Suicídio e Política em Tradução: Mishima como um texto brasileiro

Autores

  • Andrei Cunha UFRGS
  • Victor Kanashiro UNICAMP

DOI:

https://doi.org/10.14393/LL63-v32n1a2016-13

Palavras-chave:

Mishima Yukio, Suicídio, Norma tradutória, Identidades queer, Orientalismo, Mishima no Brasil

Resumo

Neste artigo, refletimos sobre processos e limites da tradução literária e cultural, vinculadas a uma economia geopolítica das representações fortemente euro-norte-americanocêntrica. Para isso, analisamos as trajetórias da tradução e recepção da obra e da morte do escritor japonês Yukio Mishima no Brasil, argumentando que os processos tradutórios podem tanto reproduzir regimes de representação quanto torná-los mais complexos. 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2016-08-21

Como Citar

CUNHA, A.; KANASHIRO, V. Suicídio e Política em Tradução: Mishima como um texto brasileiro. Letras & Letras, [S. l.], v. 32, n. 1, p. 244–266, 2016. DOI: 10.14393/LL63-v32n1a2016-13. Disponível em: https://seer.ufu.br/index.php/letraseletras/article/view/33036. Acesso em: 6 dez. 2022.