFstar IV que recebe dados na frequência L1 da constelação GPS. Foram utilizadas as estações de referência VICO e CEFE da RBMC para o processamento destes dados. Com rastreios de 15 minutos em pontos de coordenadas conhecidas teve-se um desvio médio na componente horizontal das coordenadas planas da ordem de 29 centímetros para o pós-processamento e 98 centímetros para o processamento em tempo real, sendo que, para o posicionamento por ponto simples o desvio médio foi de 6 metros. Com isso, concluiu-se que a utilização da metodologia de processamento relativo estático por estimativa dos mínimos quadrados recursiva melhorou a acurácia do posicionamento de forma significativa, onde dispositivos móveis que até então eram indicados somente para navegação podem ser utilizados também para mapeamento.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Métricas

Carregando Métricas ...

Detalhes do artigo

Como Citar
OLIVEIRA, G. D. de; COSTA, M. F.; DAL POZ, W. R. POSICIONAMENTO RELATIVO EM TEMPO REAL E PÓS-PROCESSADO UTILIZANDO MICRORRECEPTOR GNSS DISPONÍVEL EM PLATAFORMAS MÓVEIS. Revista Brasileira de Cartografia, [S. l.], v. 67, n. 6, 2015. Disponível em: https://seer.ufu.br/index.php/revistabrasileiracartografia/article/view/44644. Acesso em: 28 maio. 2022.
Seção
Artigos
Biografia do Autor

Gabriel Diniz de Oliveira, Universidade Federal de Viçosa - UFV Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária - INCRA

Eng. Agrimensor e Cartógrafo - UFV Gestor do Setor de Cartografia do INCRA/ES

Moisés Ferreira Costa, Universidade Federal de Viçosa

Ds. e Ms. Ciências Geodésicas UFPR, Eng. Agrimensor - UFV Professor do Departamento de Engenharia de Civil Setor de Agrimensura e Cartografia - UFV

William Rodrigo Dal Poz, Universidade Federal de Viçosa

Ds. e Ms. Ciências Cartográficas FCT/UNESP, Eng. Cartógrafo - FCT/UNESP Professor do Departamento de Engenharia de Civil Setor de Agrimensura e Cartografia - UFV

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)

1 2 > >>